Renova Invest Facebook

GENB11: Conheça o ETF BTG Pactual S&P/B3 Ingenius

GENB11
GENB11

Diversas empresas renomadas do setor da tecnologia, mídia e entretenimento não são listadas na bolsa brasileira. Então, por vezes, a alternativa do investidor nacional é retirar seu capital do país e investir no exterior — o que pode ser custoso e arriscado. Mas você conhece o ETF GENB11?

Através desse ETF é possível contar com exposição a diversas empresas estrangeiras de forma prática e fácil. Isso porque o GENB11 é atrelado ao Índice S&P/B3 Ingenius, que é composto por companhias de alto crescimento e inovação tecnológica internacionais.

Ficou curioso em saber quais são as empresas e como funciona o GENB11? Continue a leitura deste artigo e veja tudo o que você precisa saber a respeito!

O que é um ETF?

O exchange traded fund (ETF) — também chamado de fundo de índice — representa um veículo de investimento coletivo. Ele é negociado na bolsa de valores e tem o objetivo de replicar o desempenho de um índice de referência de mercado (benchmark).

Na B3 (a bolsa brasileira), os ETFs são classificados como investimentos de renda variável. Isso significa que o preço das cotas varia de acordo com as oscilações do mercado. Assim, eles costumam ser negociados entre investidores com maior apetite aos riscos.

Como funciona o ETF?

Semelhante aos demais fundos de investimento, o ETF funciona como um tipo de condomínio. Há um gestor que fica responsável por administrar o patrimônio do fundo, e os cotistas que realizam o pagamento das taxas envolvidas — e podem participar dos lucros obtidos.

O gestor é um profissional certificado do mercado financeiro para essa atuação. Ele escolhe os investimentos que serão realizados. Mas, no caso dos ETFs a gestão é passiva. Ou seja, não é preciso superar o benchmark escolhido, somente acompanhá-lo.

Assim, o gestor não toma decisões livremente. Para cumprir com o objetivo do fundo, ele investirá nos mesmos ativos que integram a carteira teórica do índice que se busca espelhar. Por isso, as taxas dos fundos de índice costumam ser menores do que em fundos com gestão ativa.

O que é o GENB11?

Todo investimento negociado em bolsa tem um ticker de negociação que o identifica. Esse código é composto por quatro letras seguidas de uma numeração. No caso, GENB11 é o ticker que será preciso digitar no seu home broker para comprar cotas do ETF BTG Pactual S&P/B3 Ingenius.

Lançado em 26 de julho de 2021, sob a gestão do Banco BTG Pactual, esse ETF possui a proposta de espelhar o S&P/B3 Ingenius Index. O S&P/B3 Ingenius Index é um índice que procura medir o desempenho de algumas das ações mais conhecidas do mundo.

Elas são pertencentes a subindústrias inovadoras do Global Industry Classification Standard (GICS) e são negociadas na B3 como brazilian depositary receipts (BDRs). Para poder integrar o índice, a companhia deve cumprir critérios de elegibilidade, cujos principais são:

  • elevada pontuação de crescimento;
  • alta capitalização de mercado ajustada ao free float;
  • ter a sua cotação principal nos Estados Unidos.

Na composição do índice constam BDRs de empresas como: Amazon, Facebook, Microsoft, Alibaba, Visa, Netflix, Walt Disney, Nvidia, Google (Alphabet A), PayPal, Apple, entre outras. Logo, são os mesmos BDRs que compõem a carteira do ETF GENB11.

O que esse ETF pode oferecer ao investidor?

Depois de saber o que é um ETF, como ele funciona e conhecer algumas características do GENB11, você pode estar em dúvida se vale a pena investir nele ou em outros fundos listados na bolsa brasileira.

Geralmente, os ETFs oferecem a possibilidade de diversificar com baixo custo. No GENB11, por exemplo, a taxa de administração é competitiva. Em julho de 2021, ela era de apenas 0,25% ao ano — o que representa menos de 0,03% ao mês.

Além disso, por meio dele é possível se expor a diversos BDRs atrelados a empresas estrangeiras, promovendo a diversificação internacional. De igual maneira, seu portfólio poderá ficar mais protegido contra a variação cambial do dólar.

Isso porque a maior parte dos ativos que o compõe são referendados em empresas com ações negociadas na moeda norte-americana. Portanto, uma eventual desvalorização do real pode ser compensada pela valorização do dólar, equilibrando o portfólio dos investidores.

Quais as vantagens e riscos envolvendo o investimento em ETF?

Dentre as maiores vantagens de se investir em ETF está a diversificação. Como você viu, com apenas uma cota seu patrimônio já estará exposto a uma variedade de investimentos. Investir individualmente em cada um deles provavelmente seria mais oneroso.

Outro ponto positivo é a possibilidade de internacionalizar seu portfólio sem precisar sair do país. Fazer investimentos no exterior tende a ser burocrático, mais caro e perigoso. Afinal, é preciso estar vinculado a uma bolsa estrangeira, bem como fazer o câmbio de moedas.

Através do GENB11, seu capital contará com a exposição internacional de forma prática. Assim, há a facilidade de negociar as cotas em reais e dentro da bolsa brasileira. Por isso, os ETFs como esse estão ganhando cada vez mais notoriedade no Brasil.

No entanto, existem riscos. No que se refere a eles, o principal é o fato de se tratar de um investimento de renda variável. Isso significa que o preço da cota pode alterar de acordo com o ânimo do mercado, a lei da oferta e a procura, entre outros fatores nacionais e internacionais.

Como investir no ETF GENB11?

Investir em ETF é uma tarefa simples e muito semelhante a comprar ações. Para isso, é preciso ter cadastro em um banco de investimentos de sua escolha. Assim, você pode acessar o home broker — uma plataforma digital que o conecta ao ambiente de negociação da bolsa.

Ao entrar nessa plataforma será preciso digitar o ticker do ETF (GENB11). Depois, selecionar a quantidade e o preço para enviar a ordem de compra. Se houver uma contraparte interessada na oferta, o negócio será executado e brevemente o ETF estará na sua carteira.

Sabendo agora o que é o GENB11 e como ele funciona, não deixe de verificar se o seu perfil de investidor é adequado para esse tipo de investimento. Caso precise de ajuda para entender sobre essa ou outras modalidades de investimento, contate uma assessoria — como a Renova Invest.

Quer saber mais acerca de ETFs? Confira também o conteúdo o que é e como investir em ETF!

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.