Renova Invest Facebook

Decentraland (MANA): o que é?

Decentraland
Decentraland

Os jogos e programas online baseados em NFT (non-fungible tokens) podem ser interessantes para diversos investidores e especuladores. Isso porque muitos deles se baseiam em criptomoedas. Entre as possibilidades está o Decentraland — um tipo de jogo que tem o seu próprio utility token.

Por ser uma tecnologia relativamente nova e um investimento alternativo, é fundamental conhecer o seu funcionamento antes de decidir operar com o jogo. Assim, você pode avaliar se vale a pena especular com o token ou trocá-lo por outras moedas digitais importantes, por exemplo.

Quer saber mais? A seguir você entenderá o que é o Decentraland, como ele funciona e quais são as principais informações sobre sua moeda, o MANA.

Confira!

Como funcionam os jogos baseados em criptoativos e blockchain?

Antes de entender o que é o Decentraland, você precisa saber como funcionam os jogos baseados em NFT. Os games online foram impactados de diversas formas pela tecnologia, sofrendo inúmeras mudanças com o avanço dela.

O desenvolvimento do mercado se deu ao ponto de esses jogos representarem uma indústria bilionária. Eles movimentam recursos no mundo todo e atraem jogadores de diferentes idades. Além disso, muitos jogos criam mundos virtuais e permitem a interação entre as pessoas de forma direta.

Diante dessa realidade, é comum encontrar games com milhões de jogadores conectados e interagindo de acordo com as regras do jogo. Em decorrência desse movimento, os sistemas utilizados também precisaram ser aprimorados.

Por isso, diversos jogos têm uma economia própria. Ou seja, há uma moeda no jogo que serve para comprar itens, serviços e bens do próprio game. Dessa forma, os participantes conseguem as moedas e compram seus equipamentos para melhorar seus personagens, por exemplo.

No entanto, as moedas estão restritas ao mundo virtual. Logo, há uma centralização dos recursos que não permite investimentos e outras operações. Inclusive, diversos jogos punem usuários que tentam negociar itens ou mesmo moedas por dinheiro real.

Contudo, com o avanço das criptomoedas, do metaverso e do blockchain, foram criadas novas possibilidades voltadas às plataformas de jogos. Assim, em muitos games as moedas utilizadas se tornaram utility tokens — que podem ser negociados entre usuários.

Renda fixa
Seta Tripla

Descubra agora a
NOVA RENDA FIXA
que pode turbinar seus ganhos. 


Assim, as moedas ainda servem para compra de bens no jogo. Porém, elas vão além: podem ser negociadas fora desse ambiente, principalmente utilizando a conversão em criptomoedas. Por isso, é possível trocá-las por outros criptoativos, por exemplo, o que torna seu uso mais abrangente.

O que é e como funciona o Decentraland?

Como você viu, os jogos baseados em NFT possuem utility tokens próprios que podem ser convertidos em criptomoedas por seus usuários. Por conta dessa característica, eles também se tornaram uma forma de investimento ou especulação.

Isso acontece porque os usuários podem adquirir os utility tokens — seja jogando ou vendendo seus itens adquiridos durante o jogo. E os tokens podem ser utilizados para comprar itens mais caros no game ou vendidos para outros jogadores e investidores interessados.

O Decentraland foi um dos pioneiros ao criar um investimento baseado em jogos virtuais, operando por meio do blockchain da ethereum (ETH). Assim, o jogo possui as mesmas características de segurança e descentralização das criptomoedas.

Para entender melhor, vale a pena conferir um pouco de sua história e o sucesso que ele fez no metaverso. Acompanhe essas informações a seguir:

História

O game Decentraland foi criado em 2015 por Esteban Ordano e Ariel Meilich. No começo, ele não funcionava como um jogo, mas apenas como uma grade pixelada em que os usuários alocavam pixels de acordo com seus trabalhos.

Contudo, em 2017 foi lançada uma organização autônoma descentralizada para gerir o jogo. No mesmo ano, foi realizada uma oferta inicial de moedas (ICO) que levantou cerca de 25 milhões de dólares para as operações do jogo.

Na época, o Decentraland também lançou o seu mundo virtual em 3D. Desde então, ele funciona como um universo próprio em que os usuários criam seus personagens, podendo comprar terrenos, criar comércios e outros empreendimentos.

Sucesso no metaverso

A partir de suas modificações e atualizações, o Decentraland se tornou um sucesso no metaverso. Isso se deve a diferentes aspectos. Primeiro, a sua criptomoeda (MANA) ficou entre as maiores do mercado de cripto em 2021.

Além disso, um passo importante na história deste universo foi a abertura de uma unidade do JP Morgan — o maior banco dos Estados Unidos — dentro do jogo. Para o ecossistema cripto, a participação da instituição também foi um passo de grande relevância.


