Renova Invest Facebook

Como funciona o mercado de crédito de carbono?

Talvez você não se lembre, mas em março de 2022, surgiram várias notícias sobre o fato que o Rio de Janeiro teria uma bolsa de valores dedicado ao mercado de carbono e outros ativos sustentáveis, como energia, clima e florestas. O protocolo de intenções foi assinado em Nova Iorque, pelo governador Cláudio Castro, com a Nasdaq e a Global Environmental Asset Plataform (GEAP), sendo o primeiro passo para implantação da plataforma no Brasil.

Por isso que em um mundo cada vez mais preocupado com as questões ambientais, os créditos de carbono acabaram ganhando bastante destaque. A seguir, veja mais sobre isso e entenda como o mercado funciona.

Mercado de carbono

Você deve estar curioso sobre como é e funciona o mercado de carbono. Os créditos são vendidos por países que reduziram as emissões para outros países que ainda não atingiram suas metas de diminuição de gases causadores do efeito estufa (GEEs).

Com isso, os recursos financeiros são aplicados em projetos de emissões de gases de efeito estufa. Esse novo mercado vai resultar na geração de empregos e atração de empresas nacionais e internacionais. Outro ponto é que tornará o Rio de Janeiro no líder na economia de baixo carbono.

A meta é trazer os ativos ambientais da iniciativa privada para serem negociados por meio da plataforma da Nasdaq. Isso porque o estado do Rio de Janeiro possuiu 31% de sua área coberta por florestas naturais, correspondendo a 1,3 milhão de hectares. Até 2050, a expectativa do governo é aumentar a área florestal de Mata Atlântica no estado em 10%.

ONDE INVESTIR
EM 2024
DESCUBRA COMO ESCOLHER AS PEÇAS CERTAS PARA CONSTRUIR UM PORTFÓLIO SÓLIDO.

Quanto custa o carbono? Descubra aqui. 

Descarbonização da economia

Segundo informações da Bolsa de Valores do Brasil (B3), organizações de vários setores no Brasil – Amaggi, Auren, B3, Bayer, BNDES, CBA, Dow, Natura, Rabobank, Raízen, Vale, Votorantim e Votorantim Cimentos – se juntaram para desenvolver o mercado de carbono de forma voluntário no Brasil, afim de contribuir com o mercado global de créditos de carbono.

Isso porque a descarbonização da economia é uma prioridade para diversos países, representando mais de 90% do PIB global. O mercado voluntário de carbono faz parte do conjunto de soluções para a descarbonização da economia global.

Os principais objetivos a serem alcançados, segundo a Bolsa de Valores do Brasil é:

  • Ativar a oferta por meio dos melhores processos de certificação/verificação e suporte a discussões regulatórias;
  • Desenvolver os instrumentos financeiros necessários para alinhar a demanda com a oferta;
    definir requisitos para um mercado “com curadoria” e endereçar as principais implicações fiscais;
    projetar o órgão de governança independente para coordenar o mercado;
  • Elaborar a estratégia de engajamento com as principais partes interessadas, de acordo com a definição oficial.

O que são créditos de carbono?

De forma prática e resumida para você nunca mais ficar em dúvida, os créditos de carbono são como investimentos alternativos e representam uma tonelada de carbono que deixou de ser emitida para a atmosfera, ou seja, contribuindo para a diminuição do efeito estufa.


Os créditos de carbono podem ser gerados de várias formas, um bom exemplo é a substituição de combustíveis em fábricas, de uma maneira que as empresas deixam de usar recursos poluentes e passam a usar biomassas renováveis. Isso diminui o impacto na natureza e também ajuda na diminuição do desmatamento.

É possível calcular quanto de carbono deixou de ser emitido, gerando assim os créditos de carbono que é a moeda utilizada no mercado de carbono. Seguindo esta lógica, as empresas que possuem um nível de emissão muito alto podem comprar créditos de carbono para compensar suas emissões. No fim, mesmo que indiretamente, ajudam a equilibrar o nível de emissões de gases de efeito estufa (GEE) na atmosfera.

Como funciona este mercado?

Uma instituição paga a outra pelo direito de emitir gases que provocam o efeito estufa, como o famoso dióxido de carbono (CO2). Quem recebe esse dinheiro pode investir em fontes de energia renováveis, uma vez que cada crédito é equivalente ao aquecimento global causado por uma tonelada métrica de CO2.

Esse mercado em crescimento é demandado principalmente pelas companhias que mais poluem, as empresas aéreas, por exemplo. Inclusive, países que assinaram o acordo climático de Paris também demandam créditos porque as compensações podem servir como uma alternativa boa e mais barata do que simplesmente reduzir muito o uso de combustíveis fósseis.

Já há algumas fintechs especializadas na área que permitem a compra e a venda desse tipo de ativo no mercado financeiro por parte das empresas e das pessoas físicas também. O preço funciona como os das commodities, em que o valor é determinado pela oferta e pela demanda.

Uma das principais organizações empresariais que atuam nesse tipo de negócio dentro do mercado de crédito de carbono no Brasil é a Moss. Pegando essa empresa como parâmetro, eles desenvolveram uma plataforma que possibilita a compra e venda desses créditos em lotes mínimos menores que R$ 1 mil, para promover mais acessibilidade aos investidores.

Conheça o ETF iShare Índice Carbono (ICO2)

Você já pensou em investir em empresas com foco na sustentabilidade? O iShares Índice Carbono Eficiente se trata de um ETF e pode ajudar nessa tarefa. Assim, ele é interessante para investidores que consideram como critérios o bem-estar social e do meio-ambiente.

A valorização desse tema tem crescido em todo o mundo e não é uma novidade. Nos investimentos, o assunto também tem ganhado atenção e, inclusive, dado resultados. Isso porque companhias com viés sustentável podem apresentar boas perspectivas econômicas.

Por esse motivo, investir com tal visão pode ser uma boa alternativa. E o ETF iShares Índice Carbono Eficiente dá essa possibilidade. Leia mais sobre isso aqui. 

Não perca tempo e aperfeiçoe seus conhecimentos sobre as marcas mais valiosas, se inscreva no nosso canal do YouTube para explorar as melhores oportunidades de investimentos no mercado.

Quer saber mais sobre o mercado e suas oportunidades? Entre em contato conosco da Renova Invest!

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
2 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.