spread
spread

O que é spread na bolsa de valores? Descubra agora!

Do ponto de vista bancário, o spread é um termo bastante utilizado. Ele varia de acordo com as condições do mercado — especialmente, quanto às taxas de juros. Mas você sabe o que é spread na bolsa de valores?

Ele pode servir como uma medida importante da análise técnica e para ajudar os traders. Também apresenta informações relevantes sobre alternativas de investimento, como a liquidez ou a volatilidade.

A seguir, descubra o que é o spread e entenda como ele é calculado.

O que é o spread e como funciona nos bancos?

O spread pode ser definido como uma diferença de rentabilidade entre duas operações observadas. No caso do spread bancário, ele é dado pela subtração entre o valor que a instituição paga para captar recursos e o quanto ela cobra para emprestá-lo.

Como as taxas de juros de empréstimos no mercado brasileiro são consideradas elevadas, o spread também é alto. A diferença ainda se amplia quanto menor for o custo para obter valores para realizar as suas operações.

Nesses casos, o spread tem a função de garantir o pagamento dos investidores, cobrir os custos de operação e ainda gerar lucro para o banco.

O que é o spread na bolsa de valores?

Agora que você já conhece o spread bancário, é interessante entender o que o conceito representa no mercado de capitais. No caso da bolsa de valores, o spread é a diferença entre o preço de venda e o preço de compra.

No mercado de Ações, ele representa a margem bruta de lucro obtida em uma operação, segundo os valores das posições. Também pode ser indicado como o custo para sair de uma posição.

Isso ocorre porque só existe a consolidação das ordens de compra e venda se o spread estiver fechado. Então, significa que o vendedor ou o comprador tem que abrir mão do preço desejado para finalizar a negociação.

Como funciona o spread do mercado financeiro?

Para realmente entender o que é spread na bolsa de valores, é o momento de saber como o seu cálculo é feito. Basicamente, ele se dá pela diferença entre o melhor preço de venda e o melhor preço de compra.

A diferença varia com o tempo, já que a última operação passa a determinar o valor do ativo. Imagine que uma Ação tem como melhor preço de compra R$ 1,00. O seu melhor preço de venda é de R$ 1,50. Se um investidor decide adquirir os papéis nesse exato momento, deverá pagar R$ 1,50 — que será a nova cotação do papel.

Para obter lucro, será necessário vender por, no mínimo, R$ 1,51. Se o spread for fechado abaixo disso, pode ocorrer uma desvalorização do seu investimento. O cenário levaria ao prejuízo, no caso da liquidação da posição.

O que são os conceitos de bid e ask?

Entender o que é spread na bolsa de valores e sua relação com compra e venda também envolve conhecer os conceitos de bid e ask. Basicamente, o bid é o melhor preço em relação à compra. Trata-se do valor que ocupa o chamado topo do book de ofertas.

Já o ask é o melhor preço de venda, ou seja, o melhor valor pago pelo mercado no momento da análise. No geral, o bid é sempre menor que o ask, já que a intenção das ordens de compra é pagar menos, de modo a obter lucros.

Como você viu, o spread da bolsa de valores é dado pela diferença entre preço da melhor oferta de venda e do preço da melhor oferta de compra.

Qual é a relação entre spread, liquidez e volatilidade?

O spread do mercado financeiro atua sobre praticamente qualquer tipo de ativo e derivativo negociado. Ações, Opções, cotas de Fundos de Investimento e mercado futuro são apenas algumas alternativas em questão.

Independentemente do investimento, conhecer essa medição é importante porque ela está diretamente ligada à liquidez e à volatilidade. Um ativo ou derivativo será considerado líquido se, entre outras coisas, tiver um grande volume de negociação.

Para que isso aconteça, o spread entre os valores costuma ser curto — na ordem de R$ 0,01. Então é muito comum que as Ações mais líquidas apresentem esse valor, que é o mínimo possível, já que ordens de compra e venda equivalentes levam ao fechamento de posição.

Por outro lado, spreads longos indicam uma baixa liquidez. É mais difícil encerrar a sua posição ou mesmo fazer a compra sem agredir (ou aceitar) o valor de compra ou venda. Nesses casos, portanto, pode ser necessário ter que segurar o investimento por um tempo maior.

A volatilidade é outra característica conectada ao spread. Quando o spread é fechado na posição vendedora, significa que há um grande interesse comprador. Provavelmente, o investimento está em alta, o que pode determinar um crescimento do seu preço no mercado.

Já um spread fechado abaixo indica que a força vendedora é maior. Então, os operadores estão dispostos a agredir o preço de compra, o que aponta uma tendência de baixa. Quanto maior for a variação, entre spread para cima e para baixo, maior é a volatilidade.

Como usar o spread a seu favor na hora de especular?

Como você viu, saber o que é spread na bolsa de valores e como calculá-lo é importante para analisar melhor as condições de alocação de recursos. Nesse sentido, quem atua com especulação, especialmente day trade, pode aproveitar o componente como parte da sua tomada de decisão.

Por fazer operações que são encerradas no mesmo dia, o day trader pode buscar o acúmulo de pequenos lucros, que são obtidos em períodos mais curtos. Com isso, usar a variação de spread na análise técnica é uma alternativa.

A ideia é avaliar a força compradora e a força vendedora em determinados momentos para definir se é o momento de compra ou de venda. Além do mais, é possível observar o comportamento do spread para identificar uma tendência de alta ou de baixa.

Em resumo, sabendo o que é spread na bolsa de valores, você tem a chance de aproveitar essa medida para tomar decisões de compra ou venda de ativos e derivativos. Considere as informações sobre o assunto para fazer análises mais completas!

Quer acompanhar outras novidades e informações sobre investimentos? Curta nossa página no Facebook e nos siga no Instagram!

Compartilhe:

Deixe uma resposta


Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.