Renova Invest Facebook

Operações Estruturadas: O que é Financiamento com Opções?

Operações Estruturadas: O que é Financiamento com Opções?
Operações Estruturadas: O que é Financiamento com Opções?

Realizar operações estruturadas é uma forma de ter mais controle sobre suas operações com ações e aumentar a probabilidade de atingir seus objetivos. Devido ao seu nível de sofisticação, essas operações são mais indicadas para os investidores que contam com apoio de assessores qualificados. Uma dessas operações é o Financiamento com Opções.

Também conhecido como Financiamento de Opções, ou Lançamento Coberto de Opções, ele aumenta a probabilidade de realização de lucro; por outro, ele ainda possibilita o recebimento de um certo valor de imediato.

Nesse artigo, você vai entender melhor o que é financiamento com opções, quando essa operação pode ser uma boa alternativa, suas vantagens e seus riscos.

O que é Financiamento com Opções?

Como o próprio nome indica, a operação estruturada de financiamento com opções consiste em uma operação para investimento em ações que utiliza opções para aumentar o nível de controle sobre os resultados e, assim, aumentar a probabilidade de realizar lucro.

Vale a pena lembrar que essa é apenas uma das operações estruturadas que um investidor pode organizar, com a ajuda de assessores qualificados. Outros exemplos de operações são a RAB – Retorno até a Barreira e a Call Ratio Spread, também chamada de Aceleradora. Cada uma delas tem um propósito distinto.

O propósito do Financiamento com Opções é aumentar a probabilidade do investidor ter um ganho de capital com a compra de uma ação, caso o preço dessa ação se valorize dentro de um certo prazo. Ao mesmo tempo, ele também possibilita o recebimento imediato de um certo valor, por meio da venda das opções de compra (ou calls) dessa ação.

Para isso, o investidor deve comprar as ações que ele acredita que vão ter valorização e lançar opções de compra dessas ações, com um preço de exercício dentro da faixa estimada de valorização.

Então, o investidor vende as opções de compra, recebendo o prêmio de imediato. Depois, caso os compradores das opções façam o exercício, ele também recebe o preço das ações, lucrando a diferença em relação ao valor que pagou por elas.

Para que fique mais claro, vamos explicar o funcionamento dessa operação com um exemplo prático.

Como funciona?

Para o nosso exemplo, vamos trabalhar com as ações fictícias ABCD3 e com as opções de compra ABCDE18.

Vamos supor que, hoje, as ações ABCD3 estão sendo negociadas na B3 a R$ 15,00. Você, após analisar o mercado, concluiu que, em maio, essas ações vão se valorizar e chegar a R$ 20,00.

Então, você compra hoje um lote de 1.000 ações ABCD3 por R$ 1.500,00. Em seguida, você lança no mercado 1.000 opções de compra ABCDE18, para o preço de exercício de R$ 18.

Assim, essas opções vão ser adquiridas por outros investidores. Basicamente, com esses papéis, eles estão garantindo o direito de comprar as ações ABCD3 por R$ 18,00 em maio. Isso pode ser interessante, se eles acreditarem (como você) que o preço das ações no mercado vai estar ainda mais alto do que esse limite.

Vamos supor que cada opção seja negociada a R$ 0,50. Então, com a venda das 1.000 opções, você recebe de imediato R$ 500,00.

O tempo passa, e o mês de maio chega. A sua previsão se concretiza: o preço de negociação das ações ABCD3 na B3 chegou a R$ 20,00. Então, aqueles investidores que adquiriram as calls vão fazer o exercício do direito de compra a R$ 18,00.

Nesse momento, eles vão comprar seu lote de 1.000 ações por R$ 18,00. Ou seja, você vai receber R$ 1.800,00 com a venda das ações. Considerando que você pagou R$ 1.500,00 por elas na compra, existe um ganho de capital de R$ 300,00 nessa operação de financiamento com opções.

Quais são as vantagens?

A grande vantagem de realizar uma operação de financiamento com opções está em aumentar sua probabilidade de realizar lucro, mesmo que seja dentro de um limite.

