Renova Invest Facebook

Fundos Imobiliários: como investir?

fundo exclusivo
fundo exclusivo

Os fundos imobiliários são uma forma popular de investimento no mercado financeiro. Já que eles permitem que os investidores participem do mercado imobiliário de forma indireta, investindo em uma carteira diversificada de ativos imobiliários.

Neste artigo, vamos explorar o que são fundos imobiliários, como investir neles e os melhores fundos para considerar em 2023.

O que são Fundos Imobiliários?

Os fundos imobiliários são fundos de investimento que aplicam recursos em ativos do mercado imobiliário, como imóveis comerciais, galpões logísticos, shoppings, hospitais e outros empreendimentos imobiliários. Assim, um grupo de investidores compra cotas desses fundos e se beneficia dos rendimentos gerados pelos ativos imobiliários.

Nesse sentido, os participantes compartilham os ganhos obtidos com essas operações, de acordo com a proporção em que cada um aplicou. As cotas são negociadas na Bolsa de Valores.

Como funciona um Fundo Imobiliário?

Um fundo imobiliário funciona como um condomínio fechado, onde os investidores se tornam cotistas e têm seus recursos aplicados em ativos imobiliários selecionados pelo gestor do fundo. Sendo assim, o fundo distribui periodicamente aos cotistas os rendimentos gerados pelos imóveis na forma de dividendos.

Além disso, uma instituição financeira administra o fundo, sendo responsável pela gestão dos ativos, pela distribuição de rendimentos e pela divulgação de informações relevantes aos cotistas.

Quais as vantagens?

Investir em Fundos Imobiliários oferece diversas vantagens que podem tornar essa modalidade de investimento atraente para os investimentos. Algumas das principais vantagens são:

Acesso a grandes empreendimentos: o investimento em FIIs permite que os investidores tenham acesso a empreendimentos de alto valor, como prédios comerciais e shopping centers, que, de outra forma, seriam difíceis de adquirir individualmente.

Investimento inicial baixo: com pouco dinheiro você já pode adquirir cotas dos principais Fundos Imobiliários.

Isenção de Imposto de Renda: os rendimentos distribuídos pelos FIIs são isentos de Imposto de Renda.

Renda fixa
Seta Tripla

Descubra agora a
NOVA RENDA FIXA
que pode turbinar seus ganhos. 


Rendimentos recorrentes: a maior parte dos fundos é obrigada a distribuir regularmente os rendimentos obtidos, geralmente por meio de pagamentos mensais de aluguéis. Assim, esses rendimentos podem proporcionar uma fonte de renda adicional aos investidores.

Diversificação: os Fundos Imobiliários permitem acesso a uma carteira diversificada de ativos imobiliários, como prédios comerciais, galpões e outros tipos de propriedades. Dessa forma, a diversificação pode reduzir os riscos associados a um único imóvel ou setor específico.

Quais os riscos?

Como qualquer investimento, aplicar em Fundos Imobiliários envolve alguns riscos. Confira:

Risco de mercado

Os preços podem oscilar de acordo com as condições do mercado financeiro. Além disso, variações econômicas e mudanças nas taxas de juros também podem afetar o desempenho.

Risco de liquidez

Embora as cotas dos FIIs sejam negociadas na Bolsa de Valores, a liquidez pode variar, e pode não ser fácil vender as cotas a qualquer momento.

Risco de Vacância

A taxa de ocupação dos imóveis da carteira do fundo pode influenciar seus rendimentos. Desse modo, se os imóveis ficarem desocupados por um período prolongado, os rendimentos distribuídos aos cotistas podem ser afetados.

Risco de Inadimplência

Caso os inquilinos dos imóveis deixem de pagar o aluguel, os rendimentos distribuídos aos cotistas podem ser impactados, e a rentabilidade do fundo pode ser reduzida.

Risco de concentração

Alguns Fundos Imobiliários podem possuir uma concentração significativa em um único imóvel ou em um setor específico. Dessa forma, aumenta a exposição a riscos específicos desses ativos ou setores.

Risco de gestão

A performance do fundo está diretamente relacionada à qualidade da gestão. Então, uma má administração ou decisões inadequadas pode impactar negativamente a rentabilidade do fundo.

