Muitas pessoas se interessam pela especulação no mercado futuro. No entanto, para ter maiores chances de sucesso nas operações, é importante conhecer, entre outras informações, as letras do mini índice.

Os minicontratos foram criados para atender às demandas dos pequenos especuladores e investidores que desejam negociar derivativos com base na expectativa dos preços. Porém, eles também podem compor a carteira de quem possui alto patrimônio.

Em todos os casos, para fazer as operações, o primeiro passo é conhecer as letras do mini índice. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

O que é mercado futuro?

O mercado futuro permite realizar operações visando uma data no futuro e sem a negociação direta dos ativos. Na verdade, são negociados derivativos, que são contratos atrelados a um ativo, mas são conduzidos por uma data futura.

Nele, são negociados, principalmente, contratos de índice, de dólar e de commodities. A principal diferença para o mercado à vista envolve o objetivo da operação e sua liquidação.

No mercado à vista, a compra e a venda de ativos acontecem no mesmo momento. Ou seja, a operação é efetiva no momento presente — embora a liquidação ocorra em alguns dias. Já no mercado futuro, existe apenas um posicionamento comprado ou vendido. Não há, portanto, uma compra ou venda de ativo.

Além disso, o objetivo de quem opera no mercado futuro é especular ou realizar operações de proteção (hedge).

Porém, também existem semelhanças entre os mercados. Por exemplo, os preços dos contratos futuros também dependem das relações entre oferta e demanda — inclusive dos ativos dos quais eles derivam.

Ainda, assim como no mercado à vista, as negociações no mercado futuro podem ser feitas via home broker ou mesa de operações.

O que são minicontratos?

Antes de entender o que são minicontratos, é importante conhecer os contratos cheios. Eles permitem a negociação de derivativos visando uma data no futuro. Isso acontece por lotes padrão, o que, normalmente, envolve volumes mais altos de dinheiro.

Com isso, os contratos cheios não são acessíveis a muitos investidores ou especuladores. Devido ao custo elevado, eles costumam ser negociados por empresas, investidores institucionais, pessoa física com capital elevado e grandes produtores.

Os minicontratos, por sua vez, são frações dos lotes de contratos cheios. Eles surgiram para tornar o mercado futuro mais acessível aos investidores com menos capital disponível, assim como aconteceu com o mercado fracionário de ações.


INVESTIR FORA DO BRASIL? DESCUBRA COMO Investir fora do Brasil

INVESTIR FORA DO BRASIL? DESCUBRA COMO Investir fora do Brasil

Aprenda a como investir no exterior de forma prática


Ainda, tendo em vista que é necessário ter menos dinheiro para operar minicontratos na bolsa, eles apresentam maior liquidez. Essa característica faz com que eles sejam ainda mais atrativos para especuladores.

Cabe destacar que os contratos futuros apresentam ajustes diários. Ou seja, a bolsa calcula, diariamente, as oscilações em relação ao dia anterior. Ela paga, então, seus ganhos ou cobra suas perdas. Isso acontece mesmo antes da data definida no contrato.



O que é o mini índice?

Agora que você conhece as características do mercado futuro e dos minicontratos, pode entender melhor como funciona o mini índice. Ele refere-se a um minicontrato que permite negociar derivativos associados a índices do mercado.

Na bolsa brasileira, o principal é o índice Ibovespa, que acompanha as variações das ações de empresas mais negociadas no mercado. Assim, quem opera mini índices está realizando negociações que envolvem a projeção de pontuações futuras do índice Ibovespa.

A expectativa ao fazer a operação é que o índice suba ou desça, alcançando um determinado nível até a data definida no contrato. Assim, o objetivo é obter lucro com essas movimentações do índice no curto prazo ou se proteger.

Os contratos de mini índice do Ibovespa exigem investimento mínimo de 1 lote, em vez de 5 deles. É por isso que, na prática, o investidor ou especulador precisa fazer um aporte inicial menor.

Quais são as letras do mini índice?

Um ponto importante quando estamos tratando de minicontratos é entender o que as letras significam. Assim como outros ativos e derivativos negociados na bolsa de valores, eles possuem um código usado para identificar suas informações.

Você pode encontrar o mini índice no home broker do seu banco de investimentos pelo código que se inicia pela sigla WIN. Além disso, o ticker desse derivativo é composto por uma letra que representa o mês de vencimento do contrato e dois números correspondentes ao ano.

O vencimento do minicontrato de índice acontece a cada dois meses e pode ser identificado por letras em seu código. Conheça as letras que representam cada mês:

  • fevereiro: G;
  • abril: J;
  • junho: M;
  • agosto: Q;
  • outubro: V;
  • dezembro: Z.

A data de vencimento é sempre a quarta-feira mais próxima ao dia 15. Na prática, funciona assim: imagine que você quer negociar um minicontrato de índice com vencimento em outubro de 2021. Para isso, você deverá procurar pelo ticker WINV21.

As três primeiras letras representam o derivativo (mini índice). A quarta letra, V, é o mês de vencimento (outubro). Por fim, 21 é o ano que o minicontrato futuro vence — no caso, 2021.

Como operar ?

Ficou interessado em negociar os contratos de mini índice? Então, é importante entender como operar o derivativo. Como já adiantamos, uma característica importante do mini índice é a alta liquidez.

Esse é um dos principais motivos que levam os especuladores a optar por essas operações. Como o movimento desses derivativos no mercado futuro pode ser elevado, o grande volume de negociação por dia aumenta a possibilidade de encontrar compradores e vendedores.

De forma geral, o funcionamento do mini índice é simples. Para alocar dinheiro nesse contrato, basta identificar o ticker do mini índice que você deseja e negociar por meio do home broker. Lembre-se de ter atenção à data de vencimento antes de finalizar a operação.

Seja para reduzir riscos do seu portfólio por meio de estratégias de hedge ou para especular, o processo é o mesmo. Basta fazer a compra ou venda do derivativo via home broker e seguir sua estratégia.

Por fim, depois de conhecer as letras do mini índice, é importante lembrar que existem riscos envolvidos no mercado futuro. Portanto, antes de fazer as operações, é preciso avaliá-los com atenção, além de respeitar o seu perfil e objetivos para tomar decisões mais acertadas.

Gostou do conteúdo? Complemente a leitura e entenda melhor o que é e como funciona um ajuste diário no mercado futuro.