Renova Invest Facebook

Fantom (FTM): Confira detalhes sobre essa criptomoeda!

Fantom
Fantom

A ethereum é uma plataforma de contrato inteligente muito popular, mas apresenta limitações que a tornam mais lenta e de alto custo. Com o objetivo de melhorar esses pontos, surgiram outras redes blockchains — como o fantom e sua criptomoeda FTM.

Com intuito de oferecer maior escalabilidade, segurança e descentralização, essa plataforma ganha destaque no mercado de criptoativos. Assim, se você se interessa em saber mais sobre esse nicho de investimentos, deve conhecer os detalhes do fantom.

Neste post, você entenderá o que é fantom, como funciona seu token e se vale a pena investir nesse ativo digital. Confira!

O que é fantom?

O fantom é uma plataforma descentralizada de contratos inteligentes e desenvolvimento de aplicativos baseada na tecnologia blockchain. Ele utiliza um mecanismo de consenso para oferecer integração entre aplicativos descentralizados (DApps), ativos digitais e recursos de finanças descentralizadas (DeFi).

Desse modo, o projeto é altamente escalável, oferecendo alta performance aos usuários e, sobretudo, aos desenvolvedores de DApps. Com isso, o objetivo do fantom é oferecer uma tecnologia mais ágil, segura e com menor custo, quando comparado às blockchains mais antigas.

Ele é uma opção à rede ethereum, visto que desempenha as mesmas funções que ela e é compatível com a máquina virtual ethereum (EVM). Então os projetos desenvolvidos na ethereum podem ser facilmente transmitidos e são interoperáveis no fantom.

O projeto também estimula a criação de aplicativos que podem ser usados no mundo real. A plataforma foi lançada em 2018 pela Fundação Fantom — formada por cientistas, engenheiros, pesquisadores, designers e empreendedores.

Em 2019, o projeto construiu a opera chain — a sua primeira camada compatível com o contrato inteligente da EVM. Dessa maneira, o FTM, seu token nativo, se tornou disponível como um padrão ERC-20.

Já no segundo semestre de 2019, o fantom anunciou a integração na rede binance chain que, por sua vez, passou a efetuar transações no projeto. Dessa maneira, o FTM também pode ser acessado nos tokens dessa plataforma como BEP-2.

Por fim, em setembro de 2021, um dos membros fundadores do fantom lançou o marketplace de tokens não fungíveis (NFTs) na plataforma.

Como o fantom funciona?

Após saber o que é o fantom, é necessário saber como ele funciona. A blockchain valida as transações pelo mecanismo proof of stake (PoS), ou prova de participação em português, chamado Lachesis (aBFT).

Essa dinâmica mostra maior capacidade de processar as operações, se comparada ao mecanismo de validação proof of work (PoW) — prova de trabalho —, que é mais tradicional. Além disso, o PoS apresenta maior nível de tolerância às falhas devido ao protocolo aBFT.

Como existem outras blockchains independentes conectadas ao fantom, há menor congestionamento da rede. Afinal, os DApps podem funcionar com sua própria blockchain. Com isso, o fantom pode ser mais rápido e cobrar taxas menores que a ethereum por suas transações.

Ademais, as blockchains podem interagir entre elas e ter suas próprias regras de governança e tokens. Nesse sentido, a governança do fantom é realizada por meio de seu token nativo, o FTM. Logo, qualquer usuário que possui FTM pode participar com votos.

Assim, os usuários podem decidir democraticamente sobre atualizações e melhorias na plataforma. Nessa rede, também é possível executar um nó validador, bastando apenas ter um número mínimo de FTMs. Em troca do serviço, o usuário recebe recompensa.

Vale destacar que, mesmo não tendo a quantidade mínima de tokens para atuar diretamente no processo, é possível participar dele de maneira indireta. Para tanto, você pode disponibilizar a partir de 1 FTM — e tem chances de ser remunerado por isso.

Qual é e como funciona a sua criptomoeda?

Como você viu, o fantom apresenta o seu próprio token nativo, a criptomoeda FTM — que influencia na governança da rede. Dessa maneira, é importante saber o que é e como funciona esse ativo.

Além de ser usada para administração da plataforma, o FTM é um token de pagamento. Então é possível utilizar a criptomoeda para enviar e receber pagamentos, com taxas de transação muito baixas e rapidez na confirmação da operação.


Além disso, o token pode ser usado para cobrança das taxas de operações no fantom, como implementações de contratos inteligentes. Outra utilidade dele é o staking — uma forma de recompensa para usuários.

Eles são escolhidos aleatoriamente para validar transações de criptomoedas da mesma blockchain presente na carteira. Desse modo, é possível obter renda passiva com essa moeda.

Vale a pena investir na criptomoeda do fantom?

Entendendo mais sobre o FTM, é possível que você queira saber se vale a pena investir nessa criptomoeda. Na prática, é necessário avaliar uma série de questões para compreender se o investimento é compatível com a sua estratégia.

Primeiramente, você deve identificar o seu perfil de investidor — que permite mensurar o nível de tolerância ao risco do investidor. Para isso, é preciso fazer o teste disponibilizado pelos bancos de investimentos.

Assim, você consegue saber se o seu perfil é conservador, moderado ou arrojado. Como os criptoativos são investimentos de alta volatilidade, eles costumam interessar investidores dos perfis moderado e arrojado — que suportam maiores riscos.

Além do perfil, é importante entender qual é o seu objetivo ao investir o dinheiro. De modo geral, os ativos digitais podem ser usados em estratégias de especulação de curto prazo ou investimentos de longo prazo.

Para o investimento prático, vale saber que é possível investir em criptoativos de forma direta, negociando-os em uma exchange, ou de maneira indireta. No segundo caso, você deve investir alternativas ligadas aos ativos digitais, como:

  • fundos de índice (ETFs) de criptoativos;
  • brazilian depositary receipts (BDRs) lastreados em ativos relacionados a esse mercado;
  • fundos multimercados com exposição aos criptoativos.

Neste conteúdo, você aprendeu o que é e como funciona o fantom e a sua criptomoeda FTM. Agora, você tem informações relevantes que podem ajudar a entender se essa alternativa faz sentido para a sua estratégia de investimentos!

Já pensou em ter uma assessoria de investimentos? Acesse nosso site e agende uma reunião com um dos nossos assessores qualificados!

 

Quer saber mais sobre o mercado financeiro? Então acompanhe nossos conteúdos no YouTube, Facebook e Instagram!

 

Veja também

botão de concordância

0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.