Como funciona a gestão de grandes fortunas? Confira!
Como funciona a gestão de grandes fortunas? Confira!

Como funciona a gestão de grandes fortunas? Confira!

A gestão de grandes fortunas é fundamental para pessoas ou famílias que querem proteger e aumentar seu patrimônio. Essa administração personalizada envolve a atuação de profissionais de diversas áreas, incluindo do direito, da contabilidade e de finanças.

Afinal, quanto maior é o montante que você possui, mais cuidado é preciso ter ao tomar as suas decisões. Nesse sentido, a gestão de riquezas, ou wealth management, se apresenta como solução para quem quer que seu patrimônio seja bem administrado.

Neste post, você entenderá como funciona a gestão de grandes fortunas e quais são os benefícios desse serviço. Por isso, continue a leitura!

O que é wealth management?

Wealth management significa gestão de riquezas, o que também pode ser chamado de gestão de grandes fortunas ou gestão de patrimônio. Trata-se de um serviço de consultoria voltado a pessoas ou famílias que têm um grande patrimônio.

A consultoria atende às necessidades que esse público tem em áreas como contabilidade, tributação, assessoria jurídica, planejamento sucessório etc. Assim, tais pessoas têm condições de escolher serviços financeiros adequados e tomar decisões melhores com relação ao seu patrimônio.

Como funciona a gestão de grandes fortunas?

A gestão de fortunas pode ser feita por profissionais autônomos, mas é comum que esse serviço seja oferecido por equipes multidisciplinares. Desse modo, é possível contar com pessoas que tenham um conhecimento aprofundado na temática.

Isso é conhecido como family office, uma estrutura que oferece os serviços que uma família de grande patrimônio geralmente precisa. Os trabalhos são conduzidos por um gestor de patrimônio, que começa analisando a situação financeira do cliente.

Então, ele define o que precisa ser feito para a proteção do patrimônio, bem como a sua ampliação. O estudo dá origem a um planejamento, o qual leva em conta os objetivos da família, sejam de curto, médio ou longo prazo.

Uma característica marcante desse tipo de serviço é a personalização. Ela é fundamental, uma vez que não existe um patrimônio igual a outro. Cada família tem suas particularidades e necessidades, e tudo isso é avaliado pelo planejador financeiro.

A personalização do serviço inclui também a realização de reuniões regulares com o cliente. Desse modo, todos podem se atualizar com respeito ao progresso que está sendo feito. Na maioria dos casos, um assunto fundamental a ser tratado é o planejamento sucessório e a proteção patrimonial.

Em alguns momentos, pode ser recomendado que o cliente receba ajuda de outros profissionais. Talvez seja necessário recorrer à orientação de um consultor jurídico ou contábil, por exemplo. Normalmente, esses profissionais podem ser encontrados no family office.

Outra parte fundamental da gestão de grandes fortunas tem relação com os investimentos da família. Isso nos leva à assessoria de investimentos, sobre a qual você lerá a seguir.

Qual é o papel da assessoria de investimentos na gestão de grandes fortunas?

Como você pode perceber, a gestão de grandes fortunas é composta por diversos serviços. No caso de uma assessoria de investimentos, seu papel é ajudar o cliente oferecendo informações que ajudem nas decisões de investimentos.

É compreensivo que o assunto requeira um cuidado maior. Afinal, escolhas de investimento mal feitas podem resultar em perdas consideráveis. Às vezes, pode não haver prejuízo, mas a rentabilidade da carteira pode ficar aquém do esperado.

Inclusive, vale destacar que existem investimentos que podem ser mais ou menos adequados para as pessoas que têm um grande patrimônio. Por exemplo, há investimentos voltados apenas para investidores qualificados — que tenham mais de R$ 1 milhão investidos.

Algumas alternativas podem oferecer mais riscos, mas o potencial de retorno pode ser maior. O importante é tomar tais decisões com base em informações confiáveis. Uma assessoria de investimentos contribui para isso.

Assim, é possível obter equilíbrio na relação entre risco e rentabilidade na carteira. O cuidado colabora para o atingimento de objetivos financeiros — em especial os de longo prazo, que requerem um planejamento mais cuidadoso.

A quem é indicado o serviço de wealth management?

Os clientes desse tipo de serviço normalmente têm um volume considerável de riqueza, o que gera necessidades específicas. Assim, explica o alto nível de personalização oferecido pelo family office.

Além disso, os profissionais de cada área envolvida detêm conhecimentos avançados, o que, naturalmente, se reflete no valor do serviço prestado. Por isso, é algo indicado para famílias com amplo patrimônio.

As famílias que recorrem à gestão de suas fortunas geralmente são donas de empresas. Quanto aos seus membros, muitas vezes têm diversos bens. Tudo isso torna mais difícil administrar o patrimônio de modo eficaz e seguro sem ajuda.

Por fim, pode-se dizer que os clientes de wealth management podem estar no processo de construir um patrimônio ou ter uma vida financeira já consolidada. Qualquer que seja o caso, a gestão de grandes fortunas visa proteger o que a pessoa ou a família já construiu.

Quais são os benefícios da gestão de grandes fortunas?

Como você viu, a gestão de grandes fortunas envolve a participação de profissionais de diversas áreas. Logo, é possível tomar decisões que, de outro modo, não seriam tão acertadas. Em especial quando se trata do futuro, é essencial contar com esse tipo de orientação.

A sucessão patrimonial, por exemplo, deve ser planejada o quanto antes. O planejamento evita dificuldades relacionadas com a transmissão da herança quando alguém da família falece.

Investimentos que visam objetivos de longo prazo são outro ponto importante. Uma assessoria de investimentos pode ajudar com o fornecimento de informações que colaboram, por exemplo, para a escolha certeira de planos de Previdência Privada.

Além disso, o wealth management inclui consultoria tributária, o que significa procurar oportunidades de reduzir os gastos com o pagamento de impostos. Uma possibilidade é a constituição de uma holding familiar, que passa a ser a detentora dos bens da família.

Conclusão

A gestão de grandes fortunas requer cuidado para que o patrimônio seja protegido e continue crescendo. Para isso, é fundamental recorrer a profissionais capacitados, como aqueles que compõem um family office.

Também não se pode esquecer da assessoria de investimentos. Com a ajuda dela, você pode tomar decisões melhores com respeito aos seus investimentos. Assim, a gestão de patrimônio trará diversos benefícios para a sua vida!

Gostou de aprender como funciona o gerenciamento de grandes fortunas? Entre em contato com a Renova e descubra como podemos colaborar para a sua tomada de decisão!

Compartilhe:

Deixe uma resposta


Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.