Termo de Ações: o que é e como funciona esse mercado?

O mercado de Ações não envolve apenas a negociação à vista, ocorrida no momento de decisão da compra. Também é possível comprar esses ativos dentro de um prazo específico. Uma das possibilidades é usar o mercado a termo de Ações.

Com essa alternativa, você tem uma nova forma para lidar com as flutuações de cotação e pode obter vantagens. Contudo, é preciso conhecer o funcionamento para tomar decisões embasadas.

A seguir, veja como é o mercado a termo e descubra como operar nele!

O que é o mercado a termo?

O mercado a termo é um ambiente para realizar a compra ou venda de ativos ou derivativos em uma data futura, por um preço acrescido de juros. As condições de pagamento são acordadas entre as partes, mas é comum que os juros envolvam o acumulado da Selic no período.

Em relação ao mercado à vista, sua grande diferença diz respeito à liquidação. Na modalidade à vista, a compra e o pagamento acontecem no mesmo momento. Já o contrato a termo é firmado com o preço do ativo naquele período mais os juros. O pagamento se dá na data futura prevista.

Como ele funciona?

Entender o funcionamento do mercado a termo também é importante para reconhecer suas qualidades mais relevantes. Tudo começa com o interesse do investidor em adquirir um ativo ou derivativo.

Em vez de fazer o pagamento e a liquidação de uma só vez, ele decide firmar um contrato a termo. Então, o preço de compra será composto pelo valor atual acrescido de uma taxa de juros. Em muitos contratos, como vimos, esse valor é a taxa Selic acumulada no período.

Para que as operações no mercado a termo possam ser firmadas, também é comum que haja a cobrança de uma margem de garantia. Não se trata do custo inteiro de operação, mas de algum valor que garanta a proteção de quem compra e de quem vende.

Depois, na data de vencimento prevista, quem compra deve realizar o pagamento completo que foi inicialmente acordado, independentemente da variação que tenha ocorrido nos preços. Ou seja, se o custo atual for maior que o preço de compra, o investidor pode apurar lucro.

Porém, se o ativo ou derivativo estiver mais barato que no momento do contrato, há prejuízos. Como você pode notar, as operações a termo podem ser de compra ou venda. Nesse segundo caso, quem vende pode aproveitar um funcionamento parecido com a renda fixa.

Afinal, ele terá o direito de vender o ativo com juros garantidos. O que significa que, necessariamente, há um ganho em relação ao valor do momento em que foi feita a operação.

Quais as características do mercado a termo de Ações?

Entre as possibilidades de ativos comprados a termo, vale dar destaque para as Ações. De maneira geral, o mercado a termo de Ações funciona da maneira que explicamos. No entanto, vale a pena conhecer algumas características específicas.

Por exemplo, o objetivo de operar nesse mercado. Em operações do tipo, a intenção é se proteger ou aproveitar a flutuação de preços. Se o preço da Ação no momento do pagamento for maior que a cotação no momento da compra, a operação se torna lucrativa.

Nesse caso, o investidor ou especulador pode até mesmo fazer a liquidação antecipada. O comprador pode solicitar que a liquidação total ou parcial aconteça antes do período de vencimento.

Assim, é possível encerrar as obrigações entre as partes. No entanto, o pagamento de juros não é afetado pela antecipação.

Após adquirir Ações no mercado a termo, o investidor tem todos os direitos sobre ela e pode vendê-las, se assim desejar. Contudo, isso não extingue a obrigação de fazer o pagamento no momento acordado.

Em relação ao prazo, ele varia de 16 a 999 dias, no máximo. No caso de contratos a termo flexível, em que é possível mudar o ativo antes do vencimento, o prazo máximo é de 90 dias. Portanto, trata-se de uma operação de curto prazo.

Quais as vantagens e desvantagens das operações a termo?

Realizar operações nesse mercado pode trazer aspectos positivos para a sua estratégia de investimentos.

Primeiramente, como você viu, é uma forma de aproveitar a variação de preços em um curto período para tentar obter lucro. De certo modo, também pode ser uma forma de se proteger, especialmente no caso de ativos que passem por grande volatilidade.

Logo, o ambiente pode compor uma estratégia de proteção de parte da carteira de investimentos, pela diversificação de riscos. Se a sua intenção for comprar Ações e mantê-las no longo prazo, negociar a compra pela cotação em um momento considerado interessante pode ajudar.

Além de tudo, é uma forma de investir mesmo sem dispor de todos os recursos. Como o pagamento é postergado dentro do prazo, você pode pagar o preço dos ativos comprados a termo após liquidar outro investimento, por exemplo.

Essa característica permite realizar alavancagem. Embora ela aumente os riscos, é uma forma de investir além do que você realmente tem. Se houver a valorização das Ações, é possível apurar lucros maiores.

No entanto, é válido ficar atento às desvantagens do mercado a termo de Ações. No caso de ativos muito voláteis, há o risco de ocorrer a desvalorização, o que poderia gerar uma perda.

Além disso, mesmo com a possibilidade de alavancagem, é necessário dispor de uma margem de garantia, consulte sua corretora a respeito. Ela pode ser em dinheiro, em Ações ou outros investimentos. Se você decidir operar alavancado, saiba que os riscos se tornam maiores.

Como realizar uma operação a termo de Ações?

Você ficou interessado em utilizar o mercado a termo de Ações? Antes de decidir, é importante avaliar seu perfil de investidor. Dependendo do seu apetite ao risco – e do seu objetivo, pode ser melhor recorrer ao mercado à vista.

Mas se você tem perfil arrojado e escolheu operar dessa forma, um passo essencial é abrir uma conta em um banco de investimentos para negociar na bolsa de valores. Depois, escolha o contrato e revise as condições — como juros sobre a cotação da Ação e prazo de vencimento.

A próxima etapa é fornecer a margem de garantia para realizar a operação e acompanhar seus resultados. É possível fazer a venda ou liquidação antecipada, mas, como você viu, é necessário pagar o valor acordado e as taxas da bolsa.

O mercado a termo de Ações permite realizar a compra a prazo desses ativos, mediante uma cobrança de juros. Com isso, você pode operar com pouco dinheiro e até de forma alavancada — mas é preciso saber como usar essa estratégia a favor dos seus objetivos!

Quer ter mais informações sobre o tema? Entre em contato com a Renova Invest e tire suas dúvidas!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Deixe uma resposta







Postagens Relacionadas

Mais Lidos

Categorias

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.