Saber como compor a carteira de investimentos é essencial. Para tanto, é preciso entender o que avaliar na decisão considerando diferentes períodos. Por exemplo, você sabe como escolher seus investimentos no segundo semestre de 2021?

Como o mercado é cíclico e sofre influência de diversos movimentos que acontecem na economia, é importante se atualizar. Dessa forma, você terá mais chances de manter um portfólio sólido e alinhado às suas necessidades.

Para saber mais sobre o tema, continue a leitura deste post. Nele, você aprenderá o que avaliar no segundo semestre de 2021 para compor a sua carteira. Confira!

Qual a importância de considerar as mudanças no segundo semestre de 2021?

É bastante comum que os investidores não entendam a importância de considerar as movimentações do mercado em seus investimentos. Mas esse cuidado pode ajudar a identificar oportunidades e alinhar a tomada de decisão nos novos aportes.

Por exemplo, a taxa Selic está mantendo a sua tendência de alta — após se manter em 2% por alguns meses, ela voltou a subir. Em agosto de 2021, a taxa chegou a 5,25%, sendo que as expectativas permanecem por novas altas.

Isso pode tornar a renda fixa um pouco mais atrativa e beneficiar os investidores com perfil conservador — e os moderados ou arrojados que desejam equilibrar os riscos. Além disso, questões como o avanço da vacinação contra COVID-19 também afetam o mercado.

Com o retorno de diversas atividades, a economia tende a se aquecer, o que pode trazer resultados positivos para as empresas e impactar a bolsa de valores. Ainda, é preciso ter atenção a questões como a cotação do dólar e inflação.

Considerando esses fatores, ficará mais fácil avaliar o seu portfólio e tomar decisões mais alinhadas ao realizar novos aportes. Isso ajudará a manter a sua carteira balanceada e adequada às suas necessidades.

O que avaliar ao escolher os seus investimentos no período?

Além das características do mercado e das movimentações que acontecem, é importante considerar outros fatores para escolher os seus investimentos. A seguir, confira os principais!

Planejamento financeiro

Sempre que considerar fazer novos aportes, é preciso avaliar o planejamento financeiro para que os investimentos sejam alinhados à sua disponibilidade financeira. Com a organização e controle do orçamento, você conseguirá entender quanto pode aportar em cada mês.

Portanto, utilize essa informação como ponto de partida para as suas decisões no segundo semestre. Afinal, é preciso manter a carteira balanceada e escolher investimentos que estão alinhados ao montante disponível, já que podem existir aportes mínimos em certas alternativas.

Perfil de investidor

Independentemente da época, o perfil de investidor é fundamental para as suas decisões. Isso porque ele reflete o seu nível de tolerância aos riscos, o que permite identificar a melhor combinação para compor a sua carteira.


Objetivos e prazos

Também é preciso considerar os seus objetivos financeiros e o prazo de cada um deles, considerando horizontes de curto, médio e longo prazo. Afinal, o alinhamento em relação aos períodos de duração do investimento pode afetar os resultados.

Títulos com vencimento em longo prazo, ainda que permitam o resgate antecipado, podem trazer perdas financeiras. Já na renda variável, o tempo de maturação pode ser essencial para ajudar no manejo de riscos e aumentar o potencial de retorno.

Características dos investimentos

Considerando o que você conferiu nos tópicos anteriores, se torna importante avaliar as características de cada alternativa. Tanto as alternativas de renda fixa quanto as de renda variável podem se alinhar a diversos perfis e objetivos.

Para tomar boas decisões, então, é preciso saber avaliar questões como: nível de risco, potencial de retorno, liquidez e o prazo. Utilizando esses critérios para guiar as suas decisões, ficará mais fácil compor uma carteira sólida.

Diversificação da carteira

Por fim, ao considerar os seus investimentos no segundo semestre de 2021, não se esqueça da importância de montar uma carteira diversificada. Ter ativos variados permite equilibrar riscos e aumentar o potencial de retorno.

Nesse caso, vale a pena ter atenção para escolher investimentos descorrelacionados. Isso significa que, enquanto um ativo sofre efeitos de determinado movimento do mercado, o outro pode não ser afetado.

Essa dinâmica ajudará a trazer mais equilíbrio ao seu portfólio. Do contrário, se todos os ativos possuírem uma correlação positiva, uma movimentação desvantajosa do mercado pode gerar muitas perdas na sua carteira.

Quais são as principais alternativas para investir no segundo semestre de 2021?

Sabendo mais sobre as tendências do mercado e o que considerar para tomar decisões mais alinhadas, vale a pena conhecer as alternativas do mercado financeiro. Avaliando as possibilidades, você pode ter acesso a ativos e aplicações para diferentes necessidades.

Quem visa acompanhar a inflação e proteger o poder de compra, por exemplo, pode contar com opções atreladas ao IPCA, como o Tesouro IPCA+ e outras aplicações semelhantes. Já quem busca outros tipos de retorno pode considerar mais opções da renda fixa ou da renda variável.

Conheça as principais alternativas do mercado que podem compor a sua carteira no segundo semestre de 2021, a depender dos seus objetivos e perfil:

  • títulos do Tesouro Direto (Prefixado, Selic ou IPCA+)
  • certificados de depósito bancário (CDBs);
  • letras de crédito imobiliário (LCI) ou do agronegócio (LCA);
  • certificado de recebíveis imobiliários (CRI) e do agronegócio (CRA);
  • debêntures;
  • ações;
  • exchange traded funds (ETFs);
  • brazilian depositary receipts (BDRs);
  • fundos de investimento — de ações, multimercados, imobiliários, cambiais, entre outros.

Conte com uma assessoria de investimentos

Como o mercado financeiro apresenta diversas alternativas, é comum que surjam dúvidas. Nesse caso, conte com o apoio de uma assessoria de investimentos, como a da Renova Invest. Formada por profissionais do mercado financeiro, você tem a oportunidade de receber um suporte completo.

Assim, é possível esclarecer dúvidas sobre os investimentos, movimentações do mercado e outras questões relevantes para montar a sua carteira. Esse serviço pode ser útil em qualquer época do ano, trazendo informações relevantes e de confiança para o investidor.

Aplicando essas dicas na gestão dos seus investimentos, será viável manter a sua carteira alinhada no segundo semestre de 2021. Como você viu, caso tenha dúvidas ou queira aprender mais sobre as opções do mercado, não se esqueça de contar com uma assessoria de investimentos!

Precisa de auxílio para esclarecer dúvidas sobre investimentos e tomar as melhores decisões? Entre em contato conosco e conte com o time da Renova Invest!