Tipos de Fundos Imobiliários

Existem diversos tipos de Fundos Imobiliários, cada um com suas características e estratégias de investimento. Eles dividem-se em 4 principais categorias:


Fundos de tijolo: investem diretamente em imóveis físicos, como prédios comerciais, shoppings, galpões, entre outros. Sendo assim, os rendimentos são provenientes do aluguel e/ou ganhos de capital com a valorização dos imóveis.

Fundos de papel: esse tipo investe em títulos e valores mobiliários do setor imobiliário, como Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) e Letras de Crédito Imobiliário (LCIs). Assim, os rendimentos são gerados pelos juros e correções monetárias dos títulos.

Fundo de Fundos (FoF): são aqueles que investem em cotas de outros FIIs, em vez de adquirir diretamente os imóveis. São uma opção para investidores que buscam diversificação.

Fiagros: aqueles que investem em ativos do agronegócio, abrangendo diferentes segmentos da cadeia produtiva agroindustrial.

Como Investir

Investir em fundos imobiliários é relativamente simples. Primeiro, é necessário abrir uma conta em uma corretora de valores. Em seguida, você pode pesquisar e selecionar os fundos imobiliários que mais se adequam aos seus objetivos financeiros. Ao investir em cotas de fundos imobiliários, você se torna um cotista e participa dos lucros gerados pelos ativos imobiliários da carteira.

Os melhores Fundos Imobiliários para considerar em 2023

Ao escolher os melhores FIIs para investir, é importante considerar alguns critérios, como a qualidade dos ativos da carteira, a gestão do fundo, o histórico de rendimentos e a perspectiva de valorização. Alguns dos fundos imobiliários que se destacaram nos últimos anos e podem ser interessantes para 2023 incluem:

1. MXRF11 – Maxi Renda: fundo que investe em uma ampla variedade de ativos imobiliários, com foco em renda.
2. KNRI11 – Kinea Renda Imobiliária: fundo com ativos diversificados e gestão renomada.
3. HGLG11 – CSHG Logística: fundo especializado em galpões logísticos.
4. XPML11 – XP Malls: fundo focado em shoppings centers.

Mas, é importante realizar uma análise detalhada de cada fundo antes de investir, considerando seus objetivos e perfil de risco.

Rendimento

O rendimento em fundos imobiliários é proveniente dos aluguéis e rendimentos dos ativos imobiliários da carteira do fundo. Assim, o fundo distribui esses rendimentos aos cotistas de forma proporcional à quantidade de cotas que eles possuem.

Além disso, é importante ressaltar que os rendimentos dos FIIs são isentos de imposto de renda para pessoas físicas quando as cotas são negociadas em bolsa.

Investir em fundos imobiliários pode ser uma estratégia interessante para diversificar a carteira e obter exposição ao mercado imobiliário sem a necessidade de comprar imóveis diretamente. Contudo, é importante fazer uma análise cuidadosa dos fundos disponíveis, considerando seu perfil de risco, objetivos e horizonte de investimento.

Se tiver interesse em investir em fundos imobiliários, não deixe de consultar um especialista ou agendar uma reunião com um dos assessores da Renova Invest para obter orientações personalizadas.

Perguntas Frequentes

O que são fundos imobiliários?

Fundos imobiliários são fundos de investimento que aplicam recursos em ativos do mercado imobiliário, permitindo que investidores participem do mercado imobiliário de forma indireta.

Como investir em fundos imobiliários?

Para investir em fundos imobiliários, é necessário abrir uma conta em uma corretora de valores, pesquisar e selecionar os fundos que mais se adequam aos seus objetivos, e comprar cotas desses fundos.

Quais são os melhores fundos imobiliários para considerar em 2023?

Alguns dos melhores fundos imobiliários para considerar em 2023 incluem MXRF11, KNRI11, HGLG11 e XPML11. No entanto, realizar uma análise detalhada antes de investir é importante.

Como funciona um fundo imobiliário?

Um fundo imobiliário funciona como um condomínio fechado, onde os investidores se tornam cotistas e têm seus recursos aplicados em ativos imobiliários selecionados pelo gestor do fundo.

Qual o rendimento em fundos imobiliários?

Os fundos imobiliários provenientes dos aluguéis e rendimentos dos ativos imobiliários da carteira do fundo e distribuem periodicamente aos cotistas.

 

Para saber mais sobre o mercado financeiro, acompanhe nossos conteúdos no YouTubeInstagram e LinkedIn!

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.