Renova Invest Facebook

Tesouro Direto, fundos de investimentos e ações: vale investir em 2023?

Destaque da semana
Destaque da semana

Investir regularmente é uma ótima forma de alcançar seus objetivos financeiros de longo prazo. Se você quer começar a investir com constância e começar a acumular patrimônio, há boas opções no mercado. A renda fixa se tornou a preferida dos investidores, mas não quer dizer que a renda variável não tenha bons rendimentos.

Confira três opções de investimento que podem ser interessantes para aportes mensais!

Opção 1 – Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um programa do Tesouro Nacional que permite que você invista em títulos públicos com pouco dinheiro. Comprando títulos públicos, você empresta dinheiro ao governo e recebe juros por isso. Há diversos títulos disponíveis, como o Tesouro Selic, que rende de acordo com a taxa Selic, e o Tesouro IPCA+, que rende mais a inflação. É possível escolher o título que melhor se adequa aos seus objetivos e perfil de risco.

Como aplicar no Tesouro Direto?

Um dos detalhes importantes sobre o programa Tesouro Direto é que todas as atividades se dão facilmente de maneira online. Logo, não é preciso se deslocar até um espaço físico para comprar ou vender seus títulos.

Em parceria com a bolsa de valores, o Tesouro Direto funciona de maneira simples – e a B3 é responsável por fazer o registro das negociações e a custódia dos títulos.

A plataforma tem um site próprio e também aplicativo por onde os investidores podem realizar suas operações.

Quanto rende o Tesouro Direto?

Uma dúvida muito comum quando se fala do assunto é sobre a rentabilidade dos títulos oferecidos pelo Governo Federal. Você já percebeu que, ao longo deste conteúdo, citamos que o Tesouro Direto não é apenas um investimento, certo?

Consequentemente, é impossível falar sobre “quanto rende o Tesouro Direto”. Afinal, cada título oferecido por ele apresenta rentabilidades distintas.

Renda fixa
Seta Tripla

Descubra agora a
NOVA RENDA FIXA
que pode turbinar seus ganhos. 


Ela pode ser calculada de acordo com a Taxa Selic, com o índice de inflação (IPCA) ou mesmo a partir de taxas pré-fixadas.

Por isso, a pergunta sobre o rendimento só pode ser respondida quando se fala de cada aplicação em particular. Então, vale a pena explicar um pouco sobre os três tipos principais de rentabilidade do Tesouro: pós-fixada, pré-fixada e híbrida.

  • Pós-fixada: Dizemos que uma rentabilidade é pós-fixada quando não se sabe exatamente a qual porcentagem o título vai render ao longo do tempo. Isso acontece porque ele fica atrelado a um índice econômico que pode variar. Por exemplo, a taxa Selic. Ela é a taxa básica de juros da economia brasileira e pode ser modificada de acordo com decisões da política econômica. Nos últimos anos, a Selic se modificou bastante no país.
  • Pré-fixada: Um título com taxa pré-fixada tem o funcionamento oposto do que explicamos até aqui. O rendimento dele já é conhecido logo que o investidor aplica seu dinheiro. É possível até mesmo calcular o quanto ele renderá até o dia de vencimento. Se você compra um título pré-fixado que paga uma taxa de 5% ao ano, significa que ela será mantida até o vencimento – independentemente dos rumos da economia.
  • Híbrida: Trata-se de uma combinação das duas formas de rentabilidade que explicamos até aqui: há uma taxa pós-fixada e uma pré-fixada juntas. Então, é possível encontrar, por exemplo, um título que prometa IPCA + um percentual fixo – por exemplo, 2% ao ano. Você receberá, portanto, o valor investido acrescido da inflação do período e de uma taxa de 2% ao ano no vencimento.

Gostou? Veja mais aqui.

