Renova Invest Facebook

ETF’s de Criptomoedas: veja a lista completa na B3!

ETF’s de Criptomoedas
ETF’s de Criptomoedas

Você já percebeu que o mercado de ativos digitais tem atraído a atenção de investidores? Devido ao potencial de rentabilidade, muitas pessoas já se interessam por essa alternativa. Contudo, para investir de forma regulamentada, é importante conhecer os ETF’s de criptomoedas.

Eles permitem que os investidores se exponham às moedas digitais na bolsa de valores brasileira (B3), de maneira regulamentada. No entanto, antes de investir, é fundamental conhecer as características e os tipos de fundos de índice disponíveis no mercado.

Neste artigo, você acompanhará uma lista com os ETF’s de criptomoedas da B3, bem como sua composição, características e outros detalhes importantes. Confira!

O que são ETFs?

Antes de entender especificamente sobre os ETF’s de criptomoedas, saiba que a sigla significa exchange traded funds. Eles também são conhecidos como fundos de índice, pois visam acompanhar o desempenho de um indicador do mercado financeiro.

Os recursos são administrados por um gestor profissional, mas a gestão ocorre de forma passiva. Isso porque o gestor realiza apenas as negociações necessárias para espelhar as variações do índice, sem a necessidade de superar seus resultados.

O que são ETFs de criptomoedas?

Agora que você conhece os ETFs, fica mais fácil entender como eles podem estar relacionados às moedas digitais. Uma característica dos fundos de índice é não se limitar a indicadores do mercado nacional ou de ações, por exemplo.

Na verdade, os ETFs podem ter exposição a um índice do mercado de criptomoedas. Isso significa que eles podem ser uma alternativa para quem deseja se expor aos ativos digitais de forma regulamentada.

Esses veículos de investimento permitem investir em criptoativos sem a necessidade de abrir conta em instituições internacionais. Ademais, os fundos de índice são autorizados e regulados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Contudo, vale ressaltar que, embora não tenham regulamentação no Brasil, a compra e a posse dos criptoativos não são ilegais.

Quais são os ETFs de criptomoedas disponíveis na bolsa?

Depois de conferir estas informações, você tem interesse em investir em criptoativos por meio da bolsa brasileira? Então vale saber que existem diversos fundos de índice que podem ajudar a alcançar esse objetivo.

Conheça os ETFs de criptomoedas que estão listados na B3:

HASH11

Esse é o primeiro ETF de criptomoedas disponibilizado para negociação na B3. O HASH11 foi criado pela gestora Hashdex e espelha os resultados do índice Nasdaq Crypto Index (NCI), desenvolvido pela bolsa norte-americana Nasdaq.

O índice é composto pelas moedas digitais mais representativas do mercado, como Bitcoin (BTC), Ether (ETH), Bitcoin Cash (BCH) e Stellar (XLM). Com a aprovação dos ETFs de criptomoedas no Brasil, o fundo foi lançado na bolsa brasileira em abril de 2021.

Para se manter representativo do índice ao qual se propõe a acompanhar, o fundo é rebalanceado periodicamente — prática comum nos ETFs.

QBTC11

Se o seu foco está em investir especificamente em bitcoins, o ETF QBTC11 pode ser interessante. Ele é considerado o primeiro fundo de índice de bitcoins da América Latina. Dessa maneira, sua exposição é 100% a essa criptomoeda, que é considerada a mais popular do mundo.

Isso significa que você não estará exposto a outros ativos digitais. Em relação à gestão do QBTC11, ela é feita pela QR Asset Management. Já o lançamento do fundo na bolsa de valores aconteceu em junho de 2021.

Vale entender que o QBTC11 espelha o índice de contratos futuros de bitcoin, desenvolvido pela Chicago Mercantile Exchange (CME). Além disso, o fundo tem como diferencial o fato de possuir uma apólice de seguro.

QETH11

Se o seu objetivo é acompanhar o desempenho da criptomoeda ethereum, saiba que o ETF QETH11 visa replicar o preço desse ativo digital. Ele foi lançado na B3 em julho de 2021 pela gestora QR Asset Management e segue o índice CME CF Ether Reference Rate.


O indicador também é desenvolvido pela Chicago Mercantile Exchange Group (CME), considerada a maior bolsa de derivativos no mundo. Portanto, é um índice amplo e tido como um dos mais seguros do mundo em relação aos criptoativos.

BITH11

Já o BITH11 espelha o desempenho do Nasdaq Bitcoin Reference Price (NQBTC), desenvolvido pela Nasdaq. Trata-se de um indicador que acompanha o preço do bitcoin em dólar. Portanto, esse é um fundo de índice de bitcoins voltado para investimentos sustentáveis.

Para isso, o BITH11 adquire créditos de carbono e investe em projetos neutralizados. O objetivo é minimizar a emissão desse poluente e o consumo de energia na mineração das moedas digitais. Por esse motivo, ele é considerado o primeiro ETF verde de bitcoins do Brasil, lançado em 2021.

A gestão é realizada pela Hashdex Gestora de Recursos Ltda, que aloca a maior parte do patrimônio do fundo em cotas do fundo de índice Hashdex Nasdaq Bitcoin ETF. O restante do capital pode ser investido em outros ativos financeiros.

ETHE11

O ETHE11 é um veículo de investimento também da gestora Hashdex, lançado na bolsa de valores do Brasil em agosto de 2021. Ele investe parte do seu patrimônio em um fundo de índice do exterior, chamado Hashdex Nasdaq Ethereum ETF.

Por sua vez, o ETF estrangeiro segue o índice Nasdaq Ethereum Reference Price (NQETH), da Nasdaq. Esse indicador tem como característica fornecer o preço de referência do ethereum em tempo real. O Hashdex Nasdaq Ethereum ETF também trabalha com posições compradas no mercado futuro.

Como escolher entre as alternativas disponíveis?

Como você viu, existem diversos ETFs de criptomoedas disponíveis na B3. Porém, antes de escolher a alternativa mais adequada, é fundamental avaliar seu perfil de investidor. Afinal, esse é um veículo de investimento de renda variável e com alta volatilidade.

Portanto, o ideal é que você tenha maior tolerância ao risco para se expor às alternativas. Outro ponto que deve ser considerado são os seus objetivos financeiros. Em geral, ETFs são mais alinhados ao longo prazo — o que também ajuda a diluir os riscos.

Se você ainda precisar de suporte para definir o melhor ETF de criptomoedas para a sua carteira, é possível contar com uma assessoria de investimentos. Dessa forma, profissionais com conhecimento sobre o mercado financeiro podem esclarecer todas as suas dúvidas.

Gostou de conhecer os ETF’s de criptomoedas disponíveis na B3? Comparar as alternativas é uma forma de entender quais estão alinhadas às suas necessidades e expectativas. Assim, você pode aproveitá-los para compor a carteira de investimentos seguindo a sua estratégia.

Quer saber mais sobre os fundos de índice de moedas digitais? Entre em contato conosco da Renova Invest e tire todas as suas dúvidas com um de nossos assessores!

Veja também

botão de concordância

0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.