Vamos retornar ao nosso exemplo. Sem a operação estruturada, o investidor que comprou as ações ABCD3 poderia tentar vendê-las na B3 e não conseguir. Afinal, a partir do momento em que o preço das ações sobe, a tendência é que a demanda comece a cair.

Nesse caso, ele ficaria com essas ações “encalhadas” em sua carteira até surgir uma nova oportunidade.

Como ele realizou um financiamento com opções, ele oferece as ABCD3 a quem adquiriu as calls por um preço mais atrativo do que o praticado no mercado. Os detentores das calls provavelmente vão exercê-las. Assim, a chance de conseguir vender as ações e realizar o ganho de capital é maior.

Além disso, não podemos esquecer de que o financiamento com opções também permite receber um valor de imediato, que é o prêmio das opções de compra lançadas.

Riscos do Financiamento com Opções

Como qualquer forma de investimento, o financiamento com opções apresenta riscos, incluindo a possibilidade da ação não se valorizar ou ficar abaixo do preço de exercício das opções.

Nesse caso, os detentores das calls preferem negociar a ação diretamente na B3, onde o preço é mais baixo. Então, o investidor não consegue vender o lote de ações, e fica com esses papéis na sua carteira, até surgir uma nova oportunidade.

Nesse cenário, o único ganho com a operação é o recebimento dos prêmios das opções de compra.

Existe, ainda, o risco de não conseguir vender as calls lançadas. É importante ter em mente que, antes de comprar uma call, os investidores avaliam várias questões: a tendência de valorização ou desvalorização da ação, o prazo de exercício, o preço de exercício.

Além desses riscos, vale a pena notar, também, que o financiamento com opções é uma operação que requer que o investidor abra mão do potencial de um ganho de capital superior.

O que isso significa? Vamos retornar ao nosso exemplo. Perceba que as ações ABCD3 chegaram ao preço de R$ 20,00 em maio. Portanto, se estivesse apenas vendendo seu lote de 1.000 ações na B3, o investidor poderia ter um ganho de capital de R$ 500,00 – superior ao ganho de R$ 300,00 efetivamente realizado com a operação.

No entanto, ele já havia contraído a obrigação de fazer a venda das ações aos investidores que exercessem as calls, pelo preço de R$ 18,00. Uma vez lançadas e vendidas as opções de compra, essa obrigação não pode mais ser desfeita.

Por isso, ao estruturar o financiamento com opções, é preciso ter em mente que você abre mão de um potencial de um ganho de capital superior. No entanto, você tem maior probabilidade de realização do ganho de capital.

Perguntas frequentes

1) O que é Financiamento com Opções?

Financiamento com Opções é uma estratégia de investimento que envolve a combinação de compra e venda de opções para obter ganhos limitados mais seguros, em troca de abrir mão do potencial de ganhos de capital mais elevados.

2) Como funciona o Financiamento com Opções?

No Financiamento com Opções, o investidor compra opções de compra (calls) e, ao mesmo tempo, vende opções de compra com preço de exercício mais alto (calls lançadas). Essa estratégia é utilizada quando se espera uma leve alta ou estabilidade no preço da ação.

3) Quais são os riscos envolvidos no Financiamento com Opções?

Os principais riscos do Financiamento com Opções incluem a possibilidade de a ação não se valorizar ou ficar abaixo do preço de exercício das opções, resultando em ganhos limitados e, em alguns casos, na necessidade de ficar com as ações na carteira.

4) Quais são os benefícios do Financiamento com Opções?

O Financiamento com Opções oferece ganhos limitados mais seguros, uma vez que o investidor recebe prêmios das opções de compra vendidas. Além disso, a estratégia é usada para aproveitar momentos de estabilidade ou leves altas no preço da ação.

5) O que acontece se a ação se valorizar significativamente no Financiamento com Opções?

Caso a ação se valorize muito além do preço de exercício das opções vendidas, o investidor pode perder a oportunidade de obter um ganho de capital mais elevado, já que está comprometido a vender as ações pelo preço de exercício das calls lançadas.

6) Quem deve considerar utilizar o Financiamento com Opções?

O Financiamento com Opções é uma estratégia mais adequada para investidores que buscam ganhos limitados mais seguros e têm uma visão mais neutra ou levemente otimista sobre o preço da ação subjacente.

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.