Renova Invest Facebook

Ganho real: o que é, como funciona e como calcular nos investimentos

Ganho real
Ganho real

Você já suspeitou que o rendimento dos seus investimentos não condiz com a realidade? Ao divulgar a rentabilidade de um investimento, muitas instituições financeiras consideram um valor bruto. Ou seja, o que você visualiza não se trata do ganho real.

Isso significa que se um investimento rendeu uma determinada porcentagem no último ano, é provável que ela represente uma taxa bruta, sem considerar os descontos. Assim, saber quanto um ativo ou produto financeiro rendeu depende de algumas condições.

Neste artigo, você entenderá o que é ganho real, como funciona e como diferentes fatores podem influenciar nos seus resultados. Acompanhe!

O que é o ganho real?

Primeiro, é importante entender que o ganho pode ser definido como o percentual de valorização ou remuneração de um investimento. Essa costuma ser uma das características analisadas pelos investidores ao escolher uma alternativa para aportar dinheiro.

No caso do ganho real, trata-se de quanto o investimento, de fato, rendeu após a variação da inflação ser subtraída. Esse valor é o mais comumente considerado pelos investidores, pois é o que garantirá o aumento do patrimônio ao longo do tempo.

Imagine que um investimento esteja rendendo exatamente o mesmo que a inflação no período. Nesse caso, o dinheiro mantém o poder de compra. Isso significa que, na prática, não houve ganho significativo.

Por outro lado, se o investimento render abaixo da inflação, o investidor perderá poder de compra. Para entender como está a rentabilidade das alternativas presentes na sua carteira é necessário escolher um índice de referência.

Um dos índices de inflação mais utilizados na comparação é o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo).

O que é inflação?

Como você viu, não podemos falar de ganho real sem considerar a inflação. Por isso, é importante que esse conceito esteja claro. Ela serve como uma medida para averiguar os preços cobrados em diferentes categorias de produtos.

Assim, a inflação representa o aumento médio dos preços na economia. Parte da política monetária do Banco Central (Bacen) se baseia em definir uma meta para a inflação do ano. Para isso, as decisões são tomadas com base no controle da taxa de juros ou no estímulo da economia, por exemplo.

Para ficar mais claro, é importante saber que um dos motivos que fazem a inflação aumentar é o volume de dinheiro em circulação na economia. Entre outros fatores, isso pode ocorrer pela redução da taxa de juros, pelo crescimento do consumo ou pela ampliação de emissão de papel-moeda.


INVISTA EM AÇÕES COM A PLANILHA DE ANÁLISE FUNDAMENTALISTA Invista em ações


O aumento acelerado da demanda em relação à oferta também impulsiona a subida dos preços. Outras questões importantes que podem causar esse movimento são as crises econômicas e as recessões.

Qual a importância do ganho real?

Agora você sabe que a inflação afeta o poder de compra dos cidadãos. Com o passar do tempo, é comum que um determinado montante guardado não seja mais suficiente para pagar uma conta ou adquirir os mesmos itens no mercado, por exemplo.

Dessa forma, se um investimento traz retornos abaixo da inflação, o ganho real será negativo. Logo, a rentabilidade não será suficiente para manter o patrimônio. Como resultado, o investidor terá perdas, o que mostra a importância de analisar o rendimento real.

Somente assim é possível entender como o investimento conseguiu rentabilizar os recursos e fazer uma comparação efetiva entre as diferentes alternativas disponíveis no mercado. Nesse caso, o retorno pode ser um fator usado para a tomada de decisão, principalmente quando o foco é valorizar o capital.

O que é ganho nominal?

Ao analisar o ganho real de um investimento, é importante considerar também a rentabilidade nominal. O conceito se refere ao valor bruto do rendimento obtido em determinado período. Em geral, essa taxa é comumente apresentada quando se fala sobre o rendimento de um investimento.

Em títulos de renda fixa, é comum que o ganho nominal seja indicado em percentual. Você encontrará CDBs (certificados de depósito bancário) que pagam 100% do CDI (certificado de depósito interbancário), por exemplo.

Alguns fundos de investimento também usam esse parâmetro como benchmark. Se você observar que um fundo teve rentabilidade de 120% do CDI em um determinado período, significa que esse foi o rendimento nominal dele.

Ou seja, a diferença entre o ganho real e o ganho nominal de um investimento é que, basicamente, o primeiro considera os impactos da inflação.

Qual a diferença em relação à lucratividade?

Ganho real e lucratividade são termos que comumente causam confusão entre os investidores. O primeiro traz um percentual em relação ao capital investido, enquanto o lucro mostra o que, de fato, foi obtido com o investimento.

Afinal, existem alguns custos envolvidos nos investimentos que devem ser considerados no momento de calcular os ganhos. Nesse caso, para entender a lucratividade é necessário descontar, além da inflação, tarifas, impostos e taxas cobradas de acordo com o tipo de investimento.

Ao fazer esse cálculo é possível analisar qual foi a lucratividade e o ganho total obtido com os aportes.

Como calcular o ganho real nos investimentos?

Após entender os conceitos, vale a pena aprender como calcular o ganho real de um investimento. O primeiro passo para isso é descontar a inflação sobre o valor investido. Suponha que você tenha comprado um imóvel por R$ 500 mil no primeiro dia do ano e tenha vendido por R$600 mil no último dia.

Nesse caso, é preciso considerar a rentabilidade nominal e descontar a inflação do período para identificar o quanto você ganhou. Suponha que a inflação no ano tenha sido de 5%. Portanto, para adquirir o mesmo imóvel no fim do ano, você precisaria de R$ 525 mil.

Dessa forma, o cálculo do ganho real considera o valor que seria necessário pagar para adquirir a mesma propriedade no fim do ano. Isso significa que o ganho real obtido com a venda do imóvel foi de R$ 75 mil, o que representa 14,28%.

Entender o que é ganho real é fundamental para fazer uma avaliação mais detalhada do retorno da sua carteira de investimentos. Assim, é possível buscar as alternativas mais adequadas para as suas necessidades e expectativas.

O cálculo é dado, então, pelo valor da venda subtraído do preço pago no início do ano corrigido pela inflação. A porcentagem de ganho líquido é dada pela divisão desse resultado pelo valor corrigido.

Dessa maneira, saber calcular o ganho real é importante para avaliar as decisões a respeito do seu patrimônio e fazer escolhas mais acertadas ao investir. Ainda, o cálculo permitirá identificar se houve aumento no poder de compra ou se é preciso fazer ajustes na estratégia.

Quer ampliar seus conhecimentos sobre investimentos? Complemente a leitura e entenda o que é spread no mercado financeiro!

Veja também

botão de concordância

0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.