Conheça 4 investimentos para gerar renda passiva

Conheça 4 investimentos para gerar renda passiva

  • Post author:
  • Post category:blog

Se você planeja ter uma renda passiva no futuro, precisa organizar as finanças para atingir seu objetivo. Com planejamento, é possível começar a fazer aportes em diversos investimentos para gerar renda. Existem várias alternativas no mercado, e você precisa conhecê-las.

Mas, você sabe o que é a renda passiva? Ela é obtida independentemente do seu trabalho direto. Ou seja, não é necessário vender seu tempo ou mão-de-obra para ter dinheiro. Com os resultados dos seus investimentos você consegue pagar suas contas ou realizar projetos.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste artigo, você conhecerá 4 investimentos para gerar renda passiva que podem lhe ajudar a viver com mais liberdade no futuro.

Continue conosco!

Por que viver de renda?

Existem diversas vantagens em viver de renda passiva a partir de seus investimentos. Uma delas é a tranquilidade financeira. Com uma renda a mais, as chances de você ser pego desprevenido por dificuldades são menores.

Afinal, existirá uma margem de segurança para quando os imprevistos aparecerem. Assim, será possível agir com mais calma para resolvê-los. Afinal, você poderá analisar os problemas racionalmente, sem se desesperar por causa dos compromissos financeiros pendentes.

Além disso, a segurança financeira contribui muito para a qualidade de vida, especialmente na aposentadoria. A renda passiva é uma forma de trazer mais tranquilidade. Isso porque ela pode ser um complemento na saída do trabalho — período em que muitas pessoas vivenciam limites salariais.

Ter uma renda de investimentos também pode significar a sua independência financeira. Ou seja, quando você acumula determinado patrimônio durante a vida e o montante pode ser suficiente para gerar rendimentos mensais que supram seu orçamento.

Se a receita que vem dos investimentos cobre todos os seus gastos, é possível deixar de trabalhar e passar a viver da renda passiva. Assim, você não vai mais depender financeiramente do ganho que venha de um esforço direto.

4 investimentos para gerar renda

Agora que você conhece os benefícios de viver de rendimentos, o que achou da ideia? Tem vontade de conquistar a liberdade e a independência na sua vida?

Conheça 4 investimentos para gerar renda passiva e trazer estabilidade financeira para a sua vida no futuro!

1. Dividendos de ações

Um dos objetivos de muitos investidores da bolsa de valores é viver de dividendos. Existem diversas empresas que distribuem parte dos lucros aos acionistas, gerando renda passiva para eles. O recebimento é proporcional à quantidade de ações que cada um tem na carteira.

Além dos dividendos, que costumam distribuídos mais frequentemente, existem outros tipos de divisão de lucros. Por exemplo, os juros sobre capital próprio e a bonificação em ações.

Desse modo, quem constrói um patrimônio em ações da bolsa e investe ao longo dos anos pode receber uma renda passiva vinda do lucro das empresas. Ao escolher boas companhias, você tem a possibilidade de lucrar com um volume maior de dividendos.

A frequência com que os pagamentos ocorrem depende de cada companhia. Por isso, é fundamental ter estratégia na escolha das organizações. Muitos investidores montam uma carteira focada em dividendos, escolhendo negócios com distribuição vantajosa e bom potencial para o longo prazo.

A busca por proventos pode ser interessante para gerar renda passiva. Se for do seu interesse, procure por ações de companhias que costumam pagar dividendos atrativos, além disso, lembre-se de entender o negócio para saber se eles são consistentes.

2. Fundos imobiliários

Os fundos de investimento imobiliário (FII) são uma modalidade de investimento que permite que você invista em imóveis sem precisar comprar um bem físico. Muitos FIIs têm um portfólio de imóveis voltado ao aluguel. Então, investir neles pode ser uma forma para receber renda passiva.

Os fundos são administrados por um gestor, que fica responsável por decidir os investimentos e administrar os bens. Ademais, as cotas de FIIs são negociadas na bolsa de valores e quem compra tem direito à participação nos resultados.

Então, cada cotista participa dos lucros de forma proporcional à quantidade de cotas que comprou. É uma maneira de investir em imóveis de alto nível com menos custos ou burocracia. Muitos fundos contam com shoppings ou prédios comerciais em seu portfólio.

Além de fundos que investem em imóveis físicos, existem os que aportam em papéis de renda fixa voltados para o setor imobiliário ou em cotas de outros FIIs. Eles também podem gerar renda passiva, mas é preciso conhecer o funcionamento de cada fundo em seu prospecto para checar isso.

3. Previdência Privada

Outras opções para quem deseja viver de renda são os planos de Previdência Privada. Eles são focados justamente na aposentadoria e costumam ser utilizados por pessoas que procuram montar um planejamento para ter renda complementar depois de sair do mercado de trabalho.

O funcionamento da Previdência Privada pode ser bastante variado, pois existem diversos planos disponíveis para investidores. De modo geral, o foco é de longo prazo. Então, ele funciona com um período de acumulação de patrimônio e outro de usufruto.

Existem diversos fundos de Previdência Privada, além disso, você deve analisá-los para entender qual é a opção que mais se encaixa nos seus objetivos e perfil de investidor. Fique atento, especialmente, ao perfil de risco do fundo, às regras para aportes e resgates e à cobrança de Imposto de Renda.

4. Tesouro IPCA

Se você busca por segurança na sua fonte de renda passiva, os títulos do Tesouro IPCA podem ser alternativas interessantes. Eles fazem parte da renda fixa e são um dos investimentos mais seguros do mercado.

Ao investir no Tesouro IPCA você adquire títulos públicos — emitidos pelo Governo Federal. Além da segurança, uma vantagem dele é que a rentabilidade é sempre acima da inflação, pois ele rende de acordo com a taxa IPCA e um percentual prefixado.

Existem duas possibilidades para quem investe no Tesouro IPCA: receber os rendimentos na forma de uma renda passiva semestral ou contar com os juros apenas no resgate do investimento. isto é, você escolhe aplicar no título da sua preferência e, com os cupons semestrais, ter uma renda passiva.

Neste artigo, você viu como é possível viver de renda a partir de investimentos estratégicos para esse objetivo. Aproveite que acabou de conhecer 4 investimentos para gerar renda passiva e escolha aqueles que mais se adéquam ao seu perfil!

Você tem planos financeiros mais imediatos? Então confira 5 investimentos de curto prazo!

Deixe uma resposta