Horário das 8:30-19:00
atendimento@renovainvest.com.br
11-3192-3882

Conheça o fundo imobiliário HGLG11

Neste artigo, você conhecerá um dos FII´s mais negociados na bolsa de valores e por investidores mais experientes, o fundo imobiliário HGLG11.
fundo imobiliario hglg11 galpões logísticos

Conheça o fundo imobiliário HGLG11

//
Posted By
/
Comentário0
/
Categories, ,

Neste artigo, você conhecerá um dos FII´s mais negociados na bolsa de valores e por investidores mais experientes, o fundo imobiliário HGLG11. É muito importante que você conheça quais são os imóveis compõem sua carteira, histórico de rentabilidade e seus diferenciais.  

E foi pensando em ajudar você, investidor, a conhecer algumas das principais oportunidades em FIIs do mercado brasileiro que preparamos uma série sobre Fundos de Investimento Imobiliário.

Neste artigo, você conhecerá mais sobre o fundo HGLG11. Continue a leitura e saiba mais sobre ele!

O Fundo Imobiliário HGLG11

O CSHG Logística é um Fundo de Investimento Imobiliário do tipo tijolo. Mais especificamente, trata-se de um FII especialista em galpões logísticos, apesar de não ser o único tipo de empreendimento encontrado no portfólio do fundo.

O objetivo do fundo é comprar ou construir galpões logísticos para venda, aluguel ou arrendamento e gerar renda para seus cotistas. Por isso, pode ser indicado para quem pretende ter uma renda constante proveniente de aluguéis sem ter imóveis para alugar.

Informações importantes sobre o fundo

O fundo CSHG Logística é negociado no mercado brasileiro sob o ticker HGLG11. Como você já sabe, o objetivo do FII é explorar empreendimentos imobiliários voltados para atividades logísticas e industriais. Além disso, o fundo pode participar de operações de securitização.

Os ativos que compõem a carteira desse FII são terrenos adquiridos para a construção e, eventualmente, imóveis prontos para posterior alienação, locação ou arrendamento.

A administradora do fundo é a CREDIT SUISSE HEDGING GRIFFO CORRETORA DE VALORES S.A. O fundo foi iniciado em junho de 2010.

Em fevereiro de 2020, a taxa de administração cobrada no FII HGLG11 era de 0,6% ao ano sobre o valor de mercado de negociação em Bolsa do Fundo.

Rentabilidade do fundo HGLG11

O HGLG11 tem uma política de distribuição de rendimentos que deve distribuir aos cotistas, no mínimo, 95% dos resultados obtidos, apurados segundo o regime de caixa.

Esses rendimentos auferidos no semestre podem ser distribuídos aos cotistas mensalmente, sempre no décimo dia útil do mês subsequente ao mês do recebimento dos recursos.

Abaixo, você confere a evolução da rentabilidade do HGLG11 desde o início, de acordo com o site do administrador do fundo CSHG:

HGLG11 rentabilidade

HGLG11 rentabilidade

HGLG11 rentabilidade histórica

HGLG11 rentabilidade histórica

HGLG11 rentabilidade e liquidez

HGLG11 rentabilidade e liquidez

Composição da carteira do fundo

Atualmente, o fundo HGLG11 é composto por 14 ativos espalhados por 4 estados do Brasil: Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.

Veja cada um dos ativos a seguir.

Minas Gerais

  • Lojas Americanas Uberlândia – localizado na cidade de Uberlândia.

Santa Catarina

  • Cremer Blumenau – localizado em Blumenau.

Rio de Janeiro

  • Gerdau Rio de Janeiro – Bairro Campo Grande, localizado na capital do Estado.

São Paulo

  • Air Liquide Campinas – Bairro Nova Aparecida, Campinas;
  • Fedex Guarulhos – Bairro Cumbica, Guarulhos;
  • Brascabos Rio Claro – Distrito Industrial, Rio Claro;
  • Condominio SJC – Bairro Jardim Nossa Senhora da Conceição, São José dos Campos;
  • Master Offices – Santo Amaro, São Paulo;
  • Edifício Albatroz – localizado na cidade de Jarinu;
  • Condomínio Tech Town – localizado na cidade de Hortolândia;
  • Edifício Onix e Edifício Safira no Centro Empresarial Atibaia, localizado na cidade de Atibaia;
  • Tetra Pak Monte Mor – Bairro Chapéu do Sol, Monte Mor;
  • Edifício Os Lusíadas, Condomínio Empresarial Barão de Mauá – localizado na cidade de Atibaia;
  • Volkswagen Vinhedo – Bairro Industrial Benedito Storani, Vinhedo.

 

HGLG11 carteira do fundo

HGLG11 carteira do fundo

Vale a pena?

Agora que você já sabe mais sobre o fundo HGLG11 deve ter percebido que este fundo imobiliário pode ser interessante para quem deseja investir no setor imobiliário sem ter imóveis “físicos”.

É uma alternativa também para quem não deseja passar pelas etapas burocráticas negociar, administrar ou vender imóveis.

Antes de fazer sua escolha de investimento, entretanto, é importante lembrar que a carteira desse FII é composta por edifícios e galpões com objetivos industriais e empresariais.

Se a estratégia do fundo fizer sentido para você – e se você se sentir confortável com outras questões envolvendo este FII, como valor mínimo de aporte, taxa de administração e política de distribuição de rendimentos, o HGLG11 pode sim ser uma boa opção para compor sua carteira de investimentos.

Contudo, antes de investir em qualquer tipo de fundo, você precisa conhecer seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros para identificar se a modalidade de investimento é adequada à sua carteira.

Além disso, é importante analisar a lâmina do fundo com atenção e buscar sempre a maior quantidade de informações possíveis sobre o FII antes de decidir fazer seu investimento em um fundo de investimento imobiliário.

Se interessou pelo fundo HGLG11 ou deseja encontrar outras boas oportunidades de investimentos em fundos imobiliários? Então clique aqui e conte com nossa ajuda para escolher os melhores FIIs para o seu portfólio!