Busca de Artigos no blog

Commodities: entenda o que são e como funcionam

Entenda o que são commodities e como funcionam
Entenda o que são commodities e como funcionam

Mesmo muito presente em nosso dia a dia, em notícias que se referem a economia e bolsa de valores, muitas pessoas não sabem o que significa a palavra commodity ou commodities (no plural). Esse termo está relacionado ao cotidiano do consumidor mais do que se imagina.

Pensando nisso, fizemos este artigo com detalhes sobre o assunto e como ele é importante para a nossa rotina.

O que são commodities?

Commodities são produtos básicos ou matérias-primas amplamente utilizados no comércio global. Esses produtos são extraídos, cultivados ou produzidos em grandes quantidades e possuem características uniformes em termos de qualidade e especificações. Commodity é uma palavra em inglês e significa mercadoria.

Nesse sentido, essas matérias-primas são negociadas tanto no mercado físico, envolvendo a entrega dos produtos, quanto no mercado futuro, onde os contratos de futuros são negociados com base na expectativa de preço dessas commodities em datas futuras.

Afinal, devido à sua natureza básica e essencial, elas desempenham um papel importante na economia global e são amplamente utilizadas por investidores e traders como uma classe de ativos para diversificação de portfólio e proteção contra inflação.

Quais os tipos de commodities?

As commodities são dividas em grupos, por exemplo, commodities agrícolas, commodities minerais, entre outros. Confira todos os tipos:

Agrícolas: produtos cultivados, como trigo, milho, arroz, soja, café, açúcar e algodão.

Pecuárias: produtos provenientes da criação de animais, por exemplo, carne bovina, carne suína, carne de frango, leite, ovos, couro, lã e peles.

Minerais: recursos minerais extraídos da terra, como ouro, prata, cobre, alumínio, ferro, níquel, entre outros.

Energéticas: englobam recursos naturais utilizados como fonte de energia, como petróleo, gás natural e carvão.

Ambientais: ativos e serviços ambientais, por exemplo, créditos de carbono, água potável, energias renováveis (solar, eólica, hidrelétrica), entre outros.

Financeiras: títulos emitidos pelo governo e moedas negociadas no mercado. Exemplo: dólar americano, euro, real e títulos públicos do governo federal, por exemplo, o Tesouro Direto.

Principais commodities brasileiras

A principio, o Brasil é um país com uma grande variedade de commodities devido à sua extensão territorial, clima favorável e recursos naturais fartos. A Soja é a principal commodity do mercado brasileiro. Atualmente, o ranking de maiores produtores de soja conta com o país na primeira posição.

 Veja outras commodities que movimentam a economia brasileira:

  • Café: o Brasil é conhecido como um dos principais produtores e exportadores de café, sendo um dos maiores produtores do mundo. O café brasileiro inclui variedades como arábica e robusta.
  • Açúcar: além disso, o país é o maior produtor e exportador de açúcar de cana-de-açúcar do mundo, sendo conhecido por sua produção de açúcar bruto e açúcar refinado.
  • Milho: o milho tem diversas aplicações, desde alimentação animal até a produção de alimentos processados, como flocos de milho e óleo de milho.
  • Carne bovina: o Brasil também é um dos maiores exportadores de carne bovina do mundo. O país possui um grande rebanho bovino e produz tanto carne fresca quanto carne processada.
  • Petróleo: importantes como fonte de energia e na produção de diversos bens industriais.
  • Minério de ferro: as reservas de minério de ferro estão concentradas principalmente na região amazônica, com destaque para a mina de Carajás, no estado do Pará.
  • Celulose: matéria-prima para a produção de papel e outros produtos de papelaria.

Além dessas, outras mercadorias brasileiras de destaque incluem algodão, suco de laranja, carne de frango, etanol (produzido a partir de cana-de-açúcar) e óleo de soja. O Brasil possui uma posição significativa no mercado global dessas commodities, contribuindo para a economia do país e o comércio internacional.

De acordo com o Indicador de Comércio Exterior (Incomex) da Fundação Getúlio Vargas (FGV). A participação das commodities nas exportações totais do país é de cerca de 70%.

Como investir

Por meio de uma corretora, você pode negociar contratos futuros dessas mercadorias por meio do mercado financeiro, que são acordos para comprar ou vender uma quantidade específica de uma commodity em uma data futura pré-determinada. Isso permite especular sobre o movimento de preços sem a necessidade de lidar diretamente com a entrega física. No entanto, é importante ter conhecimento sobre os riscos e características desses contratos.

Além disso, outra opção de investir é por meio da compra de ações de empresas envolvidas na produção, extração e comercialização de commodities. Por exemplo, você pode investir em empresas de mineração para obter exposição ao preço do ouro, cobre ou outros metais. Também existem ETFs disponíveis que rastreiam o desempenho de um índice de commodity específico.

