Renova Invest Facebook

Como declarar imóvel financiado no IR em 2022?

Ao fazer a declaração de Imposto de Renda (IR), é preciso entender quais são as regras e quais bens devem constar nesse documento, certo? Se você tem um imóvel financiado, por exemplo, deve saber como declarar o item.

Como essa compra gera uma obrigação importante aos cidadãos, a Receita Federal precisa verificar a capacidade de pagamento e o recolhimento de impostos. Logo, com a declaração do imóvel, você ficará em dia com o Fisco e fará uma aquisição mais tranquila.

Quer saber como isso funciona? Então continue a leitura para aprender como declarar um imóvel financiado no Imposto de Renda!

Imóveis devem ser declarados no Imposto de Renda?

Antes de entender se há necessidade de incluir os imóveis na declaração anual, primeiro você deve saber quem precisa entregá-la. A Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF) é um documento enviado anualmente pelos cidadãos à Receita.

Ele serve para demonstrar a renda recebida durante o ano anterior, a evolução patrimonial e os pagamentos realizados. Dessa maneira, é possível avaliar se o imposto pago foi correto ou se há valores a pagar ou a restituir.

Carteira de investimentos totalmente ISENTA DE IR?

No entanto, nem todos os cidadãos precisam efetuar essa declaração. Anualmente a Receita Federal divulga quais contribuintes são obrigadas a fazê-la. As regras dizem respeito a diversas situações, como:

  • recebimento de renda tributável acima do mínimo;
  • recebimento de renda isenta de IR acima de um patamar mínimo;
  • ganho de capital na venda de bens ou direitos tributáveis;
  • realização de operações na bolsa de valores;
  • posse ou propriedade de bens e direitos acima de um valor mínimo.

Se você se encaixar em uma das alternativas segundo as regras de cada ano, deve realizar a declaração do imposto. Mas lembre-se de sempre verificar o site da Receita Federal para se atualizar em relação à necessidade, pois as normas e os valores podem ser atualizados.

Depois de entender esses pontos, você pode se perguntar: afinal, quem é obrigado a declarar imóveis financiados? Na verdade, ao fazer a declaração, todos os seus bens e direitos devem ser registrados. Ou seja, nos casos em que há obrigatoriedade de declarar IR, os imóveis devem constar nesse documento.

Como declarar imóveis financiados no Imposto de Renda?

Agora que você sabe que os imóveis devem ser declarados no Imposto de Renda, é fundamental entender como fazer isso. A seguir, você conhecerá um passo a passo para fazer a declaração sem erros.

Acompanhe:


Utilize o programa oficial

O primeiro passo para fazer a declaração de imóvel financiado no seu Imposto de Renda é utilizar o programa oficial da Receita Federal. Para isso, basta acessar o site do órgão e fazer o download do software no seu computador.

Ao acessá-lo, você terá que informar todos os seus dados pessoais, como nome completo, CPF, título de eleitor, endereço e ocupação. A navegação no programa é bastante simples. No lado esquerdo você encontrará as fichas para preenchimento da renda e dos bens.

Cada ficha é nomeada conforme as informações que devem ser utilizadas. Vale ressaltar que, caso não haja informações sobre uma ficha, basta deixá-la em branco para que o programa não a inclua na conta.

Tenha os documentos em mãos

Ao fazer a declaração de IR, não é necessário enviar documentos comprobatórios à Receita Federal. No entanto, o Fisco pode fazer o cruzamento de dados com outros sistemas para garantir que todas as informações estão corretas.

Portanto, ao ter os documentos você garante que o preenchimento da declaração não terá dados equivocados. Dessa forma, comprovantes, recibos, informes de rendimento e outros papéis são essenciais nesse momento.

Preencha os dados na aba bens e direitos

Depois de preencher seus dados pessoais no programa de declaração do Imposto de Renda, será preciso incluir o seu imóvel na ficha correta. Isso é feito por meio da aba chamada “Bens e Direitos” do programa.

No campo, você deve clicar em “Novo” e preencher todos os dados necessários. Primeiro, escolha a opção “01 – Bens imóveis” no campo grupo. Depois, adicione o código, que pode ser:

  • 11: apartamento;
  • 12: casa;
  • 13: terreno.

Após essa etapa, basta indicar o número do IPTU e a data de aquisição do imóvel — ou seja, da assinatura do contrato de financiamento. Você também terá que preencher o campo “Discriminação”, onde incluirá outras informações relevantes.

Entre elas estão o nome do banco, o número do contrato, as características do imóvel e a quantidade de prestações totais e pagas. Depois, haverá um campo para preencher todas as informações em relação ao endereço do imóvel, com CEP, além de dados da matrícula do bem.

Por fim, há dois campos para incluir os valores da propriedade. Aqui é importante ficar atento, pois uma das dúvidas mais comuns a respeito da declaração é qual o valor do imóvel que deve ser declarado nesses campos.

Se você adquiriu o imóvel no ano anterior, o primeiro campo deve ficar em branco. Já o segundo campo deve conter o montante total que você pagou no imóvel durante o ano anterior, contando as parcelas de financiamento.

Dessa forma, se você pagou R$ 20 mil de entrada e 5 parcelas de R$ 1.000, por exemplo, o montante declarado deve ser de R$ 25 mil.

Quais são os principais erros ao declarar imóvel financiado no IR?

Agora que você já sabe como funciona a declaração de imóvel é preciso conhecer os erros a não cometer nesse momento. O primeiro erro comum é indicar as parcelas não pagas do financiamento na ficha “Dívidas”.

Como você viu, basta declarar o montante pago pelo imóvel durante aquele ano. No ano seguinte, você incluirá as próximas parcelas pagas. Assim, o valor total aumentará a cada ano, até que o contrato esteja quitado.

Isso leva ao próximo erro comum ao declarar o imóvel financiado: utilizar o valor de mercado do bem ou aquele que consta no cartão de IPTU. Tenha em mente que é preciso utilizar apenas os valores efetivamente pagos.


Assim, não haverá incompatibilidade de renda com o preço do imóvel, pois você utilizou seu dinheiro para realizar esses pagamentos.

Entendeu como declarar imóvel financiado no IR 2022? Lembre-se de sempre verificar se há obrigação de realizar essa declaração. Se houver, mantenha em ordem todos os documentos necessários para garantir as informações corretas ao prestar contas com o Fisco!

Ainda tem dúvidas sobre esse procedimento? Então deixe um comentário para que possamos ajudá-lo!

 

 

 

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.