Como encontrar as maiores pagadoras de dividendos

Como encontrar as maiores pagadoras de dividendos da bolsa?

Não é apenas a renda fixa que oferece a possibilidade de receber juros periódicos. No caso da renda variável, o investimento em Ações que distribuam seus resultados pode cumprir essa função. Para potencializar os impactos, faz sentido buscar as maiores pagadoras de dividendos da bolsa.

Assim, é muito importante considerar os indícios de que uma companhia é capaz de fazer uma boa distribuição de lucros, além de considerar os indicadores. Desse modo, você não desperdiça oportunidades e pode melhorar o fluxo de entrada a partir dos ativos.

Na sequência, descubra como encontrar as empresas que mais pagam dividendos na bolsa!

O que são os dividendos e como funcionam?

Os dividendos nada mais são que a distribuição dos resultados de uma empresa na forma de dinheiro. O valor é proporcional à participação de cada investidor. Então, quem tem mais Ações, recebe uma fatia maior na distribuição.

Um dos pontos interessantes é que os dividendos por enquanto são isentos de Imposto de Renda. Então, isso pode contribuir com a rentabilidade da carteira e ainda ajuda no alcance de objetivos estratégicos.

E quais as diferenças para o juros sobre capital próprio (JCP)?

Quando se fala em distribuição de lucros, a busca por empresas que pagam bons dividendos é comum — mas não é a única possibilidade. Na verdade, o conceito de proventos é mais amplo, e os dividendos são apenas um dos tipos.

Outra possibilidade de provento, por exemplo, é o juros sobre capital próprio. A principal diferença entre dividendos e JCP é a tributação. Enquanto os dividendos são isentos, o JCP exige a tributação na fonte em 15%.

Isso acontece porque ele é distribuído antes de a empresa pagar seus impostos, enquanto os dividendos são distribuídos depois. Logo, os dividendos não são tributados porque já existiu uma alíquota em cima daquele valor.

Quais as vantagens de receber dividendos?

A busca pelas maiores pagadoras de dividendos da bolsa se justifica pelos aspectos positivos envolvidos nessa distribuição. Primeiramente, é uma forma de obter uma renda passiva com regularidade.

Durante o período de acumulação de patrimônio, o valor pode ser usado para reinvestimento. Isso alavanca o potencial de resultado da sua carteira ao longo do tempo.

Também é uma solução para obter mais previsibilidade, dentro do possível na renda variável. Apesar de não haver a mesma segurança da renda fixa, procurar empresas que pagam bons dividendos pode ajudá-lo em sua composição de portfólio, rumo ao objetivo de ter renda frequente.

Além de tudo, um bom pagamento de dividendos pode indicar que a empresa vai bem. Afinal, a situação representa a capacidade de obtenção de lucro líquido por parte do negócio e o interesse em distribuir esses valores entre os acionistas.

Sendo assim, as melhores pagadoras de dividendos costumam apresentar bons resultados na análise geral. Com isso, podem compor uma carteira que é alinhada aos objetivos e ao perfil de quem busca mais segurança.

Por que as empresas pagam dividendos?

Tão importante quanto entender a distribuição de lucro é saber por que os dividendos são pagos. Um dos motivos é ter uma determinação legal. Todas as empresas de capital aberto no Brasil devem distribuir lucros. Ou seja, as que são listadas na bolsa precisam apresentar proventos.

No entanto, a lei não estabelece a frequência e o percentual de divisão. Eles devem constar no estatuto da empresa. Assim, há um segundo motivo para pagar bons dividendos: ter uma política interessante torna a empresa mais atraente para os investidores.

Assim, o negócio consegue atrair novas pessoas e sua Ação pode ter resultados de valorização no mercado devido à maior procura. Isso traz efeitos positivos na imagem e na consolidação do negócio.

Quais são as empresas que mais distribuem dividendos?

Para aproveitar o potencial das melhores pagadoras de dividendos, é preciso entender que essa configuração varia. Dependendo dos resultados e do que está previsto no estatuto do negócio, há distinções quanto ao valor a ser distribuído entre acionistas.

No entanto, algumas empresas reúnem características comuns e que estão associadas a um alto pagamento de dividendos. É o caso das companhias que não precisam realizar reinvestimentos frequentes. Assim, sobra mais dinheiro para chegar até os acionistas.

Essa característica é comum entre empresas sólidas e que já se expandiram o suficiente, por exemplo. Alguns setores também se destacam, como o segmento de energia elétrica e o setor financeiro.

Eles também costumam contar com lucros bem elevados, o que favorece a distribuição. É por isso que Ações de companhias elétricas e de bancos podem se destacar quanto à distribuição de dividendos.

Ainda assim, é preciso avaliar com atenção. Há negócios em diversos outros segmentos que podem apresentar um comportamento interessante. Da mesma forma, nem todas as companhias de determinado segmento serão boas fontes de dividendos.

Como encontrar as maiores pagadoras de dividendos?

Tendo uma ideia sobre quais são as empresas que se destacam na distribuição de lucro, é preciso saber como realmente encontrá-las no mercado financeiro. Para tanto, o ideal é realizar uma análise fundamentalista do negócio.

É possível começar com comparações do preço da Ação pelo lucro líquido, por exemplo. Assim, é possível entender se o ativo está destacado e, principalmente, se o potencial de lucro é interessante. Somente um indicador não trará todas as informações, mas é um ponto de partida.

Também é oportuno conferir a saúde financeira do negócio, como ao avaliar o nível de endividamento. Afinal, as maiores pagadoras de dividendos são aquelas que têm um lucro líquido consolidado. Isso exige uma boa margem e um bom desempenho de custos.

Não menos importante, é interessante avaliar indicadores específicos para encontrar as maiores pagadoras de dividendos da bolsa. O dividend yield (DY) é um indicador dado pela relação entre o total pago na forma de dividendos pelos preços das Ações.

Valores maiores costumam se mostrar interessantes, já que indicam uma boa relação de retorno. Também vale a pena utilizar o dividend payout. Seu cálculo busca conhecer a relação entre dividendos distribuídos e lucro líquido do negócio.

A análise deve ser feita de maneira integrada, com a ajuda de outros indicadores fundamentalistas. Ou seja, você não deve focar apenas na quantidade de dividendos, mas também na perspectiva do negócio como um todo para o longo prazo.

Como vimos, o investimento nas melhores pagadoras de dividendos pode ajudar na sua rentabilização do portfólio e na conquista de objetivos. Então não deixe de analisar os fundamentos das empresas para identificar onde estão as maiores oportunidades!

Se quiser mais informações para aproveitar o mercado financeiro, curta nossa página no Facebook e siga o nosso perfil no Instagram!

(Visited 117 times, 1 visits today)

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Deixe uma resposta


Mais Lidos

Postagens Relacionadas

Categorias

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.