Front Runner entenda essa prática criminosa no mercado financeiro

Front Runner: entenda essa prática criminosa no mercado financeiro

Se você tivesse a capacidade de prever o futuro, poderia ganhar muito dinheiro na bolsa de valores, não é verdade? Afinal, cenários tanto de alta quanto de baixa oferecem a possibilidade de lucrar, e você poderia aproveitar todos eles.

Acontece que não temos a capacidade de prever com certeza o futuro. Mas muitas pessoas usam informações privilegiadas para obter vantagens no mercado. Por exemplo, utilizando o chamado front running.

Também conhecida como front runner, essa prática é ilegal e pode levar uma pessoa a tirar proveito de determinadas informações. Em resultado disso, ela obtém altos lucros de modo indevido no mercado financeiro.

Quer entender o que é front running, como essa prática funciona e por que ela é um crime? Continue a leitura e descubra!

O que é front running?

A expressão inglesa front running remete a um corredor que está correndo à frente de todos os outros. Talvez você encontre por aí a expressão front runner, que contém um pequeno erro gramatical.

Mas as duas se referem à mesma coisa: aproveitar-se de uma insider information para operar na bolsa. Insider information é outra expressão comum quando se trata de front running. Ela se refere a uma informação interna que certas pessoas obtêm em primeira mão, antes de todo mundo.

Como o front running funciona?

Para você entender melhor o front running, falaremos um pouco sobre como ele funciona. Para isso, nada melhor que um exemplo.

Imagine um profissional do mercado financeiro recebe uma ligação de um cliente interessado em comprar alguns milhões em Ações de determinada empresa. Qual seria o efeito dessa operação no mercado financeiro?

A lei da oferta e da demanda atuaria imediatamente. Visto que uma compra desse porte significa uma grande demanda, o preço da Ação sobe logo após a operação. Acontece que os profissionais que atuam no mercado sabem muito bem que isso acontecerá.

Qual seria a atitude correta se este profissional tivesse a obrigação de emitir a ordem, a partir da solicitação do investidor? Acatar o pedido do cliente, executando a ordem de compra.

O problema é que o profissional poderia querer aproveitar a oportunidade, fazendo uma operação de compra antes. Depois do aumento no preço, ele poderia fazer uma venda, realizando um lucro fácil.

O profissional do nosso exemplo correu na frente com sua operação, o que caracteriza o front running.

Por que o front running é uma ação criminosa?

Agora temos uma questão importante para responder: qual é o problema do front running?

Para começar, essa discussão entra no campo da ética. Independentemente da existência de leis referentes ao assunto, é visto como algo errado fazer uso indevido de informações privilegiadas.

É por isso que o profissional pode ser punido na esfera administrativa se vier a praticar o front running. No entanto, também existem leis bem claras que tratam do assunto. A Lei nº 6.385 de 1976 regula o funcionamento do mercado de capitais.

Ela foi alterada em 2001 pela Lei nº 10.303, que incluiu detalhes sobre informações privilegiadas. O artigo 27-D define pena de reclusão e multa para quem usar informação relevante ainda não divulgada ao mercado para obter vantagem indevida negociando valores mobiliários.

Quais são as diferenças entre front running e insider trading?

É possível confundir os conceitos de front running e insider trading. Vamos ver as diferenças entre eles? Ambos têm um fator em comum: a existência de uma informação privilegiada e seu uso para se obter vantagem indevida.

Mas, no insider trading, a pessoa está presente onde a informação nasce. Quer ver um exemplo? Em 2017, os irmãos Joesley e Wesley Batista foram convocados para uma delação premiada. Eles sabiam que o evento derrubaria o preço das Ações da JBS e faria o preço do dólar subir.

O que eles fizeram? Venderam suas Ações e compraram dólares. Esse uso indevido de informação privilegiada entrou para a lista de crimes que eles haviam cometido.

Algo parecido aconteceu com Eike Batista, dono das empresas X. Ele foi denunciado por usar informações privilegiadas para vender Ações da OSX Construção Naval S/A. O empresário foi acusado de crimes contra o sistema financeiro e a ordem econômica.

Como podemos ver, no insider trading, a pessoa está presente quando a informação surge. Por outro lado, no front running, a pessoa atua em determinada posição no mercado financeiro. Isso pode eventualmente colocá-la em contato com informações privilegiadas.

O high-frequency trading se caracteriza como front running?

Já que estamos conversando sobre front running, é bom mencionar sua relação com o high-frequency trading (HFT). Na verdade, não há ligação direta entre eles, embora o HFT já tenha causado problemas em um índice americano.

High-frequency trading

Primeiramente, sabe o que significa high-frequency trading? É o trading de alta frequência. Ele é possibilitado por softwares que fazem uma quantidade imensa de operações na bolsa em frações de segundos.

Tais programas analisam um grande volume de dados e tomam decisões de compra e venda, executando-as. Seres humanos não seriam capazes de fazer isso com a mesma eficiência. Mas como ele pode causar problemas?

O Flash Crash de 2010

Já ouviu falar do índice Dow Jones? Ele mede o desempenho médio das 30 empresas mais negociadas na bolsa de Nova Iorque. Em 2010, um computador gerou uma enorme quantidade de operações caracterizadas como HFT, derrubando o índice.

O evento, que ficou conhecido como Flash Crash, levantou as seguintes questões:

  • Será que havia traders se beneficiando indevidamente do uso de tais softwares?
  • Já que os computadores são capazes de correr à frente de operadores humanos, será que isso caracteriza front running?

Contudo, chegou-se à conclusão de que não era o caso. O motivo é que, no HFT, os computadores analisam dados públicos. Ou seja, eles não lidam com informações privilegiadas. Além disso, os operadores não ganham dinheiro em função de informações concedidas por clientes.

Como você viu, o front running, às vezes chamado de front runner, pode fazer com que uma pessoa obtenha lucro de modo indevido. É bom saber que a regulamentação do mercado financeiro conta com meios que coibem essa prática.

Assim, os investidores podem fazer suas operações com tranquilidade. O mais importante é ter conhecimento para fazer as melhores escolhas!

Gostou de entender o conceito de front running? Aproveite para saber mais ao ler sobre o que são e como funcionam as Ações!

(Visited 157 times, 1 visits today)

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Deixe uma resposta


Mais Lidos

Postagens Relacionadas

Categorias

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.