Se você está pensando em investir em ações, saiba que não é preciso se limitar às empresas listadas no Brasil. A exposição a papéis de companhias estrangeiras pode ser feita através de BDRs que são negociados na B3 — a bolsa de valores brasileira. Entre eles há o BIVW39.

Ele diz respeito a um BDR com lastro no ETF Ishares S&P 500 Growth — índice composto por diversas companhias internacionais de grande capitalização. Algumas delas são empresas do setor da tecnologia, comunicações e assistência médica, além de outros segmentos em expansão.

Quer saber como funciona efetivamente o BIVW39? Então não deixe de acompanhar este conteúdo e veja se o investimento em BDR é apropriado para você. Está pronto?

O que é um BDR?

Para entender melhor o funcionamento do BIVW39 é preciso conhecer primeiro o que é um BDR. O brazilian depositary receipt (BDR) — ou, traduzido, certificado de depósito de valores mobiliários — é um investimento de renda variável negociado na B3.

Através dele o investidor se expõe a ativos financeiros que não são listados no Brasil. Seu funcionamento depende de uma instituição depositária, que adquire investimentos estrangeiros e depois emite BDRs com lastro neles.

Antes de 2020, os BDRs somente podiam estar atrelados a ações de empresas estrangeiras. No entanto, naquele ano, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) flexibilizou as regras. Os BDRs passaram a contemplar os títulos de dívida pública, ETFs e outros tipos de investimentos.

O que é um ETF?

Ao conhecer brevemente o conceito de BDR vale conferir o que significa ETF. Afinal, o BIVW39 é um BDR lastreado em um ETF. Essa é a sigla para exchange traded fund — ou fundo de índice, como é conhecido no Brasil.

Eles são fundos de investimentos que objetivam acompanhar a performance de um benchmark. Logo, o fundo replica em seu portfólio a carteira teórica de um índice de referência escolhido.

Como em outros fundos, o patrimônio de um ETF é administrado por um gestor profissional. Ele realiza os investimentos conforme as diretrizes do índice. Nesse sentido, sua gestão é passiva, ou seja, não é preciso superar o desempenho do respectivo indicador, basta acompanhá-lo.

Quando o BIVW39 surgiu?

A partir da flexibilização das regras para emissão de BDRs em 2020, uma das maiores gestoras de valores mobiliários do mundo — a BlackRock Inc. — passou a lançar diversos certificados na bolsa brasileira. Entre eles está o BIVW39, anunciado em 29 de abril de 2021.

No início, o seu acesso era restrito a investidores qualificados — isto é, pessoas com mais de R$ 1 milhão em capital investido — ou profissionais certificados do mercado financeiro. Contudo, em 21 de junho de 2021, a B3 realizou a abertura de negociação do BIVW39 aos investidores em geral. Logo, eles podem ser adquiridos por qualquer pessoa.

A qual ETF o BIVW39 está atrelado?

Como você viu no início deste artigo, o BIVW 39 está atrelado ao ETF Ishares S&P 500 Growth (IVW). Esse fundo de índice, que também é gerido pela BlackRock, busca acompanhar a performance do S&P 500 Growth, que existe desde 22/05/2000.

DESCUBRA COMO INVESTIR COMO UM PROFISSIONAL Investir como um profissional

DESCUBRA COMO INVESTIR COMO UM PROFISSIONAL Investir como um profissional

Saiba tudo sobre ETFS - a forma de sostificar os seus investimentos

O S&P 500 Growth Index é composto por empresas de grande capitalização listadas na NYSE Arca (uma das bolsas de valores estadunidenses). Para uma empresa integrar nesse índice são avaliados três fatores: o crescimento das vendas, a relação entre ganhos e preços, e o momentum.

Entre as empresas listadas em 2021 estavam a Apple, Microsoft, Amazon, Facebook, Tesla, Nvidia, PayPal, Adobe, Netflix, Johnson & Johnson e muitas outras. Como essas são empresas que realizam o pagamento de dividendos, aquele que adquire o BDR BIVW39 também os recebe.

Porém, por se tratar de um ETF norte-americano, é preciso saber que há tributação. Nos Estados Unidos os dividendos são tributados em 30% — descontados na fonte. Além disso, no Brasil podem existir custos com Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e tarifa para o emissor do BDR.

Quais são as vantagens e riscos envolvidos em BDRs?

Dentre as principais vantagens em investir em BDRs pode ser apontada a praticidade. Isso porque o BDR permite que o investidor tenha o capital exposto a investimentos estrangeiros sem ter que passar pela burocracia de se vincular a corretoras estrangeiras e trocar moedas.

Outro ponto positivo se refere à diversificação, tendo em vista que através dos BDRs você poderá se expor a diferentes tipos de investimentos no exterior. Além disso, quando estão atrelados a ETFs, como acontece com o BIVW39, o portfólio fica ainda mais variado.

Também é uma vantagem a possibilidade de exposição a ações de grandes empresas internacionais que não são negociadas no Brasil. Por exemplo, ao investir no BIVW39, você está exposto indiretamente a companhias como a Apple, Microsoft, Amazon e outras multinacionais.

Mais um benefício é a dolarização de sua carteira de investimentos. Como grande parte dos BDRs está relacionada a empresas que têm suas ações negociadas em dólar, o investimento poderá servir como uma forma de proteger seu portfólio contra variações cambiais.

No que se refere aos riscos é preciso lembrar que o BDR é um investimento de renda variável. Nesse sentido, ele está sujeito a maiores riscos. Mudanças repentinas no mercado financeiro podem comprometer os resultados — e nem todos os investidores possuem perfil para suportar isso.

Também pesa contra os BDRs uma menor liquidez no mercado, já que são instrumentos ainda não muito explorados pelo brasileiro. Então você poderá encontrar alguma dificuldade, caso precise desfazer o investimento com rapidez.

Como investir no BIVW39?

Após ter adquirido bastante conhecimento acerca de BDRs — em especial o BIVW39, chegou o momento de aprender como investir nele.

O primeiro passo é avaliar se essa opção está adequada ao seu perfil de investidor e objetivos financeiros. Caso entenda que o investimento faz sentido para você, será preciso ter uma conta em um banco de investimentos de sua confiança para conseguir a acesso a um home broker.

Através do home broker você ingressará no ambiente de negociações da bolsa de valores. A partir de então, basta digitar o código de negociação — nesse caso, o BIVW39 — e escolher a quantidade e o preço que deseja pagar. Se houver uma contraparte interessada, o negócio é executado pela B3.

Viu como é fácil investir no BIVW39, o BDR do ETF iShares S&P 500 Growth? Caso você tenha dúvidas ou precise de auxílio, uma assessoria de investimentos pode ajudá-lo a conhecer não só essa, mas outras alternativas disponíveis no mercado.

Gostou deste conteúdo? Aproveite e o compartilhe com um amigo que ainda não conhece os BDRs!