Quem inicia seus investimentos ou começa a realizar pesquisas sobre o assunto pode ficar confuso no meio de tantas informações e alternativas no mercado financeiro. Felizmente, é possível contar com ajuda profissional para facilitar esta jornada. Uma das opções é a assessoria de investimentos.

Contudo, muitas pessoas ainda não conhecem detalhes a respeito desse serviço e seu funcionamento, deixando de aproveitar os seus benefícios. Por isso, é importante entender como funciona a assessoria e como ela pode ajudá-lo no mercado financeiro.

Neste artigo, você descobrirá os principais pontos sobre a atuação da assessoria de investimentos e sua importância na jornada de todo investidor.

Confira!

O que é a assessoria de investimentos?

A assessoria de investimentos é um serviço realizado pelos assessores — que eram conhecidos como agentes autônomos de investimentos (AAIs). Esses são profissionais qualificados e certificados no mercado financeiro, responsáveis por prestar atendimento direto aos investidores.

Vale notar que esse serviço não está relacionado a análise ou indicação de aplicações financeiras na renda fixa ou de ativos e derivativos na bolsa de valores. Na verdade, a assessoria de investimentos apresenta as oportunidades de investimentos disponíveis no mercado e esclarece dúvidas sobre elas.

Como funciona uma assessoria de investimentos?

Além de entender o que é o serviço, vale a pena conferir como se dá o funcionamento de uma assessoria de investimentos. Trata-se de uma empresa formada por assessores que atuam de modo vinculado a uma instituição financeira, como um banco de investimentos.

Nesse caso, os assessores apresentam os investimentos disponíveis na instituição e na bolsa de valores, de acordo com as características e os interesses do cliente. Note que o assessor pode atuar como pessoa física ou jurídica, mas ele não tem vínculo trabalhista com a instituição financeira.

É por isso que a comparação entre o assessor e o gerente de bancos não é verdadeira. Embora o assessor represente as oportunidades de uma instituição, ele atua de maneira independente. Logo, não há vínculo de trabalho com o banco — e o profissional pode oferecer o melhor atendimento para o cliente, considerando suas necessidades.

Já o gerente de banco comercial integra o quadro de funcionários da instituição. Ao oferecer investimentos, ele pode estar atrelado a metas do banco, o que causa conflito de interesse. Afinal, nem sempre o que é bom para a empresa também é positivo para o investidor, certo?

Um exemplo é a oferta de títulos de capitalização, que não são exatamente investimentos, mas costumam ser apresentados aos correntistas. Portanto, é essencial entender as diferenças de responsabilidades e de atuação entre assessores e gerentes de banco.

DESCUBRA COMO INVESTIR COMO UM PROFISSIONAL Investir como um profissional

DESCUBRA COMO INVESTIR COMO UM PROFISSIONAL Investir como um profissional

Saiba tudo sobre ETFS - a forma de sostificar os seus investimentos

O que o assessor de investimentos pode ou não fazer?

Dando continuidade ao seu entendimento sobre a assessoria de investimentos, vale a pena compreender quais são as responsabilidades do assessor. Assim, fica mais fácil entender como o profissional pode ajudar e agregar valor à experiência do investidor.

Ao mesmo tempo, é necessário ter atenção com as atividades que são vetadas a esse profissional. Por isso, descubra o que o assessor de investimentos pode ou não fazer no dia a dia!

Apresentação de investimentos

Uma das principais atividades do assessor consiste na apresentação de oportunidades disponíveis no mercado financeiro. Esses investimentos integram o portfólio da instituição a qual ele está vinculado, sendo que a apresentação considera as características, diferenciais e riscos.

Vale notar que as opções são trazidas com base no perfil de investidor e nos objetivos financeiros de cada cliente. Logo, há a consideração das necessidades específicas para que a exibição de investimentos ocorra de modo personalizado.

Esclarecimento de dúvidas

O assessor de investimentos também tem o papel de ajudá-lo a esclarecer dúvidas sobre o mercado financeiro. Como ele possui certificações profissionais, você tem acesso a informações confiáveis e corretas sobre investimentos.

Ao contar com o serviço, você pode tirar dúvidas sobre o funcionamento de um título ou ativo, o modo de realizar uma operação ou a adoção de uma estratégia, por exemplo. Assim, é possível evoluir seus conhecimentos acerca do assunto e tomar decisões mais adequadas.

