O mercado financeiro possui muitos conceitos e siglas que devem ser conhecidas pelos investidores. Saber o que cada um significa pode ajudar no sucesso de seus investimentos financeiros. Por exemplo, você sabe o que é a ANBIMA?

É muito importante que você, enquanto investidor, conheça essa associação e saiba como ela funciona. Afinal, ela tem um papel relevante na regulação do mercado para as instituições associadas, trazendo maior segurança aos investidores em relação aos serviços utilizados.

Neste artigo, você aprenderá o que é a ANBIMA e qual o seu papel no mercado. Continue a leitura para saber mais!

O que é ANBIMA?

ANBIMA é uma sigla que representa a Associação Brasileira de Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais. Ela foi fundada em 2009, a partir da união da Andima (Associação Nacional das Instituições do Mercado Financeiro) e da Anbid (Associação Nacional dos Bancos de Investimento).

Assim, a associação representa instituições financeiras como bancos e administradoras, com o objetivo de reproduzir a pluralidade dos mercados. Portanto, ela é um dos órgãos reguladores do mercado financeiro.

Além disso, a ANBIMA é responsável por determinar as boas práticas para empresas dos setores em que atua. Para tanto, ela possui códigos e normas específicas, que devem ser observadas pelos associados.

A associação também é responsável por diversas certificações do mercado financeiro que podem ser obtidas por profissionais da área e outros interessados.

Como ela funciona e como é a sua atuação?

Por ser uma associação das entidades do mercado financeiro, a ANBIMA representa os interesses dessas organizações no mercado de capitais. Juridicamente, ela é uma associação civil sem finalidade econômica.

Na prática, o seu modelo de atuação se baseia em quatro pilares:

  • representar: como a ANBIMA representa os interesses de seus associados, ela se coloca como um elo entre as instituições. Isso permite otimizar o diálogo entre elas;
  • autorregular: a associação se coloca de forma a orientar seus associados, criando regras a favor do mercado. Nesse caso, o objetivo não é o caráter punitivo, mas fornecer um guia de boas práticas aos associados, embora existam penalidades pelo descumprimento;
  • informar: ao oferecer um banco de dados com preços, índices e estudos sobre seu setor, a ANBIMA fornece conhecimento. Essa é uma forma de dar o máximo de informações possível aos profissionais e investidores, auxiliando na tomada de decisões conscientes;
  • educar: a associação entende que, ao preparar os profissionais de seu setor, o mercado se fortalecerá cada vez mais. Isso se vê desde a fundação da ANBIMA, pois um de seus motes é “mercado forte se faz com instituições fortes”.

Quais são as certificações que a ANBIMA oferece?

Como visto nos tópicos anteriores, a ANBIMA oferece provas com certificações para os profissionais do mercado financeiro e investidores. Devido ao papel da associação, os certificados são importantes na área e ajudam a atestar o conhecimento e confiabilidade de quem atua no setor.

Veja quais são as principais certificações disponíveis!

CPA-10

A CPA-10 (Certificação Profissional ANBIMA — Série 10) é a certificação indicada para profissionais que trabalham na área de distribuição de investimentos. Ela tem validade de 5 anos e não existem condições prévias para se certificar.


Quem ainda não trabalha na área também pode tirá-la, sendo uma forma de comprovar seus conhecimentos sobre o setor. Sendo esse o caso, o certificado terá validade de 3 em vez de 5 anos.

CPA-20

Sigla para Certificação Profissional ANBIMA — Série 20. Ela é destinada ao profissional que trabalha com a comercialização de produtos de investimento aos investidores institucionais ou do varejo de alta renda. Sua validade também é de 5 anos, podendo ser estendida.

Vale destacar que o profissional que tem o CPA-20 também tem qualificação para exercer as atividades previstas pela CPA-10.

CFG

A CFG (Certificação ANBIMA de Fundamentos em Gestão) tem como público-alvo os profissionais que desejam atuar com a gestão de recursos de terceiros. Porém, ela também pode ser feita por quem deseja ampliar seus conhecimentos.

Esse certificado pode dar uma base técnica mais aprofundada na área de gestão de recursos. Assim, quem se certificar nessa modalidade contará com um diferencial no mercado. Com validade de 3 anos, ele também é pré-requisito para tirar as últimas certificações, que você verá a seguir.

CGA e CGE

CGA é a sigla para Certificação de Gestores ANBIMA e CGE é para Certificação de Gestores ANBIMA para Fundos Estruturados.

A CGA visa a preparação dos profissionais para serem gestores de fundos de títulos de renda fixa, ações, cambiais e multimercados. Já a CGE se destina a quem deseja atuar na gestão de recursos de terceiros na indústria e produtos estruturados.

Com a certificação CGE, o profissional pode ser gestor de fundos de investimentos em participações, imobiliário e em direitos creditórios. Ambas são certificações com validade de 3 anos e obrigatórias para quem compra e vende ativos nos fundos de investimento.

Qual o seu papel e como ela influencia o mercado financeiro?

Após conferir todas essas informações, você deve ter compreendido melhor a importância da ANBIMA. Na prática, ela se coloca sob o propósito de trazer mais segurança ao mercado financeiro.  Afinal, você pode recorrer a ela para pesquisar, por exemplo, se um fundo é regulamento antes de investir.

Ela conta com uma página específica para pesquisar instituições e profissionais de investimentos cadastrados. Ademais, entre as missões da associação está o fortalecimento da representação do setor.

Logo, ela visa apoiar uma evolução no mercado de capitais para que seja capaz de financiar o desenvolvimento econômico e social local, além de influenciar o mercado global. Além disso, ela coíbe ações de má-fé e busca maior transparência para os agentes do mercado financeiro.

Por fim, com as certificações, a associação trabalha para qualificar as operações e operadores, fortalecendo o mercado. Assim, os investidores também podem ter mais segurança ao buscar serviços de profissionais de qualidade.

Ao longo deste conteúdo foi possível entender o que é a ANBIMA, como ela funciona e a forma como influencia o mercado. Então, antes de investir, considere usar as regras da associação como referência para avaliar as suas decisões ao montar a carteira de investimentos.

Gostou de aprender mais sobre o mercado financeiro? Então acesse este post sobre onde investir 100 mil reais!