Horário das 8:30-19:00
atendimento@renovainvest.com.br
11-3192-3882

Single Blog Title

This is a single blog caption

Conheça o fundo de investimento imobiliário KNCR11

Os fundos imobiliários são investimentos bastante conhecidos por investidores mais experientes. E ultimamente estão ganhando espaço também entre os investidores iniciantes e entre aqueles que desejam diversificar seus investimentos.

E foi pensando em ajudar você, investidor, a conhecer algumas das principais oportunidades em FIIs do mercado brasileiro que preparamos uma série sobre Fundos de Investimento Imobiliário.

Neste artigo você conhecerá mais sobre o fundo KNCR11. Continue a leitura e saiba mais sobre este FII!

Fundo imobiliário KNCR11

O Kinea Rendimentos imobiliários – negociado sob o ticker KNCR11 – é um fundo de renda fixa imobiliária da Kinea, que tem o CDI como benchmark.  O objetivo do fundo é pagar rendimentos mensais equivalentes a +100% do CDI líquido aos seus cotistas.

É indicado para quem pretende empregar recursos em uma carteira diversificada de operações de crédito privado.

Investidores que desejam investir em títulos de renda fixa imobiliária com apoio de uma equipe de gestão profissional de qualidade, por exemplo, podem achar esse fundo atraente para composição da carteira.

Informações adicionais sobre o fundo

Confira mais algumas informações sobre o fundo KNCR11, da Kinea:

Início do fundo: 23 de outubro de 2012.

Taxa de administração cobrada: 1,1% ao ano.

Nome do gestor do fundo: Flávio Cagno.

*dados de janeiro/2020

Como funciona o processo de escolha do portfólio do fundo?

A seleção dos ativos deste fundo imobiliário é feita de forma criteriosa. A primeira parte consiste no acompanhamento do mercado para identificar as melhores oportunidades.

Depois, o gestor e sua equipe avaliam tudo sobre os investimentos e definem diretrizes para questões diversas, como: garantia, risco de crédito e aspectos jurídicos, dentre outras.

Se o investimento atende às exigências em relação ao risco e ao retorno, o gestor termina o processo e o novo ativo – especialmente títulos de renda fixa lastreados no mercado imobiliário, como o Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) – passa a integrar a carteira do fundo.

A última etapa consiste no controle, em que todos os investimentos do fundo são monitorados de forma ativa. O objetivo é manter os riscos sob controle contínuo.

Caso haja necessidade, o gestor e sua equipe podem adotar medidas adequadas para manter o fundo funcionando com qualidade.

Rentabilidade do fundo

Os pagamentos aos cotistas do fundo acontecem mensalmente, sempre no nono dia útil do mês. O objetivo deste FII da Kinea é atingir 100% da variação do CDI. Os pagamentos – assim como ocorre em outros fundos imobiliários – são isentos de Imposto de Renda.

Vale ressaltar que a aplicação inicial para participar desse fundo, bem como de outros fundos, é baseada no valor de uma cota, levando em consideração o preço que está sendo negociado na Bolsa de Valores no momento.

Abaixo, você confere a evolução da rentabilidade do KNCR11 nos últimos 5 anos, de acordo com o site Investing.com:

Composição da carteira do fundo

O fundo imobiliário KNCR11 é composto, majoritariamente, por CRIs Corporativos, que são ativos os quais têm como contrapartida uma grande empresa.

No mês de janeiro de 2020, a carteira de ativos era composta da seguinte maneira:

  • CRI: 93,7%;
  • LCI: 5,9%;
  • Caixa: 0,4%.

A exposição da carteira estava assim:

  • 90% do CDI;
  • 8% do IPCA;
  • 1,6% do IGP-M;
  • 0,4% da SELIC.

É importante lembrar que o fundo conta com um acompanhamento ativo do gestor e da equipe para garantir que a carteira continue saudável. E com rentabilidade próxima ou igual ao benchmark do fundo – o CDI.

Vale a pena?

O fundo KNCR11 pode ser adequado para os que desejam investir no mercado imobiliário sem, necessariamente, investir em imóveis

O investidor deve apenas ter em mente que, ao contrário de muitos fundos imobiliários que lucram com a venda ou aluguel de empreendimentos, este fundo compõe sua carteira, quase em sua totalidade, de Certificados de Recebíveis Imobiliários – com o CDI como benchmark.

O KNCR11 tem como objetivo, portanto, lucrar com os CRIs. E sua rentabilidade nos últimos 5 anos mostra que ele pode sim ser um FII interessante para quem buscar por um FII com exposição maior à renda fixa.

Contudo, é fundamental ter em mente que, antes de investir em qualquer tipo de fundo, você precisa conhecer seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros para identificar se a modalidade de investimento é adequada à sua carteira.

Além disso, é importante analisar a lâmina do fundo com atenção e buscar sempre a maior quantidade de informações possíveis sobre o FII antes de decidir fazer seu investimento em um fundo de investimento imobiliário.

Se interessou pelo fundo KNCR11 ou deseja encontrar outras boas oportunidades de investimentos em fundos imobiliários? Então clique aqui e conte com nossa ajuda para escolher os melhores FIIs para o seu portfólio!

Leave a Reply