Horário das 8:30-19:00
atendimento@renovainvest.com.br
11-3192-3882

5 investimentos para perfil conservador

5 investimentos para perfil conservador

5 investimentos para perfil conservador

//
Posted By
/
Comentário0
/
Categories,

Existem três perfis dentro dos quais se pode investir dinheiro e formar uma carteira de investimentos: um perfil conservador, moderado e agressivo. O primeiro envolve investimentos cujo risco de perda de capital é menor. Por outro lado, os retornos também tender a ser mais baixos.

O terceiro perfil busca retornos mais elevados. Mas, para isso, existe o risco de perda de capital em curto, médio e longo prazo. O perfil moderado seria um meio termo entre os outros dois perfis.

Cada investidor possui um perfil diferente, baseado na sua tolerância a riscos. E, para atender às necessidades de todos, existem produtos de investimento disponíveis no mercado para cada um destes perfis.

Neste artigo, focaremos exclusivamente nos investimentos para perfil conservador. Acompanhe a leitura e conheça 5 investimentos que podem fazer parte de uma carteira de investidores com perfil conservador!

O que é perfil de investidor?

Antes de conhecer os 5 investimentos para perfil conservador, é importante que você entenda, de maneira mais consolidada, o que é o perfil de investidor.

O perfil de investidor é moldado pela capacidade de um indivíduo em lidar com o risco, a fim de obter um retorno sobre o capital investido. E trata-se de uma ferramenta importante para ajudar o investidor a escolher produtos financeiros alinhados às suas necessidades e respeitando sua tolerância a riscos.

Como comentamos na introdução, são três os perfis de investidor existentes: o conservador, o moderado e o agressivo.

Cada perfil lida com o risco e o retorno sobre o investimento de uma maneira. Enquanto, por exemplo, o perfil agressivo está disposto a correr maiores riscos em busca de melhores rentabilidades, o perfil conservador prefere abrir mão de maiores rendimentos por mais segurança.

A seguir falaremos sobre o perfil conservador, que destacamos como o foco deste post.

O perfil conservador e suas características

Fazem parte do perfil conservador pessoas avessas ao risco. São investidores que não querem perder dinheiro e não lidam bem com a volatilidade. Segurança é a palavra de ordem para este tipo de perfil.

Basicamente, são indivíduos precavidos e que têm medo da instabilidade financeira. Para eles, é melhor o dinheiro render menos na poupança, por exemplo, do que ter a possibilidade de um retorno alto em outra aplicação, mas com risco de perda elevado.

Como também são pessoas que têm muito medo de passar por necessidades, investimentos para perfil conservador devem ser de alta liquidez. Isso significa que, para essas pessoas, o dinheiro investido deve estar disponível a qualquer momento.

Ou seja, são investidores que precisam ter a segurança de um resgate rápido, sem grandes penalidades, em caso de alguma emergência ou sempre que necessário.

A carteira do investidor conservador

Como explicamos, os investimentos para perfil conservador devem ter o menor risco possível. Apesar de a poupança ser a primeira palavra que vem à mente de investidores conservadores, o dinheiro pode ser aplicado em oportunidades melhores e que rendam mais.

Dentre elas, citamos os CDBs, Fundos DI, Fundos de Renda Fixa, LCIs e LCAs, e outros títulos – sobretudo os pós-fixados, atrelados a indicadores como o DI, por exemplo.

Confira a seguir 5 investimentos para perfil conservador e uma breve explicação sobre cada um destes produtos de investimentos.

1.CDBs

Os Certificados de Depósito Bancário (CDB) são assegurados pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), órgão que garante investimentos de até R$ 250 mil por CPF e por instituição, até um limite global de R$ 1 milhão.

Existem dois tipos principais de CDB: prefixado e pós-fixado. No primeiro, a rentabilidade da aplicação já é acordada quando o investimento é realizado enquanto que, na segunda opção, a rentabilidade é conhecida no vencimento do título.

O tipo mais comum de CDBs na carteira de um investidor conservador é o CDB pós-fixado – uma vez que ele acompanha a taxa básica de juros e protege o investidor de eventuais mudanças no mercado quanto à trajetória da Selic.

2.Fundos DI

Os Fundos DI entram como opções de investimentos para perfil conservador porque são fundos de renda fixa, têm liquidez diária (o dinheiro pode ser resgatado a qualquer momento) e possuem baixíssimo risco.