Apoio no acompanhamento do mercado

Você também pode contar com o assessor para acompanhar o mercado com mais facilidade. Na prática, o profissional poderá ajudá-lo a entender os movimentos do mercado, considerando riscos e oportunidades que podem surgir.

Além disso, o assessor poderá auxiliá-lo a entender os resultados da sua carteira com o passar do tempo. Assim, é mais fácil compreender quais adaptações realizar e como reagir em determinadas situações do mercado.

Por outro lado, o assessor de investimentos é proibido de desempenhar determinadas funções, como:

  • analisar investimentos e oportunidades do mercado financeiro;
  • recomendar operações, ativos, derivativos, produtos ou veículos financeiros;
  • realizar operações em nome do investidor;
  • fazer a gestão da carteira de investimentos.

Desse modo, o objetivo do assessor de investimentos não é dizer, a quem investe, o que fazer ou em quais ativos aportar. Na verdade, ele presta auxílio na organização das informações para levar o assessorado a tomar decisões mais conscientes. Interessante, não é?

Como é a rotina de um assessor?

Para executar as atividades permitidas na profissão, o assessor de investimentos tem responsabilidades diferentes. O processo começa com a captação de clientes, então ele deve atuar para atrair investidores interessados nesse tipo de serviço.

Depois, o assessor precisa analisar as informações de cada cliente, sempre de maneira individual. Além de ajudar na identificação do perfil de investidor, ele costuma realizar reuniões para entender melhor as perspectivas financeiras, os objetivos com os investimentos e a capacidade de aporte.

Ademais, o profissional atende às solicitações dos investidores que surgem no dia a dia, como um contato para esclarecer dúvidas pontuais ou ajudar em determinadas operações. Pelo mesmo motivo, o relacionamento com o cliente costuma ser prolongado.

Nesse sentido, o assessor costuma acompanhar a sua carteira de clientes — contatando os investidores periodicamente. Portanto, a rotina dele deve ser organizada e estruturada para haver equilíbrio entre a captação de novos investidores e a manutenção daqueles que já contam com o serviço.

O que é preciso para ser um assessor de investimentos?

Após entender o que o assessor de investimentos pode fazer, vale a pena saber quais requisitos ele deve cumprir para atuar na função. A profissão é regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a qual estabelece regras para resguardar os participantes do mercado financeiro.

É por isso que uma das principais exigências é a certificação profissional da Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias (Ancord). Por meio dela, é possível comprovar os conhecimentos no mercado financeiro — o que oferece mais segurança para todos os envolvidos.

Após obter a aprovação na prova, o profissional precisará obter o credenciamento junto à CVM. Para tanto, é preciso cumprir regras como:

  • ter diploma de conclusão de curso superior em qualquer área;
  • apresentar comprovante de aprovação no exame da Ancord;
  • fazer o pagamento anual da taxa de fiscalização.

Se obtiver resposta positiva sobre o credenciamento, o profissional poderá atuar como um assessor de investimentos autorizado pela CVM.

Ainda, vale a pena destacar que existem outros profissionais com certificações diferentes no mercado financeiro, como o analista de investimentos ou o gestor. Cada certificado exige comprovações específicas e autoriza o profissional a realizar determinadas funções.

Como a assessoria pode lhe ajudar?

Agora que você aprendeu o que é a assessoria de investimentos e como funciona o serviço prestado pelo assessor, é hora de descobrir como a solução pode ajudá-lo. Assim, você entende a importância de contar com apoio profissional ao investir.

A seguir, saiba quais podem ser vantagens de contratar uma assessoria e veja como você pode se beneficiar!

Conhecimento de oportunidades diferenciadas

Você já aprendeu que um dos principais objetivos do assessor de investimentos é apresentar oportunidades do mercado financeiro, certo? É assim que ele promove mais autonomia do investidor sobre os produtos e ativos disponíveis.

Com esse serviço, você pode ter ajuda para encontrar os melhores investimentos para compor sua carteira. Além disso, existe a vantagem de conhecer alternativas que, de outro modo, poderiam não ser notadas em sua análise.

