Após a criação do bitcoin e do sucesso que essa criptomoeda atingiu nos últimos anos, a atenção do mercado está voltada ao mundo cripto. Até mesmo times de futebol estão ingressando nesse universo. É o caso do Santos Futebol Clube, que lançou seu próprio criptoativo: o Santos FC fan token.

Se você é um torcedor do time, um investidor em busca de novidades ou um entusiasta das criptomoedas, poderá se interessar por esse tipo de ativo. Então vale a pena aprender mais sobre as suas características antes de tomar uma decisão de investimento.

Neste post, você entenderá o que é um fan token, as características do Santos FC fan token e descobrirá se vale a pena investir nesse ativo digital. Não perca!

O que é um fan token?

O fan token é um ativo digital que conecta um interessado a um time ou artista que o emitiu. Portanto, um de seus principais objetivos é movimentar a base de fãs, gerar engajamento e, assim, proporcionar renda para o seu criador.

Quem adquire um fan token pode ter acesso a benefícios exclusivos, participar de decisões internas, ganhar prêmios, descontos, entre outros. Ou seja, o processo costuma ser semelhante a se tornar sócio de um time ou participar de um fã clube.

O que é o Santos FC fan token (SANTOS)?

Como é possível deduzir, o Santos FC fan token (SANTOS) é um criptoativo vinculado ao tradicional time brasileiro Santos Futebol Clube.

Saiba mais sobre esse token!

História do time

O time foi fundado no dia 14 de abril de 1912 e leva o nome da cidade de Santos, litoral do Estado de São Paulo. Inicialmente, seu uniforme era azul e branco com faixas amarelas. Porém, as cores foram alteradas para branco e preto no ano seguinte ao de sua criação.

O primeiro grande título do clube foi conquistado em 1913, o “Campeonato Santista”. Diversas outras conquistas marcaram sua história, como Campeonato Paulista (22 vezes), Campeonato Brasileiro (8 vezes), Libertadores da América (2 vezes), entre outros.

O estádio do time, apelidado de Vila Belmiro, foi construído em 1916 e leva o nome de Urbano Vilella Caldeira Filho, considerado um dos patronos do clube. O Santos FC também é conhecido pela formação de grandes atletas como Pelé, Robinho, Paulo Henrique Ganso e Neymar.

Quando o token foi lançado?

O Santos FC fan token (SANTOS), também chamado de “Token da Vila”, surgiu em novembro de 2021. O clube foi o primeiro time de futebol brasileiro a ingressar no universo cripto. Na prática, a criação do token teve o objetivo de ajudar o time a seguir na sua reestruturação financeira.

Quem investiu nesse ativo no seu lançamento, contribuiu para gerar receita para o clube. Depois de vendidos, os tokens passaram a ser negociados entre os investidores em exchanges ou trocados por outros ativos em plataformas como a PancakeSwap.

QUANTO VOCÊ TERIA HOJE SE TIVESSE COMPRADO UM BITCOIN HÁ 10 ANOS ATRÁS?

Esteja preparado para sua próxima chance Rendimento bitcoin

Esteja preparado para sua próxima chance Rendimento bitcoin

Como ele funciona?

O funcionamento de um fan token é semelhante ao de uma criptomoeda. Ele representa uma fração de um ativo real. No caso, são os potenciais de crédito do Santos nas transações de atletas com base no mecanismo de solidariedade da FIFA (Federação Internacional de Futebol).

O mecanismo de solidariedade é um benefício concedido aos clubes formadores de jogadores profissionais. Pela regulamentação da FIFA, o time pode receber até 5% sobre o valor de uma transação de um jogador que passou por suas categorias de base.

Nesse sentido, quem adquire o Santos FC fan token (SANTOS) ganha o direito de participar nos valores recebidos na transação desses jogadores. Para tanto, o pagamento é proporcional à quantidade de tokens que o investidor possui.

No período em que foi lançado, o token contava com uma cesta de 12 atletas. Entre eles estão nomes conhecidos como Neymar, Gabigol, Rodrygo, Allan Patrick, Yuri Alberto, Veríssimo, entre outros.

Quais as vantagens e riscos de investir nele?

Como você viu, uma das principais vantagens do investimento no token do Santos é poder receber uma participação da venda de jogadores do time. Porém, é preciso ficar atento, pois o token somente contempla os jogadores que estiverem na cesta e que ainda tenham contrato com o clube.

Outra vantagem é que a maioria dos jogadores presentes na cesta estão em times europeus. Com isso, existem chances de serem negociados em euros. Logo, o investimento tem potencial de trazer proteção cambial ao seu portfólio.

Em relação aos riscos, é preciso lembrar que o mercado de criptoativos se movimenta conforme a lei da oferta e demanda. Isso significa que o desempenho de um ativo está relacionado à quantidade de interessados na sua compra, o que pode trazer bastante volatilidade aos preços.

Também é preciso ter em mente que não há regulamentação específica sobre a negociação de criptoativos no Brasil. Então os aportes são feitos por meio de exchanges, que não se submetem a nenhum regramento. Assim, você não terá proteção institucional nas negociações.

Vale a pena investir no Santos FC fan token (SANTOS)?

Depois de aprender mais sobre o Santos FC fan token (SANTOS), você pode estar se questionando sobre se o investimento vale a pena. Na verdade, não há apenas uma resposta para essa pergunta. Afinal, a escolha depende das necessidades, do perfil de risco e objetivos de cada um.

Por serem ativos com alta volatilidade, a sua negociação tende a fazer mais sentido para quem tem maior apetite aos riscos. Além disso, caso você queira adquirir esses criptoativos, precisará se valer de exchanges que não sofrem qualquer tipo de fiscalização ou controle dos órgãos governamentais.

Agora, se você quer se expor ao mercado das criptomoedas com maior segurança, é possível encontrar alternativas regulamentadas no próprio mercado brasileiro. Por exemplo:

  • fundos de investimento: são veículos de investimento coletivo. Neles, o capital do fundo é administrado por um gestor profissional que monta uma carteira de acordo com os objetivos do fundo. Atualmente, existem fundos que investem em criptomoedas;
  • fundos de índice (ETFs): os ETFs são semelhantes aos demais fundos. A diferença está no seu objetivo, que é acompanhar a performance de um indicador de mercado. Na bolsa brasileira (B3), podem ser encontrados ETFs pautados em índices de criptoativos;

Após conhecer melhor o Santos FC fan token (SANTOS) e seu funcionamento, você poderá decidir se faz sentido incluí-lo no seu portfólio. No entanto, caso prefira se expor de forma mais segura às criptomoedas, considere buscar pelos fundos de investimentos e fundos de índice.

Quer saber mais sobre o funcionamento dos criptoativos e de alternativas de investimentos nacionais? Fale com um de nossos assessores!