Renova Invest Facebook

ETF de commodities: Se expor ao crescimento do setor

ETF de commodities:
ETF de commodities:

O ETF pode ser um investimento para quem deseja se expor às commodities e aproveitar o crescimento do setor, de maneira simplificada e diversificada. Isso porque, ao adquirir cotas desses fundos, você expõe a sua carteira a diversos ativos.

Além disso, a modalidade é negociada diretamente na bolsa de valores brasileira (B3), o que facilita as operações. Por essa razão, se você tem interesse em investimentos de renda variável, não pode deixar de conhecer os ETFs de commodities.

Quer entender mais sobre o assunto? Então continue a leitura para conhecer 3 ETFs de commodities e aprender como investir nessa modalidade!

O que é um ETF de commodities e como ele funciona?

Antes de ver quais são os 3 ETFs de commodities disponíveis na B3, é interessante saber o que esse veículo de investimento significa e o que são as commodities.

Confira!

ETF (exchange traded fund)

O ETF (exchange traded fund) é um tipo de fundo de investimentos — uma modalidade de investimentos coletiva. Assim, ao comprar uma cota, você garante a participação no fundo junto aos demais investidores.

Esse investimento é gerido por um gestor profissional, que maneja a carteira conforme a política de investimentos do fundo. Nesse sentido, é importante saber que existem diversos tipos de fundos que variam de acordo com o foco das alocações.

No caso do ETF, o foco é ter resultado semelhante a um índice de referência do mercado. Desse modo, as alocações são realizadas com intenção de replicar o portfólio teórico do indicador escolhido.

Commodities

Já o termo commodities se refere aos produtos usados como matéria-prima. Geralmente, esses itens podem ser estocados, se for o caso, sem comprometer a sua qualidade. Além disso, as commodities geram grande impacto mundial, por isso afetam diretamente a economia.

Entre as principais commodities disponíveis estão:

  • boi gordo;
  • soja;
  • trigo;
  • ouro;
  • minério de ferro;
  • café;
  • milho;
  • dólar.

Agora você pode entender que um ETF de commodities é aquele que replica um índice de referência ligado a esse setor. Ou seja, a carteira desse fundo de índice é composta por ativos e derivativos presentes no portfólio de indicadores atrelados às commodities.

Por que considerar se expor ao setor de commodities?

Como você viu, é possível investir no setor de commodities por meio de ETFs, além de outras alternativas da bolsa. Mas por que considerar esse segmento ao montar a estratégia de investimentos? Entre as principais razões para isso está a diversificação da carteira.

Ao expor seu patrimônio a diferentes alternativas, você pode diluir os riscos e potencializar as chances de rendimentos. Além disso, as commodities podem ser usadas para a proteção do patrimônio, principalmente, em crises econômicas — como é o caso do investimento em ouro.

Mais uma razão pela qual as commodities podem interessar a muitos investidores é o fato de elas estarem relacionadas a um mercado muito relevante no Brasil e no mundo. Em nosso país, as matérias-primas agropecuárias, por exemplo, têm grande participação na economia.

Outro ponto que deve ser considerado é que as commodities também podem ser atrativas na especulação. Nesse contexto, a intenção é utilizar a variação do preço dos produtos para buscar lucro no curto prazo. Mas vale lembrar que essa operação envolve maiores riscos.

 3 ETFs de commodities disponíveis na B3

Agora que você já sabe o que é, como funciona e por que considerar investir em commodities, chegou o momento de conhecer os 3 ETFs ligados ao setor disponíveis na B3.

Veja!

1. It Now IMAT Fundo de Índice (MATB11)

O MATB11 foi criado em 2012, sendo o primeiro ETF de commodities brasileiro. Esse fundo replica o Índice de Materiais Básicos, o IMAT.

O índice é composto por ações de empresas dos setores de mineração, siderurgia, petroquímicos, papel e celulose e outros. Em janeiro de 2022, faziam parte do portfólio desse índice as ações da Vale, da Gerdau e da Suzano, por exemplo.

2. BTG Pactual Teva Ações Commodities Brasil (CMDB11)

O CMDB11 é um ETF lançado em 2021, que replica o índice Teva Ações Commodities Brasil. Em sua cesta de ativos estão papéis de empresas dos mais variados setores de commodities. Por exemplo, papel e celulose, soja, gás, mineração, siderurgia, óleo, proteína animal, entre outros.

Na carteira desse índice, em janeiro de 2022, estavam empresas bastante relevantes no mercado financeiro, como Vale, JBS e Petrobrás.

3. Trend ETF LBMA Ouro (GOLD11)

O GOLD11 foi criado em 2020 e é o primeiro ETF da B3 com exposição direta ao ouro. A sua carteira é formada por cotas do ETF norte-americano Shares Gold Trust (IAU). Por sua vez, o fundo de índice estrangeiro espelha o indicador LBMA Gold Price — que é referência para o preço do ouro.

Como investir em ETF de commodities?

Após conhecer 3 ETFs de commodities, você pode estar curioso para saber como investir nessas modalidades, certo? Primeiramente, é fundamental conhecer o seu perfil de investidor e definir seus objetivos com o investimento.

Esse cuidado evita que você invista seus recursos em alternativas que podem não ser adequadas para a sua estratégia. Como os ETFs de commodities sofrem mais com as oscilações do mercado, eles tendem a ser procurados pelos investidores arrojados.

Isso porque esse perfil costuma absorver melhor os impactos da volatilidade dos ETFs de commodities. Além disso, esse tipo de fundo de índice costuma ser mais bem aproveitado em objetivos de longo prazo, pois o horizonte de investimentos tende a minimizar os riscos.

Depois de ter a sua estratégia definida e entender que o ETF de commodities é um investimento interessante para o seu caso, você pode investir nele por meio da B3. Para isso, basta ter uma conta em um banco de investimentos e acessar o home broker.

Então você deve procurar pelo ticker do ETF desejado e emitir a ordem de compra, indicando o número de cotas a adquirir. Depois disso, basta aguardar a ordem ser realizada no mercado e a operação ser liquidada em alguns dias úteis.

Neste post, você aprendeu o que é um ETF de commodities e conheceu 3 exemplos desse investimento. Agora, você tem informações relevantes que podem ser utilizadas na hora de montar ou revisar a sua estratégia de investimentos.

Para saber mais sobre as possibilidades de investimentos, entre em contato conosco e converse com um de nossos assessores!

 

 

 

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.