O que é Vertcoin? Conheça esse criptoativo de mineração descentralizada

O que é Vertcoin? Conheça esse criptoativo de mineração descentralizada

A mineração de um criptoativo é importante para seu funcionamento e para a remuneração dos voluntários. O problema é que muitas criptomoedas têm processos complexos e inacessíveis. Contudo, ao saber o que é Vertcoin você conhecerá uma alternativa diferente.

Essa moeda tem uma proposta descentralizada quanto à mineração e foca em ser acessível e democrática. Ao mesmo tempo, você não deve desconsiderar os riscos.

A seguir, veja o que é a moeda Vertcoin e entenda como ela se destaca entre as demais do mercado por seu processo de mineração!

Vamos lá?

O que é Vertcoin?

A Vertcoin é uma criptomoeda descentralizada, que utiliza a tecnologia de blockchain para que seja possível realizar transações.

Sua criação aconteceu em 2014 e ela sempre teve uma proposta de ser democrática. Por isso, usa o slogan que reforça a Vertcoin como “a moeda do povo”.

Diferente de outras alternativas do mercado, ela é mantida por doações e pelo engajamento da comunidade, sem sofrer interferências de grandes empresas de mineração.

Como ela funciona?

A Vertcoin se baseia em transferências ponto a ponto ou peer to peer (P2P), o que garante a descentralização. Tudo é feito com apoio do blockchain, onde são registradas as operações, a partir da criação de blocos conforme os ocorrem novas transações.

Para validar as operações, a Vertcoin utiliza o consenso de proof-of-work (PoF) ou prova de trabalho. No entanto, não requer tantos recursos como outras moedas, como você verá mais adiante.

Quais são suas maiores vantagens?

Para saber o que é Vertcoin, também é importante entender o que ela oferece de ponto positivo. O fato de ser descentralizada –  o que inclui sua mineração – traz mais autonomia e participação às pessoas. A ideia é que os usuários sejam os próprios bancos, por exemplo.

Ela tem um abastecimento limitado a pouco mais de 80 milhões de tokens, sendo que a maioria das moedas digitais já está em circulação. Além de isso conter o avanço inflacionário, pode ajudar na valorização em médio e longo prazo.

Ela também tem uma mineração lucrativa, com boa distribuição das unidades entre a comunidade. Como consequência, é menos provável que ocorra algum tipo de grande concentração de recursos, especialmente entre mineradores de alta capacidade.

Quais são os riscos dessa moeda digital?

Um dos maiores problemas da Vertcoin é sua estrutura de segurança. Devido ao modelo de algoritmo que é utilizado, ela já esteve sob ataque duas vezes. Os danos não foram grandes e o protocolo foi ajustado. Mas, ainda assim, as situações causaram dificuldades.

Além disso, há a questão da volatilidade e, principalmente, da capitalização da Vertcoin. Apesar de ter uma proposta democrática, a adoção da moeda não é tão elevada quanto de outros ativos do tipo. Portanto, existe um risco quanto à falta de valorização ao longo do tempo.

Por outro lado, a crescente dificuldade para minerar Bitcoin e outras moedas pode fazer com que a Vertcoin ganhe destaque e reverta ao menos parte desses riscos.

Quais são seus diferenciais sobre outras criptomoedas?

Um dos maiores destaques dessa criptomoeda envolve o seu processo de mineração. Moedas como o Bitcoin focam no uso de recursos computacionais complexos e avançados. Por isso, somente quem é capaz de atuar na mineração de moedas do tipo é que dispõe de uma grande capacidade computacional.

Com a Vertcoin, como você viu, a mineração é feita de maneira descentralizada. Afinal, ela não apenas não exige o uso de componentes avançados como também proíbe seu uso. A ideia é tornar o acesso e a mineração da moeda mais acessível, incentivando e possibilitando a participação de mais pessoas.

Além de tudo, a Vertcoin disponibiliza um software que permite minerar com um clique. Novamente, é uma forma de integrar mais gente nesse processo. Percebeu as diferenças dela para outras moedas digitais?

Outro aspecto é a equipe da criptomoeda. Além de ser qualificada, permanece ativa e trabalhando em melhorias. Isso se destaca de outras moedas de menor capitalização e pode oferecer um pouco mais de segurança.

Vale a pena incluir a Vertcoin em sua carteira de criptomoedas?

Após saber o que é Vertcoin e como ela se diferencia, é o momento de compreender se o investimento faz sentido para você. Primeiramente, é necessário conhecer seu perfil de investidor, já que os riscos envolvendo aportes em criptomoedas são altos.

Se você acreditar que ela pode ser adequada para a sua carteira, lembre-se de que é possível investir diretamente nos criptoativos. Contudo, este é um mercado sem regulamentação no Brasil.

Uma alternativa para contar com moedas digitais no seu portfólio de maneira mais segura é optar pelos fundos de criptomoedas. A partir deles você consegue expor parte do seu portfólio a essa modalidade sem correr riscos adicionais desnecessários.

 

Seja qual for sua decisão, saber o que é Vertcoin é fundamental para conhecer uma moeda que se destaca pela mineração descentralizada. E, claro, para ajudá-lo a conhecer outras alternativas de criptomoedas disponíveis no mercado – que vão muito além do Bitcoin.

Se quiser conferir mais informações e novidades sobre mercado e investimentos, acompanhe nossas publicações no Facebook, Instagram, Youtube e LinkedIn!

(Visited 27 times, 1 visits today)

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Deixe uma resposta


Mais Lidos

Postagens Relacionadas

Categorias

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem as regras da nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.