Renova Invest Facebook

Mercado a Termo: Tudo o que Você Precisa Saber

O mercado a termo é uma modalidade de negociação de derivativos que oferece aos investidores a oportunidade de fixar um preço antecipadamente, proporcionando maior previsibilidade diante das flutuações do mercado. Neste guia abrangente, vamos explorar o conceito fundamental do mercado a termo, explicar como funciona e destacar as vantagens e desvantagens dessa modalidade de investimento.

O que é o mercado a termo?

O mercado a termo é um ambiente de negociação de derivativos na bolsa de valores onde os participantes acordam, por contrato, a compra ou venda de ativos a um preço determinado no presente, acrescido de juros ou custos financeiros, com a liquidação realizada em uma data futura preestabelecida. Esses contratos são conhecidos como contratos a termo.

Os contratos a termo estão associados a um ativo-objeto, que pode ser ações, moedas, commodities, entre outros. No mercado a termo, o comprador e o vendedor se comprometem a negociar o ativo em uma data futura, com a cobrança de uma taxa de juros previamente acordada.

Como funciona o mercado a termo?

No mercado a termo, o comprador e o vendedor estão vinculados por contrato até a liquidação do mesmo. O comprador assume o interesse pagando uma garantia e se compromete a quitar o valor da operação, junto com uma taxa de juros, em uma data futura.

O preço do ativo no mercado a termo é calculado a partir do preço do ativo no mercado a vista, acrescido da taxa de juros estabelecida no contrato. Dessa forma, o comprador paga o valor acordado mais os juros no vencimento do contrato.

ONDE INVESTIR
EM 2024
DESCUBRA COMO ESCOLHER AS PEÇAS CERTAS PARA CONSTRUIR UM PORTFÓLIO SÓLIDO.

É importante destacar que o mercado a termo oferece vantagens e desvantagens para os investidores. Por um lado, permite a proteção contra oscilações de preços no futuro e a possibilidade de alavancagem dos investimentos. Por outro lado, apresenta riscos, como a possibilidade de ter resultados opostos aos esperados e a necessidade de conhecer análise técnica para identificar tendências e oportunidades de curto prazo.

Vantagens e desvantagens do mercado a termo

O mercado a termo oferece algumas vantagens interessantes para os investidores. Uma delas é a possibilidade de proteger a carteira da oscilação dos preços, permitindo fixar um preço antecipadamente. Além disso, o investidor não precisa desembolsar a quantia cheia do contrato no momento da compra, apenas a margem de garantia. Isso permite operar alavancado, negociando valores maiores do que os disponíveis em conta, e ampliando a capacidade de negociação.

Outra vantagem do mercado a termo é a garantia fornecida pela bolsa de valores, que assegura que o investidor que vendeu os ativos seja pago, mesmo que o comprador não tenha dinheiro suficiente para liquidar a operação.

Porém, é importante estar ciente das desvantagens do mercado a termo. O maior risco é ter resultados opostos aos esperados, o que pode levar a prejuízos. Além disso, se a estratégia não der certo e o comprador não tiver dinheiro para pagar, mesmo com a garantia, pode ser cobrada uma multa e a conta pode ficar negativa. É necessário conhecer análise técnica para identificar tendências e oportunidades de curto prazo. E por fim, o contrato a termo costuma ter baixa liquidez.

Diferenças entre mercado a termo e mercado futuro

Embora o mercado a termo e o mercado futuro sejam ambientes de negociação de derivativos com entrega futura, existem diferenças importantes entre eles.


A primeira diferença está na liquidação do contrato. No mercado a termo, quem detém o contrato costuma levá-lo até o vencimento. Já no mercado futuro, é possível encerrar a posição antes do prazo com mais facilidade.

Outra diferença é o ajuste diário. No mercado a termo, o preço é fixo e, no vencimento, paga-se o valor acordado, independentemente do preço do dia. Já nos contratos futuros, os preços dos ativos são ajustados todos os dias, e no vencimento predomina o preço dessa data.

Além disso, os contratos a termo são flexíveis e personalizados, permitindo que as partes ajustem algumas condições do contrato, como quantidade, data de vencimento e forma de liquidação. Já os contratos futuros são padronizados e possuem especificações uniformes para todos os participantes do mercado.

Como operar no mercado a termo?

Para operar no mercado a termo, é necessário abrir uma conta em uma corretora de valores que ofereça esse tipo de operação. É importante verificar se o seu perfil de investidor permite a realização de operações a termo.

Após abrir a conta, é necessário determinar quanto será utilizado para esse tipo de operação e separar a margem de garantia necessária. A margem de garantia é uma quantia que o investidor deve depositar como garantia para cobrir possíveis perdas.

Antes de realizar a operação, é importante conhecer as taxas envolvidas, como a taxa de registro, de corretagem na compra, emolumentos e Imposto de Renda sobre o ganho. Essas taxas devem ser consideradas no planejamento do investimento.

É fundamental ter uma estratégia bem definida e conhecer análise técnica para identificar tendências e oportunidades de curto prazo no mercado a termo. Também é importante acompanhar as notícias e eventos que possam influenciar o preço do ativo-objeto.

Exemplos de negociações no mercado a termo

Para ilustrar como funciona uma negociação no mercado a termo, vamos imaginar um exemplo envolvendo ações. Suponha que um investidor acredita que o preço de determinada ação irá subir nos próximos meses. Ele pode então firmar um contrato a termo para a compra dessa ação a um preço fixado agora, com a liquidação ocorrendo em uma data futura.

Se, no vencimento do contrato, o preço da ação estiver acima do preço fixado, o investidor terá lucro. Por outro lado, se o preço estiver abaixo, ele terá prejuízo. É importante destacar que o mercado a termo também oferece a possibilidade de operar vendido, ou seja, lucrando com a queda do preço do ativo-objeto.

Conclusão

O mercado a termo é uma modalidade de negociação de derivativos que oferece aos investidores a oportunidade de fixar um preço antecipadamente e proteger-se contra oscilações de preços no futuro. Apesar das vantagens, é importante estar ciente dos riscos envolvidos e ter uma estratégia bem definida.

Antes de operar no mercado a termo, é fundamental abrir uma conta em uma corretora de valores, separar a margem de garantia necessária e conhecer as taxas envolvidas. Além disso, é importante acompanhar as notícias e eventos que possam influenciar o preço do ativo-objeto e utilizar análise técnica para identificar tendências e oportunidades de curto prazo.

Com as informações apresentadas neste guia, você estará preparado para iniciar suas operações no mercado a termo de forma consciente e estratégica. Lembre-se de sempre buscar conhecimento e atualizar-se sobre o mercado financeiro, pois isso é fundamental para obter sucesso em seus investimentos. Boa sorte!

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.