Renova Invest Facebook

Terra Virtua Kolect (TVK): como funciona esse criptoativo?

Terra Virtua Kolect
Terra Virtua Kolect

O mercado de criptoativos apresenta diversas oportunidades para os investidores — que vão muito além das criptomoedas. Uma delas são os non-fungible tokens (NFTs). É no universo desses ativos que a plataforma Terra Virtua Kolect funciona.

Esse ambiente tem o objetivo de facilitar a negociação e conexão de quem investe nos tokens. Além disso, ele conta com um token nativo — o TVK. Com essas características, o projeto Terra Virtua Kolect ganhou destaque no mercado cripto.

Quer saber como funciona a Terra Virtua Kolect e o token TVK? Continue a leitura!

O que são NFTs?

Antes de conhecer as características da Terra Virtua Kolect, é importante entender o mercado que ela atua, não é mesmo? Como você viu, ela está presente no universo dos NFTs — que ganhou popularidade nos últimos anos.

Os non-fungible tokens, ou token não fungíveis, são certificados digitais de autenticidade de ativos físicos ou virtuais. Ou seja, eles são os códigos que confirmam que uma peça é original — e podem ser usados para imagens, obras de arte, memes, entre outros.

O conceito de “não fungível” vem da ideia dos tokens serem aplicados em bens que são únicos e insubstituíveis. Uma pintura é um exemplo de ativo com essas características. Afinal, mesmo que existam inúmeras réplicas de “A Noite Estrelada” de Vincent van Gogh, apenas uma é de autoria do artista holandês.

No entanto, no caso dos NFTs, os investidores podem não adquirir uma obra propriamente dita, apenas o seu certificado de autenticidade. Essa compra é, normalmente, feita por meio de leilões em marketplaces — e os compradores podem vender os NFTs no futuro, caso exista valorização.

Assim como em moedas digitais, esses códigos são protegidos pelos protocolos blockchain em que estão inseridos. Entretanto, vale destacar que os NFTs são outro tipo de criptoativo. Eles não têm o mesmo propósito de moedas digitais, como o bitcoin.

O que é Terra Virtua Kolect?

O Terra Virtua Kolect é uma plataforma digital que busca criar um novo ambiente para a negociação de NFTs. Seu funcionamento é multiplataforma, sendo compatível com computadores, dispositivos móveis e sistemas de realidade virtual e aumentada.

Dentro do ambiente, os investidores podem comprar, vender ou apenas exibir as artes digitais que possuem em forma de NFT. Além disso, a plataforma também apresenta funcionalidades para networking — permitindo a conexão de investidores e colecionadores.

Renda fixa
Seta Tripla

Descubra agora a
NOVA RENDA FIXA
que pode turbinar seus ganhos. 


O início do projeto foi em 2017. Porém, seu lançamento ao mercado foi apenas em 2020. Seus fundadores foram Gary Bracey e Jawad Ashra, que atuam como chief executive officer (CEO) e chief technology officer (CTO), respectivamente.

Como funciona essa plataforma?

A Terra Virtua Kolect é uma aplicação que funciona no Ethereum — um dos principais protocolos de blockchain do mercado cripto. Para acessá-la, é preciso criar uma conta na plataforma.

O marketplace é o espaço em que acontecem as negociações de NFTs. Nele, os investidores e colecionadores podem adquirir tokens de coleções, itens de games, revistas em quadrinhos, etc. Também é possível participar dos leilões.

Além disso, a Terra Virtua Kolect disponibiliza um ambiente totalmente imersivo para os membros da plataforma. Ele é pensado para os sistemas de realidade virtual e aumentada. Logo, os colecionadores podem criar seu espaço digital e expor os NFTs — como uma exposição de arte.

Ademais, a gamificação também faz parte da estratégia da Terra Virtua Kolect. Isso porque os participantes da plataforma podem criar competições entre si usando os bens que estão presentes em seu portfólio.

Essas funcionalidades são um dos principais diferenciais da plataforma no mercado — além de ser um dos projetos pioneiros em NFTs. Outro aspecto que pode ser interessante é o seu token nativo, o TVK. Vamos conhecê-lo?

O que é e como funciona o token TVK?

Como você viu, o TVK é o token da Terra Virtua Kolect. Ele surgiu junto do lançamento da plataforma e desempenha duas funções no sistema: governança e instrumento de negociações.

Com o sistema de staking, os usuários que têm posse dos tokens podem ser convidados para contribuir com as decisões da plataforma e propor melhorias. Além disso, eles funcionam como uma espécie de “clube de benefícios”, podendo oferecer bônus e eventos exclusivos.

Existe um fornecimento total de 1.200.000.000 tokens TVK. Em sua distribuição, 20% são distribuídos para o ecossistema, 20% para ações de marketing da empresa, 7% para projetos e 19% para a equipe. O restante está disponível para negociação.

Dessa forma, quem se interessa pelos ativos pode negociá-los livremente. Contudo, vale ter em mente que o mercado de tokens e criptoativos em geral é bastante volátil. Portanto, pode ser interessante acompanhar sua cotação do momento antes de adquirir.


Como comprar criptoativos?

Para investir diretamente em criptoativos, como tokens e moedas digitais, é possível usar a plataforma das exchanges. Elas são empresas desse mercado que servem para mediar a negociação de diversos ativos.

Entretanto, as exchanges podem não apresentar um nível elevado de segurança. Como não há regulação por parte da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), é possível que os investidores estejam mais vulneráveis a golpes.

Como investir em tokens com segurança?

Se você se interessa pela exposição ao mercado de criptoativos, é possível investir em moedas digitais e tokens com alternativas reguladas — em especial, os fundos de investimentos brasileiros. Desse modo, existe uma maior segurança ao investidor.

Uma dessas possibilidades são exchange traded funds (ETFs), ou fundos de índice. Eles são uma modalidade de fundo de investimento que espelham os números de um benchmark — que, nesse caso, podem ser do mercado de cripto.

Os investidores também podem se expor a esse mercado com fundos de investimento em criptoativos. De maneira similar aos ETFs, eles são veículos coletivos. Mas, enquanto os ETFs são negociados na bolsa de valores brasileira (B3), esses fundos estão nas plataformas de bancos de investimentos.

Além disso, os fundos podem apresentar estratégias diferentes entre si. Esse aspecto pode mudar o nível de exposição de cada veículo ao mercado de cripto — e, quanto maior ela for, maior será a volatilidade.

Por isso, antes de investir, é indispensável analisar se eles estão alinhados com seu perfil de investidor. Ademais, considere que a segurança de contar com a regulação da CVM não significa que os riscos e a volatilidade dos ativos digitais deixa de existir.

Como vimos, a Terra Virtua Kolect é uma plataforma que pretende facilitar a negociação de NFTs. Além disso, suas funcionalidades permitem a conexão de investidores e colecionadores em um espaço imersivo. Desse modo, seus tokens podem ser uma opção de investimento.

Quer conhecer mais sobre estratégias para esse investimento? Fale conosco na Renova Invest!

 

 

 

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.