Análise Completa- Resultado Usiminas (USIM5) para o 1T21

Análise Completa: Resultado Usiminas (USIM5) para o 1T21

No dia 22 de abril de 2021, foi apresentado o resultado Usiminas (USIM5) para o 1T21 e as equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual já realizaram a análise dos dados divulgados. Confira os pontos principais.

Forte desempenho em siderurgia impulsiona resultados

De acordo com o relatório do BTG Pactual, a Usiminas (USIM5) apresentou um conjunto excelente de resultados no 1T21, superando as expectativas do consenso por uma margem razoável.

Enquanto isso, de acordo com o relatório da Eleven, o bom desempenho da companhia é reflexo sobretudo pelas fortes vendas em aço. No trimestre, foi registrado o maior volume desde 2015, impulsionado pelo mercado interno.

Os destaques do período foram fortes resultados em siderurgia.

No dia em que o relatório foi publicado, as ações USIM5 estavam sendo negociadas a R$ 22,20. A capitalização de mercado era de R$ 28,53 bilhões. O volume médio dos últimos 12 meses era de R$ 242,38 milhões.

gráfico usiminas 1t21

Recuperação do volume de vendas

Conforme o relatório da Eleven, a Usiminas apresentou volumes de vendas se recuperando com o setor automotivo e maiores preços para todos os produtos.

As vendas de aço somaram 1,2 milhões de toneladas, o que representa alta de +11% e +20%, respectivamente, nas comparações de base trimestral e anual.

O mercado interno representou 93% das vendas de aço, revelando sua força contra 86% reportado no 1T20, impulsionando os resultados em siderurgia.

Enquanto isso, as vendas em mineração ficaram levemente abaixo do estimado devido a efeitos sazonais. Os principais motivos foram as paradas programadas nas plantas de beneficiamento e um maior volume de chuvas na região Sudeste.

O volume em mineração totalizou 2,0 milhões de toneladas, o que representa queda -12% e -8%, respectivamente, nas comparações de base trimestral e anual.

Forte dinâmica de preços no trimestre

De acordo com a Eleven, a siderurgia foi beneficiada pelo aumento de preços que ocorreu no 4T20.

Apesar dos menores volumes em mineração, os preços mais altos do minério de ferro favoreceram os resultados. Na comparação de base trimestral, os preços tiveram alta de +21%, segundo o BTG Pactual.

A forte alta nos preços realizados deve continuar afetando os resultados da Usiminas, à medida que a companhia trabalha na implementação dos aumentos de preços anunciados recentemente.

Por outro lado, a forte alta nos preços também foi responsável por aumentar o custo caixa por tonelada para a siderurgia no trimestre. Isso é reflexo de maiores compras de placas de terceiros e inflação de custos de commodities.

Companhia reporta resultados recordes

Conforme o relatório do BTG Pactual, o resultado da Usiminas no 1T21 ficou acima do esperado principalmente em virtude dos fortes preços do aço e melhores volumes.

A unidade de transformação do aço registrou uma receita líquida de R$ 1,7 bilhão. Esse resultado é reflexo da alta de preços e volumes praticados pela siderurgia e da forte retomada do setor automotivo, segundo a Eleven.

Em março, a companhia lançou a Loja Virtual da Soluções Usiminas, o que deve contribuir para uma maior digitalização e proximidade com os clientes de varejo.

Dessa forma, a receita líquida consolidada da companhia ficou em R$ 7,08 bilhões no 1T21. Esse resultado representa alta de +29% e +86%, respectivamente, nas comparações de base trimestral e anual.

Por sua vez, o lucro bruto da Usiminas ficou em R$ 2,46 bilhões no 1T21. Esse resultado representa alta de +56,6% e +380%, respectivamente, nas comparações de base trimestral e anual.

Consumo de capital de giro impacta negativamente FCF

De acordo com o BTG Pactual, a Usiminas segue com um balanço bastante conservador e saudável, mas o fluxo de caixa ficou negativo no trimestre.

A dívida líquida da companhia atingiu R$ 1,6 bilhão no trimestre, refletindo principalmente o FCF negativo (em torno de R$ 200 milhões) e a variação monetária.

No que se refere ao fluxo de caixa, o resultado foi prejudicado por um consumo agressivo de capital de giro não recorrente. Esse aumento do capital de giro é fruto de maiores estoques e contas a receber em relação ao final de 2020, segundo a Eleven.

Apesar disso, a companhia encerrou o 1T21 com caixa de R$ 4,6 bilhões. Assim,  a Usiminas segue com patamar bem confortável para a execução de seus planos de capex na ordem de R$ 1,5 bilhão para 2021.

resultado consolidado usiminas 1t21

EBITDA fica acima das estimativas

Conforme informa o BTG Pactual, o EBITDA recorrente da Usiminas no 1T21 ficou em R$ 2,4 bilhões. O número revela alta de +66% na comparação de base trimestral, ficando +20% acima das estimativas da equipe.

Cabe ressaltar que esse resultado foi impulsionado por ventos favoráveis sem precedentes na receita, bem como menores despesas com vendas no trimestre.

Reversão do Prejuízo Líquido

Conforme o relatório da Eleven, o lucro líquido da Usiminas no 1T21 foi de R$ 1,2 bilhões. Esse resultado representa reversão do prejuízo líquido reportado no 1T20, na ordem de R$ 424 milhões.

fluxo de caixa e balanço usiminas

Resultado Usiminas (USIM5) para o 1T21: Recomendações

Recomendação do BTG Pactual

A equipe de análise do BTG Pactual acredita que a Usiminas (USIM5) deve continuar surpreendendo positivamente o mercado. Em virtude de ventos favoráveis de preços, as divisões de aço e minério de ferro devem favorecer a companhia.

Além disso, o momentum de lucros é forte demais para ser ignorado e a companhia segue com um valuation baixo, negociado a 3,3x EV/EBITDA 2021.

Assim, estabelece recomendação de compra, com preço-alvo em R$ 22,00.

Recomendação da Eleven Financial Research

A equipe de análise da Eleven considera que a Usiminas (USIM5) teve um bom desempenho no trimestre, com destaque para a siderurgia. Apesar disso, a equipe indica que parte dos resultados ficou em linha com as estimativas.

Assim, estabelece recomendação neutra, com preço-alvo em R$ 23,00.

Esta foi nossa apresentação da análise das equipes de Equity Research da Eleven Financial Research e do BTG Pactual sobre o resultado Usiminas (USIM5) para o 1T21. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso a todas as análises de resultados trimestrais.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatórios elaborados por terceiros. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Deixe uma resposta


Postagens Relacionadas

Mais Lidos

Categorias

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.