Investir o seu dinheiro é algo que deve ser feito de maneira estratégica. Você poderia simplesmente sair comprando Ações que um amigo indicou, por exemplo, mas isso provavelmente não traria os resultados que busca. O motivo é simples: cada investidor é único.

Por isso, queremos ajudar você a descobrir onde investir 10 milhões de reais. Isso envolve uma análise cuidadosa, o que inclui levar em conta seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros. Desse modo, é mais provável que ter sucesso nos seus investimentos.

Para saber onde investir 10 milhões de reais e entender quais fatores devem ser considerados, continue a leitura!

Como investir 10 milhões de reais de maneira estratégica?

Investir bem não se resume a colocar uma grande quantia de dinheiro em um investimento que ofereça uma boa rentabilidade. As escolhas devem ser feitas com estratégia, considerando fatores como o seu perfil de investidor e os seus objetivos financeiros.

A seguir, vamos conversar um pouco sobre essas duas questões:

Perfil de investidor

Um planejamento financeiro eficaz depende de você descobrir qual é o seu perfil de investidor. Como é a sua tolerância ao risco e à possibilidade de ter prejuízo no mercado financeiro?

Há pessoas que querem o máximo possível de segurança e, além disso, têm um conhecimento mais superficial sobre investimentos. Elas geralmente se encaixam no perfil conservador.

Por outro lado, talvez você tenha um alinhamento com o perfil arrojado, ou agressivo. Esse é o caso de que tem uma boa tolerância a perdas. Claro, deve existir também a possibilidade de se obter uma rentabilidade superior.

De forma geral, investidores arrojados buscam um conhecimento mais aprofundado do mercado financeiro, para entender o manejo de risco.

Os investidores moderados, por fim, têm características dos outros dois tipos. Eles têm certa tolerância ao risco e a eventuais prejuízos. No entanto, preferem garantir também um nível considerável de segurança.

Percebe que, para definir onde investir 10 milhões de reais, é preciso conhecer o seu perfil de investidor? Suas decisões dependerão dele. Caso tenha dificuldade, uma assessoria de investimentos pode ajudar você a fazer uma avaliação mais cuidadosa.

Objetivos financeiros

Depois que você descobre qual é o seu perfil, é essencial definir objetivos para o seu dinheiro. Eles podem ser de curto, médio e longo prazo, e há investimentos adequados para cada caso.

Por exemplo, algumas pessoas buscam investir o patrimônio para ter uma fonte de renda passiva. Outras querem garantir a sucessão patrimonial dos investimentos que fazem. Tais objetivos têm um efeito direto na carteira escolhida.

Assim, as escolhas serão diferentes a depender do que você espera. Por isso, é essencial definir objetivos para alocar seu dinheiro de maneira estratégica. Desse modo, seus investimentos o aproximarão cada vez mais do sucesso.

Onde investir 10 milhões de reais?

Agora você já entendeu o que considerar ao montar uma carteira de investimentos. Mas ainda é preciso se lembrar de mais um detalhe. Não é porque um investimento oferece boa rentabilidade que todo o seu dinheiro deve ser alocado nele.

Aqui entra o conceito de carteira de investimentos diversificada. A diversificação visa otimizar a rentabilidade e fazer o manejo do risco. Desse modo, você não se expõe a um risco maior que o tolerável.

Em termos de diversidade, quem tem mais de R$1 milhão para investir conta com possibilidades mais amplas. Isso porque é o patamar que chamamos de investidor qualificado. Logo, você tem acesso a investimentos que não estão disponíveis para o público em geral.

É verdade que esses investimentos podem apresentar um nível maior de risco. No entanto, eles geralmente oferecem oportunidades de retorno maior. Naturalmente, é importante ter um conhecimento mais aprofundado do mercado financeiro ou contar com uma assessoria.

A seguir, veja cinco dicas de onde investir 10 milhões de reais. Em seguida, avalie quais podem ser interessantes para você!

Fundos Exclusivos

Você já deve conhecer os Fundos de Investimentos. Por meio deles, grupos de investidores alocam recursos em diversos investimentos. Mas já pensou na possibilidade de você ter um fundo só seu? Isso é conhecido como Fundo Exclusivo.

Uma de suas vantagens está na tributação, já que não há cobrança de Imposto de Renda nas movimentações internas do fundo. Além disso, Fundos Exclusivos não estão sujeitos ao come-cotas e apresentam facilidade na sucessão patrimonial.

Fundos internacionais

Também existem determinados Fundos de Investimentos que alocam recursos totalmente em ativos internacionais. Por conta de envolverem maior complexidade, eles estão disponíveis somente para investidores qualificados.

Logo, são uma oportunidade de você se expor a moedas estrangeiras, como o dólar e o euro. Além disso, fundos internacionais são uma maneira de se investir em setores bem específicos que não existem com tanta força no mercado nacional.

Fundos de Investimento em Participações

A bolsa de valores aproxima investidores e empresas de capital aberto, facilitando a participação nelas. Mas o que você acha da ideia de investir em companhias de capital fechado? Isso é possível por meio dos Fundos de Investimento em Participações (FIP).

Trata-se de mais um exemplo de fundo que prioriza investidores qualificados. Eles alocam recursos justamente em empresas que não estão na bolsa. Assim, envolvem maiores riscos, mas também a possibilidade de participar do crescimento de um negócio em potencial.

Fundos Imobiliários

Ainda falando de investimentos coletivos, os Fundos de Investimento Imobiliários (FIIs) estão disponíveis para todos os investidores. Eles alocam recursos em ativos do mercado imobiliário. Existem diversos tipos de FIIs, cada um com suas particularidades.

Os fundos de tijolo, por exemplo, costumam investir em imóveis de alto padrão, localizados em diversas regiões do país. São condomínios de galpões logísticos, shoppings, prédios comerciais, entre outros, que podem gerar uma renda mensal a partir dos aluguéis.

Por isso, eles geralmente são uma das alternativas escolhidas por quem quer ter uma renda passiva. Vale a pena se informar também sobre outros tipos de FIIs e suas características. Por exemplo, fundos de fundos ou fundos de papéis.

Títulos Públicos

Por fim, há alternativas para uma parte segura na sua carteira. Os Títulos Públicos são negociados na plataforma Tesouro Direto. Os investimentos são de renda fixa e considerados os mais seguros do país. Por isso, os Títulos Públicos podem contribuir para o manejo do risco.

Depois de termos dado essas dicas de onde investir 10 milhões de reais, cabe a você fazer uma análise cuidadosa. Considere o seu perfil de investidor e tenha em mente os seus objetivos de curto, médio e longo prazo. Caso precise de ajuda personalizada, considere o serviço de assessoria!

Quer fazer boas escolhas de investimentos e montar um portfólio sólido? Entre em contato com a Renova Invest e descubra como podemos ajudar!