Inter Fundo de Investimento Imobiliário- conheça o IFID11
Inter Fundo de Investimento Imobiliário- conheça o IFID11

Inter Fundo de Investimento Imobiliário: conheça o IFID11

Você está acompanhando o Inter Fundo de Investimento Imobiliário (IFID11)? Esse fundo de investimentos imobiliário foi lançado no mercado em fevereiro de 2021, e pode ser interessante para quem deseja se expor ao segmento de imóveis via bolsa de valores.

Assim, ele pode ser uma oportunidade de investimento para diversas pessoas. No entanto, é preciso conhecer todas as suas características — como a alocação do patrimônio e o perfil do investimento.

Por isso, neste conteúdo você conhecerá o IFID11 e verá se vale a pena investir nessa alternativa. Acompanhe e entenda!

O que é fundo de investimento imobiliário?

Antes de conhecer todas as características do Inter Fundo de Investimento Imobiliário – lançado sob o ticker IFID11, é preciso entender como funciona um fundo de investimento imobiliário. Eles são condomínios de investimento para que os investidores façam aportes de forma coletiva.

Dessa forma, cada interessado compra cotas do fundo escolhido e participa de distribuição de rendimentos. Também é possível vender suas cotas para outros investidores. Elas são negociadas na bolsa de valores.

Os fundos de investimento são administrados por gestores profissionais. Eles ficam responsáveis pelas negociações dos ativos conforme as estratégias divulgadas. No caso dos fundos imobiliários, o capital arrecadado é utilizado para fazer negociações nesse setor.

Existem alguns tipos de fundos imobiliários, os principais são:

  • fundos de tijolo: são aqueles que têm o portfólio composto majoritariamente em imóveis físicos. As negociações podem ser de compra e venda e de locação;
  • fundos de papel: também são conhecidos como de recebíveis imobiliários. Eles são compostos principalmente por títulos de renda fixa lastreados em imóveis;
  • fundos de fundos: a carteira é composta em sua maioria por cotas de outros fundos imobiliários.

Como funciona o IFID11?

Conhecendo os fundos imobiliários, é momento de saber quais são as características do IFID11. Essa sigla, como você viu, é o ticker utilizado para negociação na bolsa de valores. Dessa forma, quem deseja comprar cotas pode acessar o home broker e procurar por esse código.

O IFID11 é um fundo de investimento imobiliário do tipo fundo de fundos. Dessa maneira, a política de investimento foca, majoritariamente, na aquisição de cotas de outros fundos. Mais especificamente, ele busca aplicar em cotas de FII da carteira teórica do índice IFI-D.

Saiba mais sobre o índice!

O índice IFI-D

O índice IFI-D é divulgado pelo Banco Inter e significa Índice de Fundos Imobiliários – Debt. Ele é um parâmetro para os FII que são classificados como de papel. Assim, eles devem investir, pelo menos, ⅔ do capital em ativos de renda fixa e em recebíveis imobiliários.

O índice considera apenas os FII que estão presentes no IFIX — outro índice de fundos imobiliários. Eles também devem estar cotados como os 30 maiores fundos, de acordo com valor de mercado negociados na bolsa.

Quais são as características do IFID11?

Agora vale a pena saber mais um pouco sobre os principais aspectos envolvidos no IFID11. Confira!

Estratégia de gestão

Como você viu, o IFID11 tem o objetivo de replicar um índice de fundos imobiliários. Com isso, ele apresenta uma estratégia de gestão passiva. Ou seja, não busca resultados acima do mercado.

Significa que o gestor não tem tanta liberdade na tomada de decisão. Ele segue os critérios do índice para realizar os investimentos.

Estrutura

Todo fundo de investimentos precisa de uma estrutura para acontecer. No caso do IFID11, o administrador do fundo é o Inter Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários.

Trata-se de uma instituição financeira sediada em Belo Horizonte. Já a gestão é de responsabilidade do Inter Asset Gestão de Recursos, do mesmo grupo.

Custos

Por envolver uma equipe de administração e gestão, os fundos cobram a chamada taxa de administração. No IFID11, essa cobrança é de 0,30% ao ano.

Diferente de outros fundos, não há previsão de taxa de performance. Afinal, o gestor trabalha para replicar o índice, e não para superá-lo.

Rentabilidade

A rentabilidade de um fundo imobiliário pode se dar de duas maneiras: pela valorização das cotas ou pela distribuição de dividendos. Segundo a lâmina do IFID11, a distribuição de rendimentos é prevista para ser feita de forma mensal. O pagamento acontece no décimo dia útil do mês.

Tributação

A tributação do fundo segue as regras dos demais FII. Segundo a legislação, as pessoas físicas não têm seus dividendos tributados nessa categoria, desde que preencham três requisitos:

  • o fundo deve ter, pelo menos, 50 cotistas;
  • o cotista só será isento de tributos se não possuir mais do que 10% do volume total de cotas;
  • as cotas do fundo devem ser negociadas na bolsa de valores ou no mercado balcão de forma exclusiva.

Por outro lado, você precisa saber que o ganho de capital é tributado. Ou seja, quando há lucro na venda das cotas valorizadas é necessário pagar Imposto de Renda. A alíquota é de 20%.

Vale a pena investir no IFID11?

Agora que você já conhece o IFID11, é possível se perguntar: vale a pena investir nesse fundo imobiliário? A resposta é: depende! Para saber os investimentos ideais é preciso considerar alguns fatores ao fazer suas escolhas.

O primeiro passo é analisar o prospecto, no momento da oferta pública, ou a lâmina do fundo. Esses documentos são divulgados pela administradora e contêm as informações relevantes sobre o investimento. No caso do IFID11, você pode analisar os dados por este link.

Outro fator muito importante é a avaliação de riscos de um fundo de investimentos. Aqui é preciso considerar também o seu perfil de investidor. Os conservadores preferem optar por alternativas mais seguras, ainda que tenham a rentabilidade limitada, por exemplo.

Como o IFID11 possui uma gestão passiva e acompanha um índice de fundos de papel, pode ser considerado menos arriscado. Contudo, como todo investimento de renda variável, há risco significativo. Não há garantias de dividendos ou de valorização das cotas.

Agora você já conhece o IFID11! Lembre-se de avaliar com cuidado as informações e pautar suas decisões de acordo com seu perfil de investidor e objetivos. Em caso de dúvidas, a ajuda de profissionais para esclarecer todos esses detalhes pode ajudar!

Ficou interessado em escolher um fundo de investimentos? Então conte com a assessoria da Renova Invest!

Compartilhe:

Deixe uma resposta


whatsapp icon chatbot Renata

Quer fazer seus investimentos renderem mais?

Clique aqui e fale com os nossos Assessores

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.