Além disso, os investimentos DI buscam seguir a rentabilidade do Certificado de Depósito Bancário (CDI) que, por sua vez, acompanha a Selic.

3.Fundos de Renda Fixa

Nos Fundos de Renda Fixa, pelo menos 80% do patrimônio é aplicado em produtos de renda fixa, como Títulos do Tesouro, CDBs, entre outros. A gestão é feita por um profissional, o que significa que o investidor não precisa se preocupar em fazer os aportes em cada um dos investimentos que compõem a carteira do fundo.

Esses fundos são considerados boas opções de investimentos para perfil conservador, pois possibilitam ao investidor ter diversos títulos em sua carteira. Como falaremos mais adiante, a diversificação é importante para diluição do risco.

4 e 5.LCI e LCA

LCI e LCA são letras de crédito, as quais têm a função de financiar segmentos específicos da economia. As LCIs (Letras de Crédito Imobiliário) fomentam o setor imobiliário, enquanto as LCAs (Letras de Crédito do Agronegócio) fomentam o setor de agronegócio.

Tanto LCI quanto LCA funcionam de maneira semelhante: o investidor empresta dinheiro aos bancos – que será utilizado no setor imobiliário ou do agronegócio – é remunerado com juros.

A remuneração é similar para ambos – uma vez que, no momento da compra, o investidor escolhe entre títulos com rendimento prefixado ou pós-fixado.

A importância da diversificação

Além da oferta de maior segurança e liquidez, investimentos para perfil conservador podem – e devem – seguir uma regra básica que deve fazer parte da carteira de qualquer tipo de investidor. Trata-se da diversificação do portfólio de investimentos.

Por exemplo, o investidor conservador pode alocar parte do patrimônio em investimentos de alta liquidez, enquanto investe outra parte do dinheiro em investimentos de menor liquidez e maiores prazos – que tendem a oferecer uma rentabilidade melhor.

É preciso ter em mente também que não é porque o perfil do investidor é conservador que não se pode arriscar um pouco na hora da formação da carteira.

Como “segurança” é a palavra de ordem, uma dica de especialistas é investir a maior parcela da carteira em títulos renda fixa pós-fixados (distribuindo o dinheiro em diferentes produtos) e uma outra parcela menor em títulos com um pouco mais de risco – como os prefixados e os fundos multimercados, por exemplo.

Essa diversificação manterá a segurança do investimento ao mesmo tempo em que melhora a rentabilidade dos aportes.

Exemplo de carteira conservadora

Como você já sabe, a composição da carteira depende de cada investidor e da sua necessidade pessoal. E, seja qual for sua escolha, não deve se esquecer da importância da diversificação dos investimentos.

Para que você entenda como pode funcionar a carteira de investimentos para perfil conservador, confira um exemplo hipotético de composição de uma carteira para este tipo de investidor:

Neste exemplo hipotético, a carteira do investidor seria composta, majoritariamente, por juros pós-fixados DI, com uma pequena parcela dividida entre fundos multimercados e títulos prefixados.

Vale destacar, mais uma vez, que este é apenas um exemplo generalista de carteira de investimentos para perfil conservador. O portfólio de investimentos deve ser sempre construído com base nas necessidades e objetivos de cada investidor.

Em caso de dúvidas na hora da montagem da sua carteira, vale a pena buscar auxílio de uma assessoria de investimentos.

Conclusão

O perfil conservador gosta de ter segurança em seus investimentos – mesmo que, para isso, tenha uma rentabilidade menor na comparação com aplicações de maior risco. Todavia, é sim possível manter um perfil conservador e uma carteira diversificada e com boa rentabilidade.

Para fazer as melhores escolhas de investimento, contar com uma instituição financeira sólida e uma boa assessoria de investimentos pode fazer toda a diferença. Se você ainda não tem acesso a uma assessoria personalizada, então clique aqui e abra já sua conta no BTG Pactual – o maior banco da América Latina!

 

Leave a Reply

[name=SIGNUP_SUBMIT_BUTTON]
[name=SIGNUP_SUBMIT_BUTTON]
[name="SIGNUP_FORM_LABEL"]
[name="SIGNUP_FORM_LABEL"]
[name='SIGNUP_BODY']
[name='SIGNUP_BODY']