Renova Invest Facebook

O que é Dow Jones futuro e como negociar esse índice?

O que é Dow Jones futuro
O que é Dow Jones futuro

A exposição ao mercado internacional pode trazer vantagens para a sua carteira — por exemplo, permitindo diversificar o risco. Além das modalidades de investimento, você pode recorrer aos derivativos e um deles é o contrato futuro do índice Dow Jones.

Esse é um dos principais indicadores do mercado acionário dos Estados Unidos, sendo considerado sólido e acumulando valorização ao longo da história. Mas, antes de se expor a ele, é necessário entender quais são as características envolvidas.

Neste artigo, você conhecerá o que é o Dow Jones futuro e saberá como operar esse tipo de contrato. Confira!

O que é o índice Dow Jones?

Um indicador de mercado corresponde a uma carteira teórica de ativos. Assim, ela ajuda a medir o desempenho de determinado mercado ou de parte dele. Entre as alternativas, existem os índices de ações, compostos por esses papéis da bolsa de valores.

O índice Dow Jones Industrial Average (DJIA) — ou apenas Dow Jones — é um deles. Sua criação aconteceu em 1896, inicialmente com 20 ações do mercado norte-americano. Década depois, ele passou a ser composto por 30 ativos dos Estados Unidos.

Após adaptações, o índice começou a reunir ações das principais blue chips (grandes empresas) do mercado de ações americano. Logo, ele é formado pelos papéis das maiores e mais consolidadas companhias do país.

O principal critério para inclusão no índice é que o negócio seja líder de seu segmento. Além disso, o foco não está apenas em companhias do segmento industrial, como seu nome pode fazer parecer.

O que é o índice Dow Jones futuro e como ele funciona?

Agora que você conhece o índice, vale a pena saber o que é o Dow Jones futuro. Na prática, ele corresponde a um contrato futuro atrelado ao índice americano. Então é preciso considerar outros conceitos.

Começando pelo mercado futuro, ele é o ambiente da bolsa de valores onde são negociados derivativos para uma data futura. Esses derivativos são chamados de contratos futuros e dependem de ativos de referência, como commodities ou, nesse caso, um índice de mercado.

Nessa negociação, não há a compra ou venda de nenhum ativo físico. O que ocorre é que você pode se posicionar a favor ou contra os resultados do ativo subjacente. Na data de vencimento do contrato, ocorre a liquidação financeira da operação.

Portanto, o Dow Jones futuro é um contrato futuro no qual você pode se posicionar em relação ao desempenho desse índice de ações. Ao se posicionar de modo comprado, você ganha com o avanço do índice. Caso se posicione de modo vendido, os ganhos são obtidos com o recuo do indicador.

Quais são as características dos contratos futuros Dow Jones?

Além de entender o que é o futuro do índice Dow Jones, é interessante compreender melhor como ele funciona. Para tanto, você deve conhecer suas características técnicas. Até o final de 2021, existiam quatro tipos de contratos futuros tendo o Dow Jones como índice subjacente.

Todos eles eram negociados na Chicago Mercantile Exchange (CME), uma das bolsas de Chicago. Cada um apresenta características específicas em relação à alavancagem, então é interessante conhecer os pontos específicos de funcionamento.

Veja!

Contrato futuro DJIA

O contrato futuro DJIA é a versão considerada tradicional, com alavancagem intermediária. Assim como em todos os outros, a variação mínima é de 1 ponto de índice. Porém, cada ponto vale 10 dólares norte-americanos.

Logo, se você comprar um contrato futuro DJIA a 35 mil pontos, ele equivale a 350 mil dólares. Se, na liquidação, ele estiver a 36 mil pontos, significa que você teve um lucro de 10 mil dólares.

Contrato futuro E-mini Dow

No caso do contrato futuro E-mini Dow, ele tem uma alavancagem menor. Como custa menos, é como se esse fosse um minicontrato, semelhante a alternativas que disponíveis na B3, a bolsa de valores brasileira.

No E-mini Dow, cada ponto equivale a 5 dólares. Então, a 35 mil pontos, ele vale 175 mil dólares. Se você operar comprado e na liquidação ele chegar a 36 mil pontos, o lucro é de 5 mil dólares.

Contrato futuro Big Dow DJIA

Já o contrato futuro Big Dow DJIA se destaca por ter uma alavancagem maior que o contrato intermediário. Nesse caso, cada ponto equivale a 25 dólares.

Portanto, um contrato de 35 mil pontos vale 875 mil dólares. Se você se posicionar de modo comprado e, na liquidação, ele chegar a 36 mil pontos, o lucro é de 25 mil dólares.

Contrato futuro Micro E-mini DJIA

O contrato futuro Micro E-mini DJIA é o mais novo existente, pois foi criado em 2019. Ele tem o menor grau de alavancagem e foi desenvolvido para ser mais acessível. Na prática, cada ponto equivale a 50 centavos de dólar.

Logo, um contrato de 35 mil pontos vale 17,5 mil dólares. Se você operar comprado e ele for liquidado a 36 mil pontos, o lucro é de 500 dólares.

Como operar Dow Jones futuro?

Antes de partir para a operação de contratos futuros de Dow Jones, é necessário verificar se ele é adequado para você. Em primeiro lugar, pense no seu perfil de investidor. Como esses contratos são mais voláteis, é crucial ser tolerante a riscos maiores.

Também é preciso considerar seus objetivos financeiros. A liquidação desses contratos costuma ocorrer trimestralmente, então envolvem o curto prazo. Você pode aproveitar para especular ou para fazer hedge de carteira com exposição internacional.

Além disso, você deve conhecer muito bem o funcionamento do mercado futuro, do índice Dow Jones e do mercado americano. Assim, é possível aumentar suas chances de sucesso ao se posicionar.

Como os contratos de índice Dow Jones futuro não estão disponíveis na B3, é preciso abrir uma conta em uma instituição financeira internacional. Ainda, terá que fazer a conversão cambial, disponibilizando o montante nessa conta aberta.

A partir disso, você poderá operar a plataforma para se posicionar a favor ou contra o desempenho do índice. Lembre-se, no entanto, que que existem diversos riscos envolvidos — e vale considerá-los na sua tomada de decisão.

Caso você queira apenas se expor às empresas que formam o Dow Jones, por outro lado, é possível fazê-lo por meio de brazilian depositary receipts (BDRs) e fundos de índice (ETFs) disponíveis no mercado brasileiro. Assim, há como aproveitar o avanço das empresas participantes do índice sem sair da bolsa brasileira.

Como você viu, o contrato futuro do índice Dow Jones pode ser uma alternativa para especular ou se proteger e ainda ter exposição internacional. A operação ocorre pela bolsa de valores de Chicago, mas há oportunidades para participar desse mercado via B3.

Gostou de conferir essa alternativa? Se quiser mais informações sobre as diferentes oportunidades do mercado, entre em contato conosco da Renova Invest e conte com a nossa assessoria!

 

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.