O banco fez uma publicação em que explorava as oportunidades disponíveis no universo virtual. Além disso, a empresa Republic Realm comprou 259 lotes de Decentraland por cerca de 913 mil dólares. A ideia é criar um distrito de comércio virtual, que ainda está em andamento.

Outro ponto de relevância é que a Sotheby’s possui uma réplica de sua galeria no jogo. Todos esses fatores contribuíram para o sucesso e destaque do Decentraland.

O que é e como funciona o token MANA?

Agora que você já sabe como funciona o Decentraland, é preciso conhecer o MANA, seu utility token. Em termos gerais, essa é a moeda utilizada no jogo. Dessa maneira, existe a possibilidade de os jogadores ganharem os tokens completando missões ou fazendo trocas com outros players.

É com o MANA que se realizam as atividades do jogo, como comprar terrenos, customizar o personagem, criar eventos, entre outras. Assim, para interagir de forma plena e jogar, é preciso ter esse token disponível.

Ademais, o MANA é utilizado para comprar o LAND — que é o NFT do jogo. Os non-fungible tokens, ou tokens não fungíveis, servem para trazer autenticidade a um bem ou item específico. No caso do Decentraland, os LANDs são terrenos virtuais não fungíveis.

Isso quer dizer que cada terreno comprado é único e identificável por meio de criptografia. Desse modo, não há dois terrenos iguais no mundo. Além da exclusividade de propriedade, cada usuário com um LAND tem à sua disposição um terreno no qual pode realizar suas atividades.

Dessa maneira, o LAND representa esses terrenos únicos dentro de Decentraland, que podem ser comprados e vendidos com MANA. Ainda, é importante considerar que tanto o preço do LAND quanto do MANA estão sujeitos às oscilações do mercado, fruto da dinâmica de oferta e demanda.

Vale a pena investir e especular no Decentraland?

Depois de conhecer as principais informações sobre o Decentraland e o MANA, é natural questionar se vale a pena fazer esse investimento. Como você viu, muitos investidores e especuladores veem uma oportunidade nesse ambiente.

Contudo, para saber se ele é adequado para você, é preciso considerar alguns aspectos. Confira os principais!

Perfil de investidor

Realizando um teste de suitability em seu banco de investimentos, você terá condições de saber seu perfil de investidor. Assim, será possível identificar com clareza como lidar com os riscos dos investimentos. Esse é um aspecto fundamental a ser avaliado antes de tomar sua decisão.

Por estarem em um mercado muito volátil, as criptomoedas e demais ativos digitais costumam ser mais adequados para investidores arrojados. Afinal, eles têm maior abertura ao risco, pois estão em busca de um potencial de ganhos mais alto.

Objetivos financeiros

Além de perceber sua tolerância ao risco, é importante que você tenha clareza sobre os seus objetivos financeiros. Como existem diversos investimentos no mercado, é preciso saber o que você busca para entender qual deles se adéqua às suas necessidades.

Conhecimento sobre o mercado

Por fim, é indispensável considerar seu conhecimento sobre o mercado em que deseja investir. No caso do mercado de criptomoedas, você deve ter clareza sobre as possibilidades, riscos e outras particularidades — além das diferentes formas de investir.

Como se expor ao mercado de cripto?

Se, depois de analisar suas condições e necessidades, você deseja se expor ao mercado de cripto, é preciso saber como fazer isso adequadamente.

Como foi possível perceber, os jogos baseados em NFT e criptoativos próprios são maneiras de se expor a esse mercado. Afinal, os tokens podem ser vendidos e comprados com as moedas digitais mais tradicionais, como o bitcoin e o ether.

No entanto, o mercado de cripto é bastante volátil e não tem regulamentação no Brasil. Logo, ele pode trazer receios para muitos investidores que desejam se expor de forma mais confiável a esse nicho.

Para facilitar esse acesso, existem maneiras de se expor ao mercado de ativos digitais por meio de veículos de investimento regulamentados no Brasil. Entre eles estão os exchange traded funds (ETFs) e os fundos de investimento em criptomoedas.

Os ETFs são fundos de investimento passivos, que seguem índices financeiros. Dessa maneira, existem alternativas como o HASH11 — que replica os resultados de um índice da Nasdaq relacionado ao mercado de cripto.

Já os fundos de investimento em criptomoedas não seguem necessariamente um índice, mas compõem a sua carteira, preponderantemente, com esses ativos. Logo, o investidor compra uma cota e se expõe ao mercado, contando com diversificação e gestão profissional.

Agora você já sabe o que é o Decentraland e conhece seu utility token, o MANA. Como vimos, esse tipo de jogo permite exposição ao mercado de criptomoeda, mas é fundamental entendê-lo e conhecer as possibilidades e os riscos do investimento!

Quer conhecer melhor as maneiras de se expor ao mercado de criptos? Então conte com a assessoria da Renova Invest!

 

 

 

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.