Fundos long and short: o que são e como eles funcionam?

Fundos long and short: o que são e como eles funcionam?

  • Post author:
  • Post category:blog

Existem diversas maneiras de buscar ganhar dinheiro com os investimentos na bolsa de valores — até mesmo com a queda das ações. Para isso, algumas estratégias específicas são úteis. Por exemplo, aquelas utilizadas pelos fundos long and short.

Esses fundos de investimento são do tipo multimercado. Ou seja, podem investir em diferentes mercados — como ações, renda fixa, câmbio e outros. Além disso, podem operar com derivativos e fazer uso da alavancagem.

Neste artigo, você entenderá o que são e como funcionam os fundos long and short e poderá analisar se a estratégia utilizada por eles faz sentido para a sua carteira. Boa leitura!

O que é uma operação long and short?

Long and short é uma estratégia de operação que combina a compra e a venda de dois ativos. O lucro não está associado à alta ou à queda do mercado em si, mas à relação entre os ativos. É possível obter ganhos, por exemplo, quando uma ação tem performance superior a outra.

Logo, a estratégia é não-direcional. Ou seja, é viável ter resultados mesmo que a bolsa caia, suba ou não se movimente de forma significativa. Os ganhos para os investidores acontecem na diferença de desempenho entre dois ativos, e não na movimentação direcional do mercado.

Para realizar o long and short, existe simultaneamente a compra de um ativo e a venda descoberta de outro — que é geralmente alugado. O esperado é que o ativo comprado tenha melhor resultado (suba mais ou caia menos) do que o ativo vendido.

O que são?

Os fundos desse tipo, como você já sabe, são fundos de investimento multimercado. Entre as estratégias utilizadas, há o long and short – que, como você viu, consiste em operações simultâneas de compra e venda de dois ativos.

O objetivo é aproveitar a correlação para lucrar. A correlação mostra um relacionamento entre os ativos. Se ela for positiva, significa que as duas ações tendem a se comportar com a mesma direção no mercado.

Por serem relacionados, os ativos terão uma movimentação semelhante — o preço dos dois tende a subir ou descer juntos. Assim, o especulador pode identificar um cenário favorável para obter lucro.

Uma oportunidade pode surgir, por exemplo, quando os ativos apresentam uma diferença momentânea na correlação. Logo, há a chance de montar uma posição long and short para desfazer com lucro quando a correlação voltar ao nível comum.

O ganho da operação está na diferença de performance dos ativos em momento de alta ou queda do mercado. Normalmente, isso acontece porque um dos papéis se valoriza ou desvaloriza mais do que o outro.

Quais ativos podem fazer parte desse fundo?

Embora existam algumas exceções, os fundos long and short operam basicamente com ações. Não há preferência por empresas ou setores em específico. O importante é escolher ativos que tenham uma correlação entre si.

Entre as modalidades mais utilizadas para a formação dos pares, estão:

  • ações ordinárias e ações preferenciais da mesma empresa;
  • ações de controladora e empresa controlada;
  • Companhias de um mesmo setor;
  • Setores diferentes, mas que apresentam correlação positiva.

Quais são os tipos de fundos long and short?

Embora a estratégia seja a mesma, existem duas modalidades de fundos long and short no mercado. Os fundos neutros fazem operações com posições compradas e vendidas, mas com exposição financeira limitada.

Eles são considerados mais conservadores. Então, o controle de risco pode resultar em rentabilidades menores. Por outro lado, os fundos direcionais fazem operações com posições compradas e vendidas sem limite de exposição.

Consequentemente, o segundo tipo é considerado um fundo mais agressivo. A busca é por maximizar os lucros da operação long short. Logo, envolve maior risco e pode encontrar rendimentos superiores.

Vantagens e riscos desses fundos

Agora, você conhece a estratégia long and short. Mas quais seriam as vantagens dela? Uma das principais é a possibilidade de obter lucros com especulação mesmo em momentos de queda do mercado.

Como o que importa é a relação entre os ativos, a bolsa não precisa estar necessariamente apresentando alta. Se um dos ativos sofrer menos queda do que o outro, o fundo já pode ter resultado positivo.

Outra vantagem dos fundos long and short é que, nesta estratégia, podemos utilizar os recursos da venda para financiar a ponta comprada. Assim, é possível operar sem colocar diretamente o dinheiro do caixa.

Com relação aos riscos, trata-se de uma estratégia agressiva. Contudo, é possível ter um manejo de risco em comparação com outras práticas no mercado de renda variável. Isso acontece por causa da operação em duas pontas.

Fundos long biased x fundos long and short

É comum que as pessoas tenham dúvidas sobre as diferenças entre os fundos long and short e os fundos long biased. Que tal saber mais?

Trata-se de duas estratégias diferentes que podem ser utilizadas por gestores. A principal divergência entre as duas é que o long biased dá preferência por lucrar com a valorização das ações — embora possam ser feitas operações para aproveitar momentos de queda.

Ou seja, fundos long biased também podem operar comprados e vendidos, mas tendem a operar comprados. Enquanto isso, os fundos long and short focam sua estratégia na operação com pares de ativos, na qual um está comprado e o outro vendido.

Vale a pena investir em um fundo long and short?

Como você viu, a estratégia long and short pode ser um pouco mais complexa para os investidores menos experientes. Por isso, para investir nesse tipo de fundo é importante ter conhecimento sobre o seu funcionamento.

Os fundos long e short podem ser uma opção interessante para quem deseja retornos de longo prazo superior à renda fixa – e até mesmo a outras oportunidades na renda variável, especialmente durante quedas do mercado, mas não deseja montar as próprias operações. Assim, é possível contar com a experiência de um gestor profissional.

Contudo, é preciso também ficar atento aos riscos. Conheça os seus objetivos e faça sempre uma análise criteriosa dos investimentos que lhe interessam antes de investir. A decisão sobre se os fundos long and short valem a pena depende de você — então considere as informações que demos para fazer escolhas mais eficientes!

Que tal continuar entendendo mais sobre o funcionamento dos fundos de investimentos? Veja como funciona um fundo de investimento em dólar!

Deixe uma resposta