Renova Invest Facebook

Como participar de um IPO de fundo imobiliário?

IPO fundo imobiliário
IPO fundo imobiliário

No mercado de investimentos, um dos momentos mais aguardados pelos investidores é o da oferta pública inicial (IPO). Esse é o período em que uma empresa ou fundo abre seu capital. Mas você sabe como funciona o IPO de fundo imobiliário (FII)?

A lógica de funcionamento é a mesma para os dois contextos. Ou seja, o IPO é o momento em que o FII disponibiliza suas cotas ao mercado pela primeira vez. É nessa etapa que o fundo capta recursos para seus investimentos imobiliários — seja em empreendimentos físicos, títulos ou outros fundos.

Mas, afinal, como participar de um IPO de fundo imobiliário? É exatamente isso que você entenderá ao longo deste conteúdo. Acompanhe a leitura!

O que é um IPO de fundo imobiliário?

Como você viu, o initial public offering — ou IPO —acontece quando uma empresa oferece pela primeira vez suas ações para investidores da bolsa de valores. Desse modo, é o momento de atrair novos sócios para seu negócio e captar recursos para o seu crescimento.

O IPO de fundos imobiliários acontece da mesma forma. Ou seja, seus administradores passam a disponibilizar as cotas do FII para os investidores. Nesse contexto, é preciso apresentar a estratégia de alocação de recursos e demais características de funcionamento para atrair interessados.

Com isso, ao investir em fundos imobiliários de tijolo, por exemplo, o investidor já saberá de antemão quais os empreendimentos fazem parte do planejamento do FII. O mesmo vale para os fundos de papel ou de fundos — com a estratégia de investimentos sendo especificada previamente.

O IPO é uma das únicas formas de adquirir cotas de um fundo imobiliário pelo mercado primário. Como os FIIs funcionam como condomínio fechado, após as cotas serem lançadas na bolsa, só será possível comprá-las no mercado secundário. Isto é, de outros investidores.

Além da oferta inicia, muitos fundos podem fazer o follow on. Esse processo consiste em emitir novas cotas para atrair investidores. Isso acontece quando o FII já tem capital aberto e quer aumentá-lo com a emissão de mais cotas para captar recursos.

Quais as vantagens de participar desse IPO?

Investir em IPOs de fundos imobiliários pode trazer diversas vantagens para o investidor. Em primeiro lugar, como você viu, essa pode ser a sua única oportunidade de comprar cotas no mercado primário.

Além disso, pode ser uma oportunidade para ampliar seu potencial de retorno. Em geral, os preços de ações ou cotas podem ser mais acessíveis durante um IPO. Desse modo, investir no início pode ser mais vantajoso.

Assim, outro ponto interessante está no potencial de valorização das cotas. Ou seja, você as adquire por um preço mais baixo e pode vendê-las — inclusive no curto prazo — em um período de alta, obtendo lucros.

E os riscos?

É importante ressaltar que, quando falamos de FIIs, nos referimos a um investimento em renda variável. Portanto, os riscos envolvidos para os investidores são maiores. Logo, eles exigem uma maior tolerância ao risco por parte dos investidores.


DESCUBRA COMO INVESTIR COMO UM PROFISSIONAL Investir como um profissional

DESCUBRA COMO INVESTIR COMO UM PROFISSIONAL Investir como um profissional

Saiba tudo sobre ETFS - a forma de sostificar os seus investimentos


Além disso, pelo fato de o IPO ser a primeira etapa de negociação dessas cotas, há maior imprevisibilidade. Afinal, não existe um histórico do fundo e da gestão para ter mais segurança na análise. Assim, costuma ser mais difícil avaliar as projeções e os riscos envolvidos.

Como participar do IPO de fundos imobiliários?

O investimento em IPOs de fundos imobiliários pode ser uma oportunidade interessante para investidores, apesar dos riscos. Caso seja do seu interesse, saiba que é preciso seguir algumas etapas para participar desse processo.


Confira!

Ter conta em um banco de investimentos

O primeiro passo para participar do IPO de FIIs é ter conta em um banco de investimentos. Será por meio dele que você poderá acompanhar todo o processo — desde o início da oferta até a liquidação das cotas.

Para isso, é preciso acessar o home broker da sua instituição. Por meio dele, é possível identificar ofertas públicas disponíveis para os investidores. Assim, se torna mais fácil encontrar os próximos IPOs de fundos imobiliários para poder participar.

Estudar sobre o fundo

Ao considerar participar de um IPO, os investidores devem analisar o prospecto do fundo imobiliário. É nesse documento que estarão contidas todas as informações sobre o tipo de fundo, a estratégia de alocação do fundo, as projeções de rentabilidade etc.

Desse modo, você poderá identificar se essas características condizem com sua estratégia. Além disso, é importante ter atenção às especificações de participação nesse IPO. Alguns fundos são restritos aos investidores qualificados ou profissionais, por exemplo.

Reservar suas cotas

Após decidir pelo fundo, você estará apto a fazer a solicitação de reserva de cotas. No IPO, as cotas não são compradas diretamente. É necessário reservar, porque a distribuição das vendas depende do interesse inicial.

Para a reserva, é preciso ter o dinheiro disponível em sua conta ou ter a comprovação por meio de ativos. Após a captação, os gestores do fundo dão início ao processo de cotização — atendendo as reservas de acordo com a quantidade de cotas e o interesse dos cotistas.

Qual a importância de contar com uma assessoria nesse momento?

O processo de IPO, seja ele de ações ou fundo imobiliários, traz consigo algumas complexidades. Por isso, é natural que ele possa confundir ou trazer inseguranças para os investidores. Inclusive, para os mais experientes.

Portanto, contar com o suporte de uma assessoria pode ser fundamental nesse momento. Durante esse contato, você conseguirá ter uma maior clareza em todos os seus investimentos — sejam eles em fundos imobiliários ou não.

Além disso, um profissional de qualidade também possibilitará que você tenha um maior entendimento sobre o seu perfil de investidor e sobre os seus objetivos. Assim, permitirá que você faça aportes mais estratégicos.

Durante um IPO de FIIs, por exemplo, você conseguirá ter suporte para entender as estratégias do fundo, por exemplo. Logo, poderá avaliar melhor se esse investimento se enquadra na sua atual carteira e nos seus objetivos.

Participar de um IPO de fundo imobiliário pode ser uma alternativa para compor seu portfólio de investimentos. Contudo, entender esse processo e saber o que avaliar são etapas fundamentais para fazer as melhores escolhas.

Quer contar com o suporte de uma assessoria ao fazer seus investimentos? Então aproveite para entrar em contato com a Renova Invest!

Veja também

botão de concordância

0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.