Renova Invest Facebook

BOVX11: Conheça o novo ETF que replica o Ibovespa

BOVX11
BOVX11

Um segmento que tem crescido no mercado financeiro brasileiro é o setor dos ETFs — ou fundos de índice. Afinal, cada vez mais investidores têm buscado alternativas de diversificação, se expondo a indicadores através de fundos como o BOVX11 — que replica o Ibovespa.

Esse ETF, lançado pelo grupo XP, veio complementar a lista de opções em fundos de índice da B3. Mas quais são as vantagens dessa modalidade de investimento e o que BOVX11 pode oferecer de diferente das alternativas de mesma categoria?

Se você quer saber a resposta, então continue a leitura. Até o fim deste conteúdo, você terá aprendido o que é um ETF, quais são as principais características de BOVX11 e quando vale a pena acrescentar esse fundo de índice a sua carteira de investimento.

Confira!

O que é um ETF?

Antes de conhecer o BOVX11, é importante compreender a modalidade de investimento. ETF é a sigla para exchange traded fund. Também conhecido como fundo de índice — como você viu, a principal característica deles é reproduzir o desempenho de um indicador do mercado.

Esses indicadores representam a performance média de uma lista de ativos de determinado segmento econômico. Assim, os índices são tomados como benchmarks ou parâmetros para diversos investidores e fundos.

O mercado de valores conta com centenas de indicadores de referência. Eles catalogam ativos de um setor a fim de apurar o comportamento daquele segmento específico. Por isso, também existem diversos ETFs para replicar os índices.

Conforme mais pessoas se interessam pelo mercado de ETFs, mais oportunidades de diversificação são oferecidas. Até julho de 2021, por exemplo, já havia mais de 40 ETFs listados na bolsa — e 7 deles estavam atrelados ao Ibovespa.

ETFs de Ibovespa

O BOVX11 é um desses 7 ETFs mencionados. Seu objetivo, assim como das outras opções de mesma classe, é reproduzir o Ibovespa — o principal índice do mercado brasileiro. Mas o que é o Ibovespa (IBOV)?

Esse indicador mede o desempenho das empresas mais negociadas na bolsa de valores brasileira. Por isso, é tido como um termômetro do cenário econômico do país.

Assim, os investidores que desejam acompanhar o desempenho da bolsa podem fazer isso por meio de um ETF que adquira os mesmos ativos da carteira teórica do IBOV.

Dessa forma, investir em BOVX11 permite se expor ao benchmark. Isso equivale indiretamente a seguir as ações das empresas mais negociadas — proporcionalmente ao método de ponderação do índice.


DESCUBRA COMO INVESTIR COMO UM PROFISSIONAL Investir como um profissional

DESCUBRA COMO INVESTIR COMO UM PROFISSIONAL Investir como um profissional

Saiba tudo sobre ETFS - a forma de sostificar os seus investimentos


Outros ETFs de Ibovespa já disponíveis na ocasião do lançamento de BOVX11 eram:

  • BOVA11, da BlackRock;
  • BOVV11, da Itaú Asset;
  • BBOV11, do Banco do Brasil;
  • BOVB11, da Bradesco Asset;
  • SAET11, do Banco Safra;
  • XBOV11, da Caixa Econômica Federal.

O que é e como funciona o BOVX11?

Agora que você sabe o que são fundos de índice, está mais preparado para compreender como funciona o BOVX11. Seu nome é Trend ETF Ibovespa Fundo de Índice e ele foi lançado pela XP Asset em 21 de Junho de 2021, sob o código de negociação BOVX11.


A fim de se manter competitivo diante de alternativas semelhantes, o BOVX11 tem algumas diferenças significativas. Confira quais são as características desse ETF!

Gestora

Todo fundo de investimentos conta com a gestão de uma instituição credenciada. No caso de BOVX11, a responsável pelas decisões do patrimônio do fundo é a XP Asset. O grupo administra outros ETFs na bolsa, além de dezenas de outros tipos de fundos.

Composição

Como você viu, o ETF tem o objetivo de replicar o índice de referência. Logo, o portfólio do BOVX11, naturalmente, é composto pelos ativos da carteira teórica do Ibovespa — segundo os mesmos critérios do índice.

Por conta dessa característica, ETFs apresentam a chamada gestão passiva. Ou seja, a gestora não investe o patrimônio do fundo segundo uma estratégia autônoma. O gestor deve apenas realizar os investimentos conforme o indicador, já que o objetivo é reproduzir a performance dele.

Taxas e tributos

Uma das características mais relevantes e diferenciais do BOVX11 é sua taxa de administração. Ela era a menor da categoria até Julho de 2021. Para efeito de comparação, enquanto a taxa de BOVX11 era de 0,15% ao ano, o BOVA11 tinha uma taxa de 0,3% — o dobro do custo.

Quanto aos tributos, são as mesmas regras para os ETFs de renda variável no geral. Há incidência de Imposto de Renda de 15% sobre os lucros obtidos na venda das cotas.

Quais são os riscos e vantagens de BOVX11?

Para saber se BOVX11 é uma boa oportunidade de investimento para você, é necessário conhecer um pouco sobre suas vantagens e riscos. E fazer uma avaliação sólida da alternativa.

A seguir, confira as principais características dessa alternativa!

Volatilidade

A volatilidade dos preços do ETF está relacionada à própria dinâmica do mercado de valores. Como o objetivo desse fundo de índice é replicar o desempenho do Ibovespa, o BOVX11 está exposto aos riscos da renda variável. Inclusive, de prejuízo com a desvalorização das cotas.

Diversificação

A diversificação é uma vantagem dos ETFs. Afinal, um fundo de índice garante o acesso de qualquer investidor a diversos ativos. No caso do BOVX11, é possível investir indiretamente em dezenas de ações, com taxas administrativas competitivas e baixo custo de investimento inicial.

Praticidade

Praticidade é outra característica desse investimento. Isso porque você consegue ter uma carteira de renda variável sem precisar analisar e investir nos ativos individualmente. O trabalho de comprar e vender ações cabe ao gestor do fundo.

Contudo, a gestão profissional também pode ser uma das desvantagens do investimento. Afinal, via ETF, o investidor se expõe às decisões do gestor profissional — não sendo possível selecionar os ativos individualmente.

Quando vale a pena investir em BOVX11?

Você viu que BOVX11 é uma oportunidade de acompanhar o Ibovespa de maneira mais prática e simples. Mas, vale a pena? A resposta depende dos seus objetivos e perfil de investidor.

Se você tem intenções de ampliar sua carteira expondo seus investimentos ao cenário econômico das principais empresas brasileiras, esse ETF pode fazer sentido para a carteira. Mas é preciso garantir que seu perfil aceita os riscos da bolsa de valores — e avaliar as outras alternativas do mercado.

Apesar da segurança jurídica, essa modalidade de investimento configura uma alternativa em renda variável. Ou seja, existem riscos que devem ser considerados em uma estratégia consciente.

Agora você sabe como funcionam os ETFs e quais as características de BOVX11. Assim, avalie a oportunidade em relação aos demais investimentos disponíveis e, sempre que precisar, conte com uma assessoria de investimentos para tirar suas dúvidas.

Que tal garantir seu acesso a materiais de educação financeira como este? Acompanhe nosso trabalho pelas redes sociais. Estamos no YouTube, Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin!

Veja também

botão de concordância

0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.