P/EBIT: você sabe como funciona esse indicador?
P/EBIT: você sabe como funciona esse indicador?

P/EBIT: você sabe como funciona esse indicador?

O uso de indicadores fundamentalistas é útil para realizar uma análise de Ações, carteiras recomendadas e até mesmo de fundos de investimento. Com a ajuda dessas medidas, você tem a chance de identificar se um investimento é interessante e atende aos seus objetivos. Entre as alternativas, há o P/EBIT.

A sua aplicação é especialmente focada na compreensão do lucro do negócio, com menos distorções que outras possibilidades. Desse modo, você pode usá-lo como apoio da sua tomada de decisão para o seu portfólio.

A seguir, entenda como funciona o indicador de preço sobre EBIT e descubra quais informações ele oferece!

O que é o P/EBIT?

Primeiramente, é preciso compreender que EBIT é a sigla em inglês para Earnings Before Interest and Taxes. Com isso, representa o lucro antes juros e impostos. O valor representa o lucro gerado por uma empresa com a execução da sua atividade-fim, como venda de produtos ou de serviços.

Já o preço corresponde ao valor das Ações de uma companhia. Então, o P/EBIT é um indicador dado pela relação entre os dois elementos, que são avaliados em determinado período.

Como calcular o indicador?

Para fazer o cálculo do preço sobre EBIT, é preciso, primeiramente, encontrar o valor referente ao segundo elemento. O EBIT é dado por:

EBIT = Receita líquida – Despesas operacionais

Você também pode conhecer esse valor com a ajuda do Demonstrativo de Resultado Financeiro (DRE) divulgado pela companhia. Para relacionar com o preço da Ação, é preciso dividir o resultado pelo total de papéis que a empresa tem no mercado.

O outro componente do indicador múltiplo nada mais é do que o preço da Ação. Ele considera a cotação do papel no momento de análise. Então, a equação fica assim:

P/EBIT = Preço de negociação da Ação / Valor do EBIT no período sobre o número de Ações

Imagine um negócio que tem 10 milhões de Ações e um EBIT de R$ 150 milhões. Já a Ação é negociada por R$ 9,00. Assim, o indicador será:

P/EBIT = 9/15

P/EBIT = 0,6

Em geral, um valor abaixo de 0 indica que o preço está subdimensionado, o que pode sinalizar uma oportunidade de investimento. Já um valor acima de 1 costuma apontar que o preço da Ação está caro em relação ao lucro que ela representa.

Para que ele serve?

Você já sabe o que é o P/EBIT e como calculá-lo. Agora, é preciso compreender qual é a sua função. Basicamente, ele é um indicador utilizado para a análise fundamentalista de Ações.

Ou seja, ajuda a indicar os fundamentos de uma companhia. A análise é utilizada por pessoas que querem negociar Ações para o longo prazo. Assim, é possível usar o resultado da análise para tomar decisão sobre a compra (ou venda) de um ativo.

Como visto, o indicador P/EBIT é útil para definir se a compra é vantajosa ou não. Ele também é interessante para evitar as distorções que acontecem sobre o lucro.

Isso porque uma empresa pode ter um resultado favorável com atividades que não estão ligadas ao seu modelo de negócio. Por exemplo, na venda de ativos. Como não há vínculo com a atividade-fim da companhia, o lucro não se repete de modo consistente.

Com o preço sobre EBIT, é possível fazer uma análise direta em relação à receita obtida com a atividade-fim. Então ele serve para embasar a análise e trazer um aprofundamento sobre questões financeiras e de desempenho.

Qual a diferença para o P/EBITDA?

Conhecer o P/EBIT é importante, mas também é essencial entender que ele não é o mesmo que P/EBITDA. Essa dúvida pode surgir quando você conhece os indicadores. Apesar de terem siglas semelhantes, são dois indicadores bem diferentes.

O EBITDA, na verdade, corresponde ao lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização. No geral, ele está mais ligado a uma análise de fluxo de caixa, já que ajuda a identificar o quanto a empresa, de fato, consegue gerar de caixa.

As diferenças não significam que os indicadores sejam concorrentes ou excludentes. Uma análise fundamentalista bem feita envolve diversos fatores. Logo, é possível fazer o cálculo do P/EBITDA e também usá-lo em conjunto na avaliação.

Por que conhecer a relação entre preço e EBIT?

Quando falamos especificamente no indicador P/EBIT, explorá-lo é muito importante para ter uma análise menos distorcida do ativo. É um jeito de saber se o papel está caro ou barato e, assim, se é o momento de investir.

Também há como fazer uso dele para comparar empresas do mesmo setor. Você poderá, por exemplo, conhecer qual companhia aparenta ter o preço de Ação mais subdimensionado. A partir disso, pode investigar e saber se, de fato, trata-se de uma boa oportunidade.

O acompanhamento na evolução do P/EBIT é útil, ainda, para entender melhor a situação financeira de uma empresa que já recebeu seu aporte. Dependendo dos resultados, pode-se definir que o momento é ideal (e que pode ser lucrativo) para a venda, por exemplo.

Mas, como dito, o indicado é utilizar mais de um indicador na sua análise. Isso ajudará a ter uma visão completa sobre as finanças da companhia antes da tomada de decisão.

Qual a relação dos indicadores com o perfil de investidor?

Quem investe em Ações e alternativas de renda variável geralmente tem um perfil de investidor moderado ou arrojado. Mesmo assim, é preciso conhecer e modular os riscos, para que seus investimentos não sejam mais voláteis do que a sua tolerância.

Nesse sentido, a análise do P/EBIT e de outros fundamentos aumenta a segurança ao decidir se tornar sócio de uma empresa para o longo prazo. Assim, você escolher companhias com bons resultados. Além disso, pode adquirir Ações que apresentam um valor relativamente subdimensionado e tenham potencial de valorização.

Como você viu, o indicador P/EBIT demonstra a capacidade de uma empresa de gerar lucro com sua atividade-fim, além de relacionar o fator com o preço das Ações. Ao analisá-lo, você tem um apoio a mais para decidir se é interessante investir ou não em determinada alternativa!

Que tal ajudar seus contatos investidores a conhecerem e usarem esse indicador? Compartilhe o post nas suas redes sociais e espalhe a informação!

Compartilhe:

Deixe uma resposta


Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.