Opção 2 – Fundos de investimento

Os fundos de investimento são uma forma simples e prática de investir em uma carteira diversificada de ativos, gerenciada por um gestor profissional, o que é uma grande vantagem. Há diversos tipos de fundos, desde os mais conservadores, que investem em títulos de renda fixa, até os mais arrojados, que investem em ações.

Para escolher o melhor fundo para você, é importante analisar os seus objetivos financeiros, perfil de risco e taxa de administração cobrada pelo gestor do fundo. Se ficou em dúvida, pode contar com a Renova Invest para saber mais.

O que é um Fundo de Investimento?

Antes de entender especificamente o que é um Fundo de Investimento em Participações, é importante conhecer os Fundos de Investimentos. Eles funcionam de forma coletiva e reúnem o dinheiro de diversos investidores com um objetivo em comum.

Para participar do fundo é necessário comprar cotas. Um gestor profissional é o responsável por reunir os recursos financeiros aportados e administrá-los. Através de políticas e objetivos previamente acordados no prospecto do fundo, ele decide o que fazer com o dinheiro.

Assim, o mercado oferece diferentes modalidades de Fundos de Investimentos, que podem ter perfis e estratégias mais ou menos adequadas às suas necessidades. É importante reforçar que a gestão profissional não garante bons resultados no futuro.

Opção 3 – Ações

Investir em ações pode ser uma opção interessante para quem busca rentabilidades maiores a longo prazo. Com ações, você se torna sócio de uma empresa e pode receber lucros por meio de dividendos ou pela valorização das ações. Para investir em ações, é importante escolher empresas sólidas e bem administradas, analisar os fundamentos da empresa e monitorar o mercado.


Independente do investimento escolhido, é importante lembrar que investir requer disciplina e planejamento. Defina um valor para investir todo mês e siga essa rotina. Com o tempo, seu patrimônio pode crescer de forma consistente e ajudar a alcançar seus objetivos financeiros.

Quais são as formas de ganhar dinheiro a partir da compra de ações?

Muitos investidores — principalmente os iniciantes — pensam que a única forma de ganhar dinheiro com as ações se dá pela sua valorização. Ou seja, compra-se um papel a determinado preço para depois vendê-lo a uma cotação maior.

Essa é realmente a maneira mais comum. Contudo, ela se divide em diversas estratégias — sendo aplicável a uma grande gama de investidores de diferentes perfis. Além disso, há como ganhar dinheiro por meio do recebimento de proventos e também por meio da especulação.

Quer saber mais sobre cada uma delas? Vamos lá:

  • Investimento a longo prazo:  Uma das maneiras mais comuns de ganhar dinheiro comprando ações é o investimento a longo prazo. A ideia dessa estratégia, também conhecida como buy and hold (comprar e segurar), é ficar com os papéis em carteira por mais tempo, consolidando resultados.
  • Proventos: Outra maneira de ganhar dinheiro comprando ações diz respeito ao recebimento de proventos. Eles são pagamentos — em dinheiro ou benefícios — realizados pela empresa a seus acionistas. O mais conhecido deles são os dividendos. Conforme a lei das sociedades anônimas, toda empresa de capital aberto precisa pagá-los. Esses proventos representam uma parte do lucro recebido no período — e cada empresa escolhe o percentual de lucro que será distribuído.
  • Especulação: Também é preciso citar a especulação. Ela não é considerada um investimento, tendo em vista que o objetivo é tentar ganhar dinheiro em curto ou curtíssimo prazo com as ações. Essa operação possui um alto risco, então costuma ser utilizada apenas por perfis arrojados ou com maior experiência.

Como dar os primeiros passos para ganhar dinheiro com ações? Veja aqui. 

Não perca tempo e aperfeiçoe seus conhecimentos, se inscreva no nosso canal do YouTube para explorar as melhores oportunidades de investimentos no mercado.

Ficou com alguma dúvida? Caso queria conhecer mais alternativas de investimentos, conte com a nossa assessoria! Entre em contato conosco, temos uma equipe preparada para ajudar você!

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.