Você provavelmente já ouviu falar do Bitcoin (BTC), a moeda digital que conquistou o mundo. Mas, então, o que é Bitcoin Cash (BCH)? Embora seu nome sugira uma relação com a criptomoeda pioneira, o Bitcoin Cash funciona de modo diferente dela.

Ele é, na verdade, o resultado de uma “bifurcação” do Bitcoin, que visa melhorar suas características. Para isso, busca ser uma moeda digital mais rápida e escalável. Sendo assim, pode ser interessante saber mais sobre ela.

Continue para descobrir como o Bitcoin Cash funciona!

O que é Bitcoin?

Para entender, de fato, o que é Bitcoin Cash, é interessante saber o que é Bitcoin. Essa moeda digital foi a primeira a se tornar popular em todo o mundo. Ela foi lançada em 2007 por Satoshi Nakamoto (pseudônimo).

Segundo seu próprio criador, o Bitcoin foi criado como uma alternativa digital às moedas fiduciárias, como o real, o euro ou o dólar americano.

Então, sua intenção inicial era atuar como um dinheiro eletrônico ágil, seguro e protegido – além de ser uma alternativa para enviar montantes financeiros instantaneamente, em qualquer valor, para qualquer lugar do mundo.

As moedas convencionais dependem de instituições como Bancos Centrais para intermediar transações, já o Bitcoin sempre foi descentralizado. Desse modo, tanto o Bitcoin quanto o Bitcoin Cash funcionam por meio do blockchain.

O blockchain é uma espécie de livro razão, usado na contabilidade tradicional. Contudo, no universo dos criptoativos, ele registra e torna pública qualquer transação realizada em criptomoeda.

Para isso, preserva a identidade dos envolvidos. Isso significa que, teoricamente, ninguém possui ou controla a moeda digital. Logo, as decisões quanto ao seu futuro são tomadas coletivamente.

E o que é Bitcoin Cash?

Lançado em agosto de 2017, o Bitcoin Cash é uma criptomoeda. Ela foi criada por um grupo de desenvolvedores que originalmente faziam parte da rede Bitcoin.  Isso ocorreu após algumas divergências na comunidade Bitcoin tomarem forma.

Como consequência, o novo Bitcoin Cash (BCH) nasceu do Bitcoin original. As discordâncias na comunidade Bitcoin abordavam, especialmente, as melhores formas de dimensionar a moeda pioneira para suportar os grandes volumes de transações futuras esperados.

Afinal, no passado, uma única transação usando o Bitcoin poderia levar até quatro dias para ser concluída. Em comparação a um envio de dinheiro para o exterior por meio de uma transferência SWIFT, por exemplo, o tempo gasto era quase o mesmo.

SWIFT é a abreviatura de Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication ou Sociedade para Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais.

Foi então que surgiu o Bitcoin Cash. Em um primeiro momento, ele foi criado com o único propósito de ser uma maneira mais rápida e barata de enviar dinheiro para o mundo todo. Porém, alguns desenvolvedores não ficaram tão felizes com os resultados obtidos.

Com isso, no final, o Bitcoin acabou sendo dividido em duas criptomoedas diferentes (BTC e BCH). Depois de muita controvérsia e debate na comunidade, essa divisão entrou em vigor, oficialmente, no final 2017. Ela ficou conhecida como hard fork.

Hard fork é o nome dado ao processo que ocorre quando uma cadeia de blocos se divide em dois caminhos distintos que coexistem. Isso porque um blockchain se ramifica para formar um novo blockchain. Ele gera, então, uma nova descendência criptográfica.

O que torna o BCH especial?

O Bitcoin Cash tem muitas coisas em comum com o BTC. No entanto, existem diferenças importantes entre eles. Em primeiro lugar, o Bitcoin Cash tem um tamanho de 32 MB de bloco — em oposição ao 1 MB do Bitcoin.

Isso é extremamente importante, pois, quanto maior o tamanho do bloco, mais rápida é a rede. Assim, a velocidade das transações é um dos benefícios do Bitcoin Cash.

Existem elementos técnicos que também diferem o Bitcoin do BCH. Por exemplo, o Bitcoin Cash possui um algoritmo de função hash de assinatura de transação diferente do BTC.

As funções hash são um dos elementos principais dos sistemas de assinatura digital. Nesse caso, ele foi adicionado para fornecer proteção às transações Bitcoin Cash em relação à cadeia de Bitcoin.

Como investir em Bitcoin Cash?

Agora que você sabe o que é Bitcoin Cash, pode se interessar em investir nesse tipo de criptoativo. Saiba que isso é possível. Porém, é importante avaliar os riscos. O investimento direto em Bitcoin Cash, assim como em outras criptomoedas, é considerado de alto risco.

Isso porque não há nenhuma regulamentação ou fiscalização direta em relação a ele. Afinal, ele é parte de um sistema descentralizado. Além disso, as criptomoedas estão diretamente ligadas à alta volatilidade.

Assim, o investimento pode ser mais adequado para perfis arrojados. Considere também os seus objetivos. Caso a alternativa faça sentido para o seu portfólio, saiba que é possível investir em fundos de investimentos com foco em criptoativos.

Os fundos contam com segurança institucional no Brasil. Assim, nesse caso, será necessário buscar um fundo cuja carteira inclua o BCH.

Agora você sabe o que é Bitcoin Cash e conhece as principais formas de investir nele. Quer continuar aprimorando seus conhecimentos? Então conheça mais sobre a Hashdex, a gestora de fundos focada em criptoativos!