Para atender aos interesses dos investidores brasileiros, novos ativos e veículos financeiros são constantemente disponibilizados na bolsa de valores do país. Uma das oportunidades lançadas em 2021 é o ETF IBOB11.

Esse fundo de investimento pode ser uma opção para quem deseja acompanhar a performance do mercado acionário. E ele se destaca por apresentar um diferencial nos custos. Ao conhecê-lo, você poderá decidir se o investimento é adequado à sua estratégia.

Por isso, continue a leitura para descobrir o IBOB11 e ver quais são as vantagens de investir nesse ETF da B3!

O que é o Ibovespa?

Quando o assunto envolve o mercado de ações brasileiro, o Ibovespa é um dos principais conceitos conhecidos. Também chamado de IBOV ou Índice Bovespa, esse é o maior indicador de ações da B3, a bolsa brasileira.

Ele consiste em uma carteira teórica, composta pelas ações mais negociadas da bolsa de valores. Para compor o portfólio, o ativo deve atender a critérios como ter preço acima de R$ 1,00, ter presença mínima nos pregões, ter índice de negociabilidade elevado, entre outros.

Por acompanhar as principais ações da bolsa, a carteira do Ibovespa é altamente representativa do mercado acionário brasileiro. É por isso que o desempenho do Ibovespa é considerado um termômetro da bolsa.

O que é um ETF?

Depois de conhecer o Ibovespa, você já entendeu uma parte importante do IBOB11. Para compreender o investimento como um todo, no entanto, é necessário saber o que é um exchange traded fund (ETF).

Também chamado de fundo de índice, esse é um tipo de fundo de investimento de renda variável. Ele tem como objetivo replicar a carteira teórica de um indicador.

Portanto, o portfólio é composto pelos mesmos ativos de um índice de referência e espelha seu resultado. Ao final de determinado período, o desempenho do ETF, antes de taxas e impostos, será equivalente ao do índice.

O que é o IBOB11?

Com o que já aprendeu até aqui, você está pronto para conhecer o IBOB11. Esse é o ticker (ou código de negociação na bolsa) que faz referência ao fundo nomeado de BTG Pactual Ibovespa B3 Fundo de Índice.

Ou seja, trata-se de um fundo de índice que faz referência ao Ibovespa. Ele é administrado pelo BTG Pactual e estreou na B3 em julho de 2021. Desde então, os investidores têm uma nova alternativa para se expor às ações mais negociadas na bolsa.

Como o IBOB11 funciona?

Quanto ao funcionamento, a participação no IBOB11 está condicionada à aquisição de cotas, que são negociadas diretamente na B3. Você pode adquirir a quantidade desejada — lembrando que o preço de cada cota varia de acordo com a lei da oferta e demanda.


Outro aspecto do funcionamento do IBOB11, comum a todos os fundos de investimento, é que a alocação de recursos é feita por um gestor profissional. No caso específico desse ETF, como você viu, o portfólio é direcionado para a compra das ações que compõem o Ibovespa.

O IBOB11 também prevê o rebalanceamento de carteira, que acontece no IBOV. Esse processo é necessário para que o índice se mantenha relevante e representativo do cenário acionário. Sendo assim, a cada 4 meses o fundo revê os participantes do portfólio e o peso de cada um.

O rendimento do IBOB11 para o investidor é obtido pela valorização das cotas. Isso ocorre tanto pela valorização das ações que o compõem quanto pelo crescimento da demanda por cotas no mercado, por exemplo. Além disso, dividendos distribuídos pelas empresas são reinvestidos.

Por fim, o IBOB11 segue as regras de pagamento de Imposto de Renda dos demais ETFs de renda variável. A cobrança é de 15% sobre a venda de cotas com ganho de capital. É necessário emitir um Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF) para apurar o imposto.

Quais são os diferenciais do IBOB11?

Como o Ibovespa é tão relevante no mercado brasileiro, existem cotas de outros ETFs atrelados ao índice. Porém, o IBOB11 tem um diferencial em relação aos fundos de índice do Ibovespa: a taxa de administração.

A taxa do IBOB11 no lançamento era de 0,03%, a menor taxa do mercado entre todos os fundos negociados que são atrelados ao IBOV. Como o desempenho de todos é muito semelhante, já que o portfólio é praticamente igual, essa taxa faz bastante diferença.


Afinal, custos menores podem melhorar a rentabilidade líquida. Outro diferencial relevante do IBOB11 é que o fundo é administrado pelo BTG Pactual — o maior banco de investimentos da América Latina.

Quais as vantagens de investir em ETF?

Agora que você conhece as principais características do fundo de índice, é interessante saber quais são os benefícios do investimento em ETF. Um dos pontos é a praticidade, já que é o gestor que realiza todas as operações, como comprar as ações de empresas na bolsa brasileira.

No caso do IBOB11, existe ainda a vantagem de atrelar seus resultados ao Ibovespa, sem precisar adquirir cada ação individualmente. É uma forma de ter resultados que acompanham a média do mercado, o que pode ser positivo para estratégias de certos investidores.

Além disso, é uma solução barata para investir com base no IBOV. Para adquirir todas as ações do Ibovespa separadamente, seria necessário pagar dezenas de milhares de reais. Com o ETF, é possível fazer um investimento menor.

Outro ponto positivo envolve a diversificação de investimentos. Ao comprar as cotas do IBOB11, seu patrimônio estará exposto ao desempenho de dezenas de empresas do mercado de capitais brasileiro. Com isso, pode-se evitar a concentração e diluir os riscos.

Como investir no IBOB11?

Se você quiser aproveitar os benefícios de investir no IBOB11, o primeiro passo é avaliar seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros. Por ser uma alternativa de renda variável, ele é um investimento que pode fazer mais sentido para investidores moderados ou arrojados.

Além disso, o ideal é que o foco esteja no longo prazo, para diluição dos riscos. Se as suas características forem adequadas a esse investimento, é preciso abrir uma conta no banco de investimentos, como o BTG Pactual digital.

A partir desse momento, você terá acesso ao home broker, onde poderá selecionar o ticker IBOB11, definir a quantidade de cotas e emitir a ordem de compra. Assim, será um investidor desse ETF.

Conforme você viu, o IBOB11 é o ETF do Ibovespa administrado pelo BTG Pactual. Ele se destaca por ter a menor taxa de administração do mercado e, com isso, pode ser uma oportunidade para compor sua estratégia de investimentos.

Se tiver dúvidas na hora de investir nesse ETF ou em outras alternativas do mercado, o ideal é contar com uma assessoria de investimentos. Entre em contato conosco da Renova Invest e veja como podemos ajudar!