Vale ressaltar que é importante realizar pesquisas, entender os fundamentos do mercado, avaliar os riscos envolvidos e considerar seus objetivos de investimento. Aliás, é aconselhável buscar consultoria financeira profissional para garantir que suas estratégias de investimento estejam alinhadas com sua situação financeira e metas pessoais.

Como são determinados os preços

O preço de uma commodity é determinado por uma combinação de fatores, incluindo oferta e demanda, condições de mercado, fatores macroeconômicos e eventos geopolíticos.

A oferta e a demanda globais causas cruciais na determinação desses preços. Se a demanda por uma commodity exceder a oferta disponível, os preços tendem a subir. Por outro lado, se a oferta exceder a demanda, os preços tendem a cair.

Sendo que a oferta é influenciada por condições climáticas, safras, descobertas de novas reservas ou interrupções na produção. Enquanto a demanda está relacionada a fatores como crescimento econômico, consumo global e mudanças nos padrões de consumo.

Como também, as políticas governamentais e regulatórias podem afetar significativamente os preços, como restrições comerciais, tarifas, impostos, subsídios e regulamentações ambientais.

Entretanto, é importante observar que os preços podem ser voláteis e estão sujeitos a mudanças rápidas devido a uma série de fatores.

Qual a importância?

As commodities desempenham um papel fundamental na economia global e têm grande importância em diversos aspectos, como alimentação e nutrição, quando fornecidos os alimentos básicos necessários para sustentar a população mundial e garantir segurança alimentar.

Além disso, têm as mercadorias que são fontes essenciais para a geração de eletricidade, aquecimento, transporte e produção industrial. Ainda mais, o comércio de commodities contribui para o desenvolvimento econômico, a geração de empregos e a transferência de riqueza entre nações.

Veja as funções das commodities

Abastecimento de alimentos: as commodities agrícolas são fundamentais para a alimentação humana e animal. Elas fornecem os ingredientes básicos para a produção de alimentos, rações e produtos agrícolas processados. Da mesma forma que elas garantem o suprimento de alimentos em escala global.

Energia e combustíveis: utilizadas na geração de eletricidade, transporte, aquecimento e produção industrial. As commodities energéticas são fundamentais para o funcionamento das economias modernas, impulsionando o crescimento econômico e o desenvolvimento.

Indústria e manufatura: usadas na produção de aço, materiais de construção, maquinários, veículos, eletrônicos e uma ampla variedade de produtos de consumo. Sendo assim, as commodities minerais são a base para o desenvolvimento industrial e tecnológico.

Comércio internacional: as commodities desempenham um papel central no comércio global. Elas são negociadas em mercados internacionais, promovendo o intercâmbio de bens e serviços entre países. Assim também, o comércio de commodities impulsiona o crescimento econômico, estimula o investimento, cria empregos e promove a transferência de riqueza entre nações.

Investimento e proteção contra inflação: além de tudo, as commodities são utilizadas como uma classe de ativos para investimentos. Investidores buscam exposição às commodities como forma de diversificação de portfólio e proteção contra inflação. Durante períodos de alta inflação, as commodities tendem a preservar o valor real do investimento, pois seus preços têm relação com a oferta e demanda física.

Em resumo, essas mercadorias são elementos vitais da economia global. Elas fornecem os recursos necessários para a produção e consumo em diversos setores, garantem o abastecimento de alimentos, energia e materiais, estimulam o comércio internacional e oferecem oportunidades de investimento. Muitos aspectos da vida moderna seriam significativamente impactados sem as commodities.

Vantagens de investir em commodities

Diversificação

As commodities podem ser uma opção de estratégia de diversificação da carteira de investimentos. Aliás, elas fornecem uma classe de ativos que tende a ter baixa correlação com outras classes, como ações e títulos. Isso significa que investir em commodities pode ajudar a diversificar um portfólio de investimentos, reduzindo o risco global e proporcionando potencial de retorno adicional.

Mercado global 

Como você viu,  já que são mercadorias indispensáveis, os investimentos nesse setor são negociados em escala global, possibilitando um retorno atraente ao investidor.

Desvantagens

No entanto, é importante considerar que investir em commodities também envolve riscos, como volatilidade de preços, riscos geopolíticos, flutuações cambiais e riscos específicos do setor.

Oscilação de preço

O preço das commodities são muito voláteis, já que diversos fatores podem influenciar na determinação dos valores.

Instabilidade climática

Da mesma forma que a qualidade e a produtividade das commodities podem ser afetadas por condições climáticas, consequentemente, os preços são impactados.

É recomendável que os investidores façam uma análise cuidadosa, diversifiquem seus investimentos e estejam cientes dos fatores que podem influenciar os preços das commodities.

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.