O que é um canal de baixa Descubra

O que é um canal de baixa? Descubra!

Quem especula no mercado, como no day trade ou swing trade, explora oscilações da bolsa de valores em busca de lucros. Nesse caso, é comum usar a análise técnica que, entre as suas ferramentas, tem o canal de baixa.

Ele é uma espécie de padrão gráfico que indica a tendência de movimentação dos preços. Assim, é possível identificar oportunidades de entrar ou sair no mercado de Ações ou derivativos, por exemplo.

Para saber como usar o canal a seu favor, entenda o que é essa alternativa e veja como incorporá-lo em sua avaliação!

O que são topos e fundos?

Primeiramente, é preciso entender conceitos que são essenciais para a análise técnica: os topos e os fundos. Um topo corresponde ao maior preço de negociação do ativo ou derivativo no intervalo de análise e é marcado por um pico no gráfico.

Já o fundo é o exato oposto e é formado pelo menor preço de venda durante o período de interesse. Portanto, é caracterizado por um vale no gráfico.

Esses dois termos dão origem a outros dois elementos essenciais: suporte e resistência. O suporte funciona como o piso e indica que é menos provável que o ativo seja negociado por um preço menor no intervalo.

Por outro lado, a resistência atua como um limite à valorização dos ativos ou derivativos. Então aponta que é menos provável que a negociação ocorra acima daquele número.

No entanto, isso não é impossível de acontecer. Os limites podem ser rompidos e pode acontecer a chamada perda de suporte ou o rompimento de resistência. Nesse caso, o movimento pode apresentar uma reversão de tendência ou voltar depois para os mesmos limites.

O que é um canal dentro do gráfico?

Conhecer esses conceitos é importante para a especulação de mercado e é especialmente necessário quando falamos em um canal no gráfico. Isso porque os canais são formados por linhas que consideram os topos e fundos.

No caso, a linha de tendência pode ser composta pela união entre os topos e a linha paralela ser composta pela união entre as linhas de fundos — ou vice-versa. O fato é que elas servem para indicar uma tendência, que pode se consolidar ou não, a respeito dos ativos e derivativos.

O canal formado pela união dessas linhas compreende o movimento de preços. A partir daí, é possível fazer uma análise a respeito das perspectivas para o mercado.

O que é o canal de baixa?

O canal de baixa é constituído por uma linha de tendência de baixa associada a uma linha paralela, entre as quais ficam os candles referentes aos dados. Ele se caracteriza pela queda de preço em avaliação macro, embora possa haver oscilações positivas ao longo do período avaliado.

Portanto, podemos dizer que ele representa uma tendência de que o preço se tornará cada vez menor com o passar do tempo, até que algo mude o movimento. Quando o preço do ativo ou derivativo fica acima da linha de tendência pode ser sinal de reversão.

Como ele se diferencia do canal de alta?

Considerando que a linha de tendência pode ser baixa ou de alta, é natural que exista tanto um canal de baixa quanto um de alta, certo? Essa segunda versão representa o movimento oposto. Ou seja, se dá pelo aumento macro do preço, embora ocorram oscilações de queda.

Sendo assim, um canal de baixa aponta para a queda geral do preço ou do volume de negociação. Enquanto isso, o canal de alta representa uma valorização em potencial. Graficamente, isso significa que o canal de alta segue uma trajetória ascendente e o de baixa faz um movimento descendente.

Como funciona o canal de baixa?

Considerando as características mais relevantes do canal de baixa, podemos começar pela composição das linhas. A linha superior conecta os sucessivos topos, enquanto a linha inferior fica responsável pela conexão dos pontos marcados pelos fundos.

Esse funcionamento serve para facilitar a visualização dos suportes e das resistências. Assim, é possível reconhecer se a tendência é que o movimento continue decrescente ou se há chances de ocorrer uma reversão.

A dispersão dos candles é mais uma característica do funcionamento do canal. Eles tendem a se movimentar para cima e para baixo, dependendo da atuação das forças do mercado, mas permanecem entre as linhas.

Se o preço ficar abaixo da linha inferior é sinal que houve uma perda de suporte e que a tendência de baixa se acentuou. Já se o preço superar a linha superior é indício de uma reversão de tendência, com aumento dos preços e potencial encerramento do canal.

Como identificá-lo?

Agora que você já conhece as principais características do canal de baixa, pode saber como identificá-lo. Uma das formas de fazer isso é avaliar o comportamento dos topos. Diante da tendência de baixa, os topos se tornam cada vez menores.

Então é possível perceber que os maiores preços de negociação no período vão decaindo. O mesmo acontece com os fundos, pois os vales podem ficar mais profundos. O próximo fundo tende a ser menor que o anterior e assim sucessivamente.

Graficamente, você pode ter a ajuda de ferramentas de análise que traçam a linha de tendência e sua auxiliar paralela, o que permite reconhecer a presença do canal.

Como usar o canal de baixa em sua avaliação?

Como a análise gráfica se beneficia da identificação de um canal de baixa, é importante saber como utilizá-lo para apoiar sua tomada de decisão. Ao reconhecer um canal de baixa logo no começo, por exemplo, você pode decidir pela venda descoberta para aproveitar o movimento descendente.

Também é possível ter tal comportamento como referência para não perder a chance de adquirir o ativo ou derivativo quando o preço estiver menor, se houver expectativa de alta posterior para consolidar os lucros.

Mas é importante unir o canal de baixa a outros indicadores e padrões gráficos, de modo a obter informações ainda mais completas e relevantes para prever tendências. Assim, há como reduzir os riscos de erros na tomada de decisão.

Agora você sabe que o canal de baixa é formado pela linha de tendência decrescente. Diante da identificação do padrão no gráfico do ativo ou derivativo de interesse é possível se preparar para tomar uma decisão que viabilize a conquista do lucro com a especulação!

Ainda tem alguma dúvida sobre esse canal ou como ele pode ajudá-lo em sua avaliação? Deixe nos comentários e participe!

(Visited 10 times, 1 visits today)

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Deixe uma resposta


Postagens Relacionadas

Mais Lidos

Categorias

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.