Renova Invest Facebook

Mães e mulheres investidoras: o futuro dos filhos!

Se antes o mercado financeiro era quase totalmente ocupado por homens, a entrada de mulheres investidoras vem mudando esse cenário. Também é comum que elas tenham o objetivo de preparar ou construir o futuro dos filhos a partir do bom uso das finanças.

Afinal, investir traz mais tranquilidade e robustez para o orçamento, além de ajudar a realizar sonhos. Logo, toda a família pode ficar mais protegida e os filhos podem ter mais oportunidades graças ao cuidado financeiro adotado ao investir.

Para entender mais sobre o assunto, continue a leitura e veja como mães e mulheres investidoras podem atuar para construir o futuro dos filhos!

Qual é o cenário de investimentos entre mulheres no Brasil?

O cenário de mulheres investidoras tem evoluído nos últimos anos no Brasil. Entre 2017 e 2020, a participação feminina no mercado financeiro aumentou cerca de 500%. Como reflexo disso, em abril de 2021, o número de investidoras na bolsa de valores brasileira (B3) superou a marca histórica de 1 milhão de CPFs.

Sobre o comportamento, as mulheres fizeram investimentos iniciais na bolsa maiores que os homens. No primeiro trimestre de 2022, eles começaram alocando, em média, R$ 70,00, enquanto elas iniciaram investindo, em média, R$ 308,00.

ONDE INVESTIR
EM 2024
DESCUBRA COMO ESCOLHER AS PEÇAS CERTAS PARA CONSTRUIR UM PORTFÓLIO SÓLIDO.

Além disso, 24% das mulheres começam fazendo aportes entre R$ 2 mil e R$ 50 mil. Para os homens, o total é de 12% nessa faixa. Ainda, 59% das mulheres passaram a diversificar sua carteira na bolsa de valores no primeiro trimestre de 2022 — contra apenas 25% em 2016, por exemplo.

Para os próximos anos, existe muito espaço para a entrada feminina no mercado de investimentos. Com cada vez mais participação das mulheres no mercado de trabalho e a conquista de melhores condições financeiras, a tendência é que haja uma entrada contínua de investidoras na B3.

Além disso, muitas dessas mulheres focam no futuro dos filhos. Embora não existam dados que demonstrem especificamente quantas delas são mães, faz sentido imaginar que uma parcela se preocupe com o tema. Isso porque elas são as principais responsáveis pelas decisões financeiras nas famílias brasileiras.

Como construir o futuro dos filhos a partir dos investimentos?

Para começar a investir com foco no futuro dos filhos, é importante seguir alguns passos básicos. Você precisa desenvolver a educação financeira e cuidar das finanças pessoais para ter a capacidade de investir seu dinheiro pensando nos descendentes.

Além de guardar dinheiro, é essencial saber qual é a sua tolerância ao risco, que é dada pelo perfil de investidor. Assim, você terá mais informações para definir a configuração do seu portfólio.


Ainda, é necessário montar uma reserva de emergência. Esse é o montante que deve ser alocado em uma alternativa de alta liquidez e segurança — e que serve para cobrir imprevistos. O ideal é que sua reserva de emergência corresponda a, pelo menos, 6 meses das despesas médias.

Depois de cumprir essas etapas, as mulheres investidoras que desejem focar no futuro dos filhos devem adotar outros passos relevantes.

Veja quais são as dicas para alcançar esse objetivo!

Entenda os seus objetivos financeiros

Todo investidor precisa saber o que deseja alcançar para que esses interesses orientem sua tomada de decisão. Quando a intenção é construir o futuro dos filhos, o cuidado também é necessário para garantir alinhamento com as escolhas feitas para a carteira.

Nesse contexto, existem muitas metas financeiras que podem ser consideradas. Porém, antes de saber quais são eles, vale observar os diferentes prazos. Acompanhe:

  • curto prazo: até 1 ano;
  • médio prazo: de 1 a 5 anos;
  • longo prazo: mais de 5 anos.

Ao pensar no futuro dos filhos, muitos objetivos são de longo prazo. Um exemplo comum é economizar para o pagamento da faculdade ou para ajudar o filho a compor patrimônio futuro — como ao comprar um carro ou dar entrada no próprio imóvel.

Porém, também é possível se planejar para custear atividades extracurriculares durante a vida escolar ou para promover experiências diferenciadas, como viagens e intercâmbios.

Além disso, o prazo de cada meta depende da idade dos seus filhos. Se eles forem recém-nascidos ou bebês, por exemplo, há mais tempo para poupar e investir. Se forem crianças, adolescentes ou jovens adultos, é relevante pensar em planos de prazos menores.

Logo, vale a pena entender o contexto no qual você pretende investir para alcançar os resultados desejados.

Crie uma carteira diversificada

Ao compor um portfólio com foco no futuro dos filhos, também é essencial focar na diversificação de carteira. Aqui, a ideia é escolher investimentos que apresentem riscos e comportamentos diferentes, pois isso impede que o dinheiro fique concentrado nas mesmas condições de mercado.

Para diversificar, é viável pensar em três abordagens principais. Você pode investir parte do patrimônio em renda fixa e parte em renda variável, já que os riscos das classes são distintos entre si.

Também há como investir no mercado com prazos variados. É o que ocorre ao compor uma carteira com investimentos de curto, médio e longo prazo, atendendo aos diferentes objetivos.

Ainda, você pode pensar no investimento internacional. Nesse caso, o plano é expor parte dos recursos a outros mercados, como os Estados Unidos.

Com a diversificação, você pode diminuir os riscos gerais da estratégia e aumentar o potencial de retorno. Logo, esse é um meio para alcançar as metas estabelecidas de modo mais eficiente.

Faça aportes recorrentes

Para construir o futuro dos filhos, também é essencial manter a consistência e a constância na hora de investir. Por isso, o ideal é realizar aportes recorrentes, como ao fazer investimentos todos os meses.


Essa é uma forma de fazer o seu patrimônio evoluir progressivamente. Como consequência, é possível obter resultados melhores. Afinal, com um patrimônio maior investido, os efeitos dos juros compostos sobre a rentabilidade tendem a ser mais elevados.

Assim, você consegue acelerar o acúmulo de patrimônio, facilitando o alcance dos objetivos financeiros.

Busque uma assessoria de investimentos

Como você viu, desenvolver os conhecimentos é uma prática importante para mulheres investidoras que desejam construir o futuro dos filhos. Nesse sentido, ter a ajuda de uma assessoria de investimentos pode fazer a diferença.

Ao contar com os nossos assessores, da Renova Invest, você receberá atendimento exclusivo e personalizado. A partir do seu perfil e dos seus objetivos, será viável conhecer os investimentos mais adequados às suas características e estratégia.

Além disso, o assessor poderá esclarecer dúvidas e facilitar sua compreensão sobre o mercado financeiro e as oportunidades. Assim, você saberá decidir qual é o melhor investimento para os filhos e aprenderá como fazê-los.

Neste artigo, você descobriu que o número de mulheres investidoras tem aumentado e que o futuro dos filhos pode estar entre os objetivos desse público. Com as nossas dicas, ficará mais fácil se planejar para alcançar esses resultados.

Gostou dessas informações? Para ter ajuda qualificada no mercado financeiro, fale conosco da Renova Invest!

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.