Renova Invest Facebook

Setor alimentício e petrolífero: reflexos nos investimentos

Setor alimenticio
Setor alimenticio

No final de fevereiro de 2022, as atenções do mundo se voltaram para a guerra entre Ucrânia e Rússia. Embora o conflito afete todo o mercado, existem áreas mais impactadas que outras — como o setor alimentício e o petrolífero.

Contudo, além de entender quais são as consequências sobre os segmentos da economia, vale compreender como o conflito pode gerar impacto nos seus investimentos. Assim, você consegue se planejar melhor para tomar decisões a respeito da composição da sua carteira.

Neste artigo, você descobrirá quais são os reflexos da guerra entre Ucrânia e Rússia nos setores de petróleo e alimentação!

Qual é o contexto da guerra entre Rússia e Ucrânia?

Antes de compreender quais podem ser os efeitos do conflito em diferentes segmentos da economia, vale a pena entender a situação de guerra entre Rússia e Ucrânia. O conflito teve início oficial em 24 de fevereiro de 2022, diante da invasão russa ao território ucraniano.

O conflito não tem uma causa única ou recente — em 2014 já tinha ocorrido a anexação da Crimeia pela Rússia, por exemplo. No caso da guerra de 2022, entretanto, pesaram questões como a crescente influência da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e o interesse da Ucrânia em se juntar a essa aliança militar.

Qual é a relação do setor alimentício e do setor petrolífero com a guerra?

Após entender o contexto da disputa entre Rússia e Ucrânia, é essencial compreender parte dos impactos que tendem a ocorrer em consequência da guerra. Os efeitos na economia estão entre os mais importantes, com destaque para dois segmentos: o de petróleo e o de alimentos.

A seguir, descubra qual é a influência da guerra no Leste Europeu nessas duas áreas da economia!

Setor petrolífero

O petróleo é considerado uma commodity mineral, já que serve como matéria-prima para diversos processos industriais e tem seu preço regulado pelo comércio internacional. Assim, o preço do barril de petróleo costuma ser sensível às condições do mercado e pode flutuar em um cenário com riscos diferentes.

Nesse contexto, com a eclosão da guerra, era esperado que o preço do barril subisse — e foi o que aconteceu. O preço do barril de petróleo do tipo WTI, por exemplo, superou os 116 dólares, em 3 de março de 2022. Essa foi a maior cotação desde 2008, quando houve a crise do mercado imobiliário dos Estados Unidos.

Além disso, é preciso considerar que a Rússia está entre os principais países produtores e exportadores de petróleo. Então a guerra já teve como efeito interromper a distribuição da commodity, diminuindo a oferta no mercado e aumentando o preço.

Ainda, diversos países impuseram sanções econômicas à Rússia. Entre as medidas, está a proibição de importação do petróleo e do gás natural russo por parte dos Estados Unidos. Logo, tende a haver uma elevação no preço do petróleo e de seus derivados.

Setor agrícola

Assim como acontece com o petróleo, as commodities agrícolas são impactadas pela guerra — e isso afeta diretamente o setor alimentício. Na prática, também existem dois motivos principais para esse problema.

A primeira razão envolve o papel de ambos os países na exportação de produtos agrícolas. A Ucrânia é especialmente conhecida pela sua capacidade de exportação de trigo. Com os ataques sofridos pela Rússia, tende a haver uma redução na venda desses produtos — o que pode aumentar os preços no mercado.

Ainda, é preciso considerar que a Rússia recomendou a suspensão das exportações de todos os fertilizantes e insumos relacionados a eles. Belarus, país aliado da Rússia, também seguiu a recomendação.

Essa decisão alcançou especialmente o setor alimentício do Brasil. Como existe uma grande dependência dos insumos oriundos da Rússia, a capacidade produtiva do setor alimentício brasileiro pode ser afetada em algum momento.

Como esses movimentos refletem na carteira de investimentos?

Até aqui, você conferiu quais são os principais impactos da guerra na Ucrânia no setor petrolífero e no setor alimentício. Além disso, é válido saber que esses movimentos podem se refletir diretamente no portfólio de investimentos.

Por um lado, empresas petrolíferas e de commodities agrícolas podem obter ganhos maiores, devido ao aumento dos preços no mercado internacional. Isso pode se refletir em uma valorização pontual das ações, por exemplo.

Ao mesmo tempo, é preciso considerar que ocorre uma ampliação no nível de volatilidade geral do mercado financeiro. Como consequência, altos e baixos nos preços podem ser mais frequentes e mais intensos, tornando o cenário mais arriscado.

Para quem tem maior tolerância ao risco, o cenário pode trazer condições que podem justificar a abertura de uma posição. Uma queda momentânea no mercado de ações, por exemplo, pode estimular a aquisição de papéis com condições mais favoráveis.

Porém, também é necessário observar que esse contexto está atrelado a um aumento na inflação. Com a elevação do preço do petróleo, a gasolina fica mais cara e todas as etapas de logística são afetadas. O repasse de preços pode chegar ao consumidor final, assim como acontece com o setor alimentício.

Então, é preciso considerar que os possíveis ganhos no mercado de ações ou com outras oportunidades são parcialmente comprometidos pela aceleração da inflação na economia nacional.

Como proteger o portfólio das instabilidades?

Como você viu, um cenário de guerra traz mudanças não apenas no setor alimentício e petrolífero. Na verdade, toda a economia global é afetada, então é especialmente importante saber como e onde investir para se proteger.

O primeiro passo envolve manter o foco no seu perfil e objetivos. Em um cenário desse tipo, muitas pessoas fazem investimento de maneira precipitada, o que aumenta os riscos. No entanto, é essencial focar em sua estratégia ao tomar decisões.

Outro aspecto relevante é criar uma carteira diversificada. Ao evitar a concentração de recursos, você impede que todo seu patrimônio dependa apenas das condições do mercado brasileiro, por exemplo. Ainda, vale a pena diversificar entre os setores e tipos de investimentos.

Para ajudar a saber como investir nesse momento, você pode contar com ajuda profissional. Com apoio dos assessores de investimentos, é possível entender melhor as condições do cenário e identificar quais podem ser as melhores alternativas para o seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros.

A partir desses dados, é possível compreender como o setor petrolífero e o setor alimentício são impactados pela guerra da Ucrânia. Considerando essas informações, você tem mais chances de tomar decisões adequadas para o seu portfólio e a sua estratégia.

Quer ajuda para acompanhar o mercado e tirar dúvidas? Fale conosco da Renova Invest!

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.