Renova Invest Facebook

Factor investing: o que é e como utilizar esse tipo de estratégia nos investimentos

O mundo dos investimentos é um mundo cheio de possibilidades. Até porque é um segmento com várias vertentes, métodos e estratégias para chegar ao objetivo final, que muitas vezes é o aumento da rentabilidade e proteção ao risco. E um desses caminhos é chamado de factor investing.

Mas o que é factor investing? Como uso essa estratégia? Preciso ser um gênio em mercado financeiro? De forma resumida,  é uma estratégia feita para aumentar a diversificação e ter retornos acima do mercado, a sua estrutura é baseada em regras e requisitos já estabelecidos.

O que é factor investing?

Chamado também de investimento em fatores, o factor investing é uma estratégia de investimento onde a alocação de uma carteira é selecionada de acordo com os fatores que podem impactar o desempenho dos ativos escolhidos. Nisso, há dois tipos que influenciam o retorno de títulos, ações e demais ativos.

  1. Fatores macroeconômicos: eventos amplos da economia, que podem provocar mudanças em todas as categorias de ativos;
  2. Fatores de estilo: situações que afetam as categorias de ativos de forma mais específica.

Esses dois tipos de fatores de investimento são classificados segundo a priorização, sendo que a meta é sempre é obter a melhor rentabilidade com a menor exposição ao risco possível. O sonho de todo e qualquer investidor dentro do mercado financeiro, não é?

Como funciona o factor investing?

Nesse tipo de estratégia, os fatores são a base da carteira, responsáveis por gerar os rendimentos em relação a ativos, ações e demais produtos. O factor investing é um tipo de gestão entre a gestão ativa e a gestão passiva, porque busca retornos que estejam acima do mercado com um método de alocação.

ONDE INVESTIR
EM 2024
DESCUBRA COMO ESCOLHER AS PEÇAS CERTAS PARA CONSTRUIR UM PORTFÓLIO SÓLIDO.

A tecnologia é aliada nessas horas, pois através dessa área é possível encontrar fatores de rendimento que serão incorporados a diferentes carteiras.

Já os fatores macroeconômicos que o investidor deve observar são:

  • Crescimento econômico;
  • Taxas reais;
  • Crédito;
  • Inflação;
  • Liquidez;
  • Mercados emergentes.

Estilo do factor investing

Há também fatores de estilo alvos do investidor que está mais propício ao factor investing. Veja quais são:

– Valor


Tem o objetivo de capturar os retornos excedentes das ações, os quais possuem preços baixos em relação ao seu valor,  rastreado por preço de reserva, dividendos e fluxo de caixa livre.

– Volatilidade

Na maioria das vezes, ações com baixa volatilidade possuem maiores retornos atrelado ao risco do que ativos que são altamente voláteis.

– Tamanho

Empresas menores tendem a crescer mais que empresas maiores, da mesma forma como carteiras compostas por small caps tendem a ter retornos maiores do que as carteiras com somente large caps. O tamanho pode ser observado pela capitalização de mercado de uma ação.

– Qualidade

A qualidade é alta quando existe dívida baixa, junto com crescimento, geração de caixa e boa liderança da empresa. A qualidade de um ativo pode ser definida através de indicadores financeiros, por exemplo: dívida sobre patrimônio líquido, retorno sobre patrimônio líquido e lucratividade.

– Momento

Desempenho passado é capaz de orientar desempenho futuro. Investimentos com retorno alto podem ter um prêmio de risco, ou seja, ao contrário de uma alta, a tendência dos preços pode causar uma grande queda.

Dividend Yield

Os lucros das empresas podem ser divididos através de dividendos. Outra opção é reinvestir para expandir suas operações. A diversificação é uma dica de ouro para montar um portfólio.

Resumindo: factor investing é uma estratégia do mercado financeiro baseada em fatores. Ao lado da democratização dos investimentos e da tecnologia, esses fatores guiam a gestão das carteiras. Já pensou em experimentar?

Algoritmo de investimentos; a maneira tecnológica de investir

O algoritmo de investimentos é uma maneira tecnológica de investir. Dentro desse guarda-chuva há até robôs que te guiam quando for alocar o seu dinheiro. Por definição, algoritmo é um conjunto de instruções, regras e sequências lógicas que engloba um sistema para executar funções e com isso, solucionar problemas. Como se fosse uma receita de cozinha pronta para ser seguida, de forma que o resultado final seja o melhor possível.

Por se tratar de uma inteligência tecnológica, os algoritmos são mais eficientes que humanos, conseguindo gerenciar uma grande quantidade de dados em um espaço de tempo pequeno. No mercado de investimento, a ferramenta é muito útil para realizar análises e automações, minimizando o risco.

Isso porque mesmo que seja um setor com alto nível de imprevisibilidade, modelos matemáticos conseguem potencializar a eficácia das estratégias. Com um profissional qualificado ao seu lado, você pode ter uma carteira diversificada e personalizada, fazendo com que o seu algoritmo será montado justamente para fazer os planos darem certos.


Se interessou? Veja mais aqui.

Não perca tempo e aperfeiçoe seus conhecimentos, se inscreva no nosso canal do YouTube para explorar as melhores oportunidades de investimentos no mercado.

Ficou com alguma dúvida? Caso queria conhecer mais alternativas de investimentos, conte com a nossa assessoria! Entre em contato conosco, temos uma equipe preparada para ajudar você!

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.