Horário das 8:30-19:00
atendimento@renovainvest.com.br
11-3192-3882

Single Blog Title

This is a single blog caption
fundos de investimento para perfil conservador

Conheça os melhores fundos de investimento para perfil conservador

Você está começando a investir e prefere não arriscar seu capital enquanto não ganha experiência? Ou já tem conhecimento sobre o mercado financeiro, mas sua prioridade é a maior segurança? Então, os fundos de investimento para perfil conservador podem ser boas opções.

Existem diversas possibilidades de investimento para quem é conservador e mantém o pé no chão ao investir. Entre elas, os fundos são alternativas para diversificar suas escolhas e contar com atuação profissional de um gestor na carteira de investimentos.

Então, que tal saber mais sobre o assunto? Neste post, você conhecerá as características do perfil e alguns fundos que podem ser atrativos para os conservadores!

Acompanhe!

Quem é o investidor de perfil conservador?

No mercado financeiro é possível encontres três perfis de investimentos: conservador, moderado e arrojado. A identificação do seu perfil depende, basicamente, da abertura que você tem para correr riscos em determinadas escolhas.

É sabido que existem investimentos com características diversas e riscos também muito diferentes. Os ativos de renda fixa, por exemplo, são conhecidos por oferecer maior segurança e estabilidade — em especial, os títulos públicos.

Já a renda variável oferece maior risco e volatilidade, por conta das oscilações na bolsa de valores e no mercado de derivativos. Assim, cada investidor precisa conhecer seu perfil para fazer escolhas condizentes com ele.

Quem é, então, o investidor conservador? Sua principal característica é que ele prioriza a segurança na hora de investir. Se tiver que optar pela estabilidade do dinheiro aportado ou por chances maiores de ganho, sua decisão é ficar com o primeiro aspecto.

Ou seja, o mais importante para o investidor conservador é que o dinheiro investido fique seguro e não corra risco de perda. Por isso, investimentos da renda fixa são os mais indicados – já que, de modo geral, o valor aportado usufrui de estabilidade.

Quais os fundos de investimento para perfil conservador?

Além de poder investir diretamente em ativos da renda fixa, como títulos públicos do Tesouro Direto, Certificados de Depósito Bancário (CDB) e outros produtos, o investidor conservador também tem a opção de aportar em fundos de investimentos.

Os fundos são uma modalidade que funciona de maneira coletiva. Ao investir em um, você está contribuindo com o capital de um grupo. O capital é administrado por um gestor profissional, que decide como se dá a distribuição deste capital nos investimentos.

Então, a depender das escolhas feitas pelo gestor, o grupo tem determinada rentabilidade — que é dividida entre os cotistas do fundo de acordo com os aportes realizados por cada um.

Os fundos podem ser muito diversos e, portanto, existem aqueles de maior ou menor risco.

Quer conhecer os melhores fundos de investimento para perfil conservador? Confira a seguir!

Fundo de renda fixa

Quem busca maior segurança tem nos fundos de renda fixa alternativas interessantes para perfil conservador. O aspecto central que classifica fundos desse tipo é que a maior parte do portfólio deve ser investida em ativos da renda fixa.

Então, é o caso de títulos públicos, CDBs, que já citamos. E também Letras de Crédito Imobiliário ou do Agronegócio (LCI, LCA), debêntures, etc. As escolhas de cada fundo são feitas de acordo com a estratégia do gestor.

Assim, existem vários fundos de renda fixa — o que gera a necessidade de cada investidor avaliar as características para escolher o que melhor se adéqua aos seus objetivos.

Vale a pena ficar de olho, especialmente, nas taxas cobradas pelo fundo. A mais comum é a taxa de administração. Ela pode variar bastante entre as opções, então o ponto merece atenção.

Fundos DI

A atual classificação da Anbima, que organiza os tipos de fundos, não apresenta mais a nomenclatura de Fundos DI como um exemplo de fundo de renda fixa. Contudo, a expressão é ainda muito conhecida no mercado financeiro.

Então, é válido utilizar o termo para apresentá-lo como um dos fundos de investimento que podem interessar o perfil conservador. Basicamente, os fundos DI também são um fundo de renda fixa e funciona de maneira semelhante ao que falamos.

A particularidade é que o objetivo dos fundos DI é acompanhar a taxa de juros CDI. Então, enquanto as outras opções podem apresentar maior diversificação entre ativos da renda fixa, eles focam nos investimentos que estejam atrelados ao CDI ou à taxa Selic.

Fundos de Previdência Privada

Mais alguns exemplos que podem agradar investidores de perfil conservador são os fundos de Previdência Privada. Eles são bastante utilizados por quem tem planos de longo prazo — como planejamento da aposentadoria de forma complementar à contribuição obrigatória.

Os planos de Previdência Privada funcionam como fundos de investimentos, no qual o gestor monta um portfólio visando a obtenção de renda passiva ao longo do tempo. O contribuinte pode definir detalhes do plano — como o período e a forma de resgate do dinheiro.

Dentro do conjunto de fundos de previdência privada existe uma grande diversidade. Por exemplo, os fundos podem ter estratégias mais conservadoras ou mais arrojadas. Então, se você pensa em investir em um, precisa procurar aquele que combina com seu perfil.

Fundos arrojados terão maior exposição ao risco e geralmente não atendem às necessidades de investidores conservadores. Mas também existem aqueles que priorizam a segurança e podem ser atrativos para você – compondo a fatia da sua carteira que visa o longo prazo.

Fundo Tesouro Selic Simples

Por fim, o Fundo Tesouro Selic Simples uma boa opção para quem é conservador e deseja deixar seu dinheiro em segurança, seja para planos de longo prazo ou para objetivos específicos, como a reserva de emergência.

O fundo é oferecido pelo banco de investimentos BTG Pactual — o maior banco de investimentos da América Latina — e o objetivo é ter acesso aos títulos do Tesouro Direto de maneira mais simples e com menos custos.

A diminuição dos custos é possível porque investir por meio do fundo do BTG Pactual libera o investidor do pagamento da taxa cobrada pela B3 quando se aplica no Tesouro Direto – atualmente em 0,25% ao ano. Além disso, o fundo não cobra taxa de administração.

Desse modo, ele se apresenta como uma alternativa mais vantajosa em relação aos investimentos feitos diretamente no Tesouro Selic como pessoa física. É uma opção segura, conservadora e com alta liquidez. Ou seja, o dinheiro pode ser resgatado facilmente pelo investidor sempre que necessário.

Neste post, você soube mais sobre as características do perfil de investidor e conheceu os principais fundos de investimento que atendem aos objetivos e necessidades do investidor conservador. Se este é o seu perfil, aproveite as informações do artigo para montar uma carteira segura!

Mas, se precisar de ajuda para encontrar os melhores investimentos para você ou para conhecer melhor as oportunidades de investimento que citamos nesse artigo, entre em contato conosco!

[name=SIGNUP_SUBMIT_BUTTON]
[name=SIGNUP_SUBMIT_BUTTON]
[name="SIGNUP_FORM_LABEL"]
[name="SIGNUP_FORM_LABEL"]
[name='SIGNUP_BODY']
[name='SIGNUP_BODY']