Então, sem a ajuda de um assessor, é possível que você deixe de conhecer diversas alternativas disponíveis na plataforma do seu banco de investimentos. Logo, a assessoria pode ajudá-lo a conferir oportunidades diferenciadas no mercado financeiro.

Acesso facilitado às principais informações

Ter informação de qualidade é essencial para fazer boas escolhas no mercado de investimentos. Contudo, muitos investidores alocam dinheiro em aplicações pouco atrativas ou têm prejuízos por falta de conhecimento sobre os ativos nos quais investe.

Por isso, o trabalho do assessor é tão importante. Com as informações que ele oferece, você poderá ter mais independência em suas escolhas. Ao mesmo tempo, surgem oportunidades para tomar decisões de maneira orientada e com base em uma visão completa do mercado.

Afinal, ao conversar com um profissional dessa área, você pode entender — de forma didática e personalizada — como cada investimento funciona para o seu caso.

Acompanhamento da sua jornada como investidor

O apoio prestado pelo assessor de investimentos não se reduz ao primeiro contato com você. Além de ajudá-lo a entender o seu perfil de investidor e de apresentar as opções condizentes com ele, o profissional pode acompanhar sua atuação no mercado financeiro.

Esse é um diferencial interessante, já que as suas decisões na carteira de investimentos não têm que ser definitivas. Tenha em mente que os seus objetivos e o seu perfil de investidor podem mudar ao longo do tempo. Com o apoio necessário, é mais fácil fazer adaptações na estratégia.

Isso porque o assessor continuará mantendo contato e apresentando novas oportunidades disponíveis no mercado. Então, além de atender a mudanças nas suas características, você também confere as novidades do mercado e pode decidir se vale a pena incluí-las em seu portfólio.

Desenvolvimento da educação financeira

O serviço de assessoria também é essencial para você aprofundar o seu nível de educação financeira. Essa é uma forma de conhecer melhor o mercado financeiro e as alternativas disponíveis, além de compreender como acontece a tomada de decisão para compor a carteira.

Nesse contexto, os investidores iniciantes têm uma ajuda relevante para lidar com as questões do mercado. Já os investidores experientes podem refinar seus conhecimentos e ter acesso a novas abordagens sobre as oportunidades e estratégias existentes.

Quanto custa o serviço de assessoria?

Até aqui, você notou que o assessor pode ajudá-lo a fazer investimentos mais adequados às suas necessidades. Isso porque compreender o mercado e identificar oportunidades são pontos fundamentais para ter bons resultados com os aportes.

Em relação a eventuais taxas associadas a esse serviço, saiba que a assessoria de investimentos não tem custos para o investidor. Isso é possível porque a remuneração é paga pela instituição financeira, conforme as condições acordadas com o assessor e os investimentos escolhidos pelos investidores.

Porém, vale destacar que o funcionamento não gera conflito de interesse. Afinal, os assessores precisam manter a satisfação dos investidores para que eles permaneçam realizando operações, não é mesmo?

Portanto, o assessor ético e capacitado apresentará sempre as melhores opções para cada pessoa. Assim, você pode aproveitar todos os benefícios do serviço, sem comprometer os resultados da sua carteira.

Como contratar um escritório de assessoria?

Depois de conferir essas informações, pode ser que você tenha interesse em contratar uma assessoria de investimentos. Nesse caso, é preciso seguir alguns passos para, em pouco tempo, contar com a expertise do time de assessores.

A primeira tarefa é abrir conta em um banco de investimentos. Ao escolher o BTG Pactual, por exemplo, você contará com uma instituição renomada, com diversos investimentos disponíveis e assessorias de alta qualidade vinculadas a ela.

Depois de abrir a sua conta, basta selecionar o escritório de assessoria de investimentos com o qual você deseja se relacionar. Aqui, na Renova Invest, você tem acesso a um time experiente, qualificado e que é focado na sua máxima satisfação.

Como você viu, a assessoria de investimentos oferece um serviço essencial e que facilita conhecer, avaliar e escolher entre as alternativas do mercado financeiro. Com o apoio do time certo, você terá acesso a informações importantes e poderá usá-las a seu favor para compor o portfólio.

Quer ajuda de uma assessoria completa para as suas necessidades? Entre em contato conosco da Renova Invest e fale com um de nossos assessores!