Renova Invest Facebook

Free Float de ações: entenda como funciona

Free Float de ações
Free Float de ações

O free float de ações é um conceito bastante relevante no mercado financeiro. Ele influencia as análises dos investidores por estar relacionado a questões fundamentais no aporte — como a liquidez e a volatilidade dos papéis.

Apesar de não ser a única informação que deve ser analisada pelos investidores, o free float é fundamental. Logo, conhecer esse conceito e suas particularidades aumenta o seu conhecimento e pode melhorar sua tomada de decisão ao investir.

Quer saber mais? A seguir, você entenderá o que é o free float de ações, como ele funciona e por que ele é tão importante para o mercado. Continue a leitura e aprenda!

O que é o free float de ações?

Free float é um termo em inglês que pode ser traduzido para “livre circulação”. No entanto, ele é mais utilizado na forma inglesa pelos agentes do mercado. Por isso, free float é o termo mais comum que você encontrará ao longo de sua jornada através dos investimentos.

A tradução já fornece um indicativo sobre sua definição. Afinal, free float diz respeito à circulação de ações de determinada empresa na bolsa de valores brasileira, a B3. Assim, o free float indica o nível de abertura de uma companhia para o mercado em geral.

Dessa maneira, as ações em free float são aqueles papéis disponíveis para a compra e venda entre os investidores. Logo, elas podem ser negociadas livremente e têm suas cotações determinadas conforme a oferta e demanda.

Como ele funciona?

Depois de conhecer o que é o free float, você deve estar interessado em saber como ele funciona, certo? É comum que os investidores pensem que todas as ações de uma empresa estão em negociação. No entanto, existem papéis que não estão disponíveis no mercado.

Nesse sentido, quando uma companhia abre o seu capital na bolsa de valores por meio do IPO (initial public offering), nem todas as ações emitidas podem ser compradas. Trata-se dos papéis que não estão em free float.

Isso acontece porque parte das ações é reservada para os diretores, controladores e acionistas preferenciais — que têm direito de compra. Desse modo, acionistas majoritários, como os sócios antes da abertura de capital, já têm papéis reservados para si.

Portanto, entre as ações que uma empresa emite, apenas um percentual está indisponível para a negociação entre investidores. Assim, o free float indica a quantidade de papéis sobre os quais pode haver essa negociação.

Desse modo, ele pode ser um indicador mais importante até mesmo do que o número total de papéis, em algumas situações. Isso acontece porque, com o free float, o investidor consegue saber qual é a quantidade de ações negociada na bolsa e qual é a proporção em relação às ações totais da empresa — como você entenderá melhor adiante.

O que o free float indica para o investidor?

Conhecendo o funcionamento do free float, é possível dizer que ele pode servir para medir o risco de liquidez de determinada ação. Essa característica trata da facilidade com que um ativo é transformado em dinheiro pelo investidor.

Dessa forma, quando o free float de uma ação é baixo, há menos papéis sendo negociados. Essa característica tende a diminuir o volume de negociações e, consequentemente, a liquidez de um ativo. Com menor negociação, pode ser mais difícil vender essa ação, pois há menos interessados nela.

Além disso, um free float menor também pode aumentar a volatilidade de preços de uma ação. Lembre-se de que, se o número de ações em circulação é baixo, há mais papéis concentrados na posse de controladores e grandes acionistas.

Por outro lado, há menos papéis com pequenos acionistas. Então, quando há movimentos de compra ou venda um pouco maiores ou mais intensos, o impacto causado no preço das ações se torna bastante perceptível.

Dessa maneira, é comum que a volatilidade de preços em ações com baixo free float seja maior. Apesar de essa característica ser atrativa para especuladoras, ela pode tornar o investimento mais arriscado — a depender da variação de preços.

Como calcular o free float de determinada ação?

Até aqui você entendeu o que é o free float, como ele funciona e o que esse indicador demonstra ao investidor. Agora é preciso saber como calcular o free float de determinada ação encontrada na bolsa de valores brasileira.

Nem sempre será preciso calcular o free float por conta própria, já que essa informação é registrada em balanços patrimoniais e análises das empresas, por exemplo. Mas vale a pena entender como o cálculo é feito.

Nesse sentido, utiliza-se a seguinte fórmula:

Free float = (número total de ações em circulação / número de ações disponíveis da empresa) x 100

Logo, quanto mais próximo de 100 é o resultado, maior é o free float de ações da empresa. Um free float igual a 100 indica que todos os papéis em circulação estão disponíveis para negociações de investidores na bolsa.

Qual é o free float ideal?

Você está se perguntando sobre qual é o free float ideal de uma ação? Na verdade, não há um número certo, pois esse fator depende de diversas questões e pode influenciar a sua decisão de investimento de diferentes formas.

Contudo, a B3 indica segmentos de listagem que são influenciados de acordo com o free float, principalmente em relação à governança. Isso acontece porque um free float maior indica mais abertura ao mercado.

Por que é importante conhecer o conceito?

Como vimos, o free float é um conceito fundamental para os investidores, já que pode ser utilizado como um indicador na tomada de decisão de investimento. Afinal, ele pode indicar questões importantes acerca de uma ação e sua empresa, como liquidez, volatilidade e governança.

Mas atenção: ele não deve ser utilizado como o único fator a ser considerado na sua análise. Outras particularidades devem ser analisadas em conjunto para que você faça uma escolha adequada ao seu perfil e objetivos.

Ou seja, o free float sozinho não é capaz de indicar com precisão a liquidez ou os riscos de um aporte. Assim, sua análise deve ser montada conforme a sua estratégia de investimentos e utilizando diversos indicadores fundamentalistas.

Agora você já sabe o que é o free float de ações e para que serve esse indicador das empresas de capital aberto! Como você viu, ele pode ser utilizado como uma base para sua análise e tomada de decisão de investimento, mas vale considerar outros elementos para uma avaliação mais robusta.

Você precisa de um suporte para entender esse e outros indicadores? Então conte com a Renova Invest!

 

 

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
2 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.