Renova Invest Facebook
Busca de Artigos no blog

Investimentos durante as eleições: como não perder rentabilidade nesse período?

Eleições
Eleições

A corrida presidencial está mexendo com tudo mundo, e os investimentos não ficam de fora dessa. O segundo turno das eleições está entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL). Perto das 21h,  com 94,47% das urnas apuradas, Lula havia recebido 47,59% dos votos e Bolsonaro 43,92% do total contabilizado pela Justiça Eleitoral, no domingo (2).

Nas semanas restantes de outubro, os brasileiros estarão perante a um cenário de promessas de um Brasil melhor e especulações da Bolsa de Valores. Até o fim do mês, os investidores possuem um tempinho para ajustar as suas estratégias de investimentos, para manter a rentabilidade e não se arriscar demais.

Como a Bolsa de Valores reagiu?

Já na abertura do primeiro pregão depois do 1º turno das eleições, a Bolsa de Valores de São Paulo ficou uma loucura. Caso não tenha acompanhado, vamos recapitular juntos, às 10h30 o Ibovespa subiu 2,99%, com altas como a da Petrobras.

Por exemplo, o Banco do Brasil (BBAS3) cresceu 7,74%, para R$ 41,50, a empresa de saúde Hapvida (HAPV3) subiu de 7,66%, para R$ 8,15 e o Magazine Luíza (MGLU3) saiu de 7,59%, para R$ 4,82. Meia hora depois, às 11h, o dólar caiu 3,31% .

O fato que a eleição passou foi motivo o suficiente para a Bolsa subir, como se tirasse um peso das costas, independentemente do resultado. O mercado financeiro gosta do segundo turno por manter a expectativa viva, tanto que se Jair Bolsonaro for reeleito, o fator positivo seria a continuidade da atual equipe, enquanto se Luiz Inácio Lula da Silva for eleito, pode tomar atitudes mais voltadas para o centro, por conta do Legislativo eleito no domingo (2).

Com isso, parte do mercado acredita que um segundo mandato de Bolsonaro teria o ministro Paulo Guedes como chefe da pasta econômica, assim como é hoje. Mas se Lula (PT) ganhar, o nome mais cogitado é o de Henrique Meirelles. Com isso, pensando em política econômica, a queda dos juros pode acontecer, dando espaço para uma perspectiva mais positiva com o resultado do primeiro turno.

Onde investir nas eleições?

A hora para aproveitar as oportunidades e direcionar os seus investimentos para se proteger é agora. Uma boa estratégia é reduzir a exposição em ativos de risco, principalmente pelo cenário de alta de juros no mundo todo, como nos Estados Unidos.

Ativos de renda fixa podem ter atratividade no mercado, tendo a incerteza em jogo, ter noção do quanto se pode ganhar e manter o resgate na data de vencimento é primordial. Por isso, as opções da renda fixa vão depender de acordo com o seu perfil de investidor, ainda mais com a Selic em 13,75% ao ano.

De acordo com ata do Copom, a taxa de juros pode subir novamente – ou se estabilizar – caso a inflação volte a ser forte. Até o momento, agosto e setembro foram meses de queda. Um CDB pós fixado pode ser seguro interessante nesse momento.

Com as ações na Bolsa oscilando bastante, empresas mais sólidas trazem mais segurança em um cenário de volatilidade alta.

Renda fixa
Seta Tripla

Descubra agora a
NOVA RENDA FIXA
que pode turbinar seus ganhos. 


Dicas para investir com segurança

Em menos de 3 minutos, veja mais dicas de onde investir durante as eleições com o sócio e assessor da Renova Invest:

Não perca tempo e aperfeiçoe seus conhecimentos, se inscreva no nosso canal do YouTube para explorar as melhores oportunidades de investimentos no mercado.

Ficou com alguma dúvida? Caso queria conhecer mais alternativas de investimentos, conte com a nossa assessoria! Entre em contato conosco, temos uma equipe preparada para ajudar você!

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.