Todos os meses, o BTG Pactual elabora uma série de Carteiras Recomendadas, reunindo sugestões de ativos para o período, a partir das análises financeiras e econômicas de sua equipe especializada. Esta é a Carteira Recomendada de Dividendos do BTG Pactual para Agosto de 2021.

Visão Geral

A equipe de análise do BTG Pactual considera que o mercado financeiro viu uma queda no Ibovespa em julho, após o índice apresentar alta entre março e junho. Além disso, o fluxo de capital estrangeiro foi fraco, com saída de R$ 7,1 bilhões.

Na economia, a equipe de análise destaca que a recuperação vem sendo mais rápida do que o esperado e a estimativa do PIB para 2021 chegou a +5,3%. No entanto, a percepção do risco fiscal aumentou, em razão de planos do governo para ampliar gastos com programas sociais.

Na política, a campanha de vacinação foi acelerada no último mês. Agora, 47% da população já recebeu ao menos uma dose de imunizante. Até o início de novembro, 70% de todos os adultos poderão estar totalmente imunizados.

Para o mês de Agosto/2021, o BTG Pactual recomenda uma carteira com 5 ações pagadoras de dividendos, distribuída da seguinte maneira:

  • Copel (CPLE6) – 20%
  • ISA CTEEP (TRPL4) – 20%
  • Taesa (TAEE11) – 20%
  • Alupar (ALUP11) – 20%
  • Vale (VALE3) – 20%

A carteira de dividendos é revista pela equipe de análise do banco trimestralmente. Em relação à carteira de Maio/2020, houve 2 substituições: BB Seguridade (BBSE3) e Engie Brasil (EGIE3).

Características

Segundo os analistas do BTG Pactual, a Carteira Recomendada de Dividendos apresentou em Julho desempenho com queda de -2,7%, contra -3,9% do IBOV e -1,7% do IDIV.

Considerando o período desde 8 de Novembro de 2019, a BTG DIV apresenta rentabilidade acumulada de +10,6%, contra +13,1% do IBOV e +11,1% do IDIV.

Veja o mapa de proventos das ações da carteira recomendada pelo BTG Pactual, de Novembro/2019 a Dezembro/2021:

Carteira Recomendada de Dividendos do BTG Pactual

Copel (CPLE6)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a Copel (CPLE6) é uma concessionária estatal atuante no Paraná, com cobertura de 98% do estado.

A empresa atende principalmente clientes da categoria industrial, seguida pela categoria residencial. Atualmente, sua capacidade de geração de energia é suficiente para atender a demanda e, ainda, vender o excedente.


INVISTA EM AÇÕES COM A PLANILHA DE ANÁLISE FUNDAMENTALISTA Invista em ações


A política de dividendos da empresa prevê um payout de 65%, quando a alavancagem fica abaixo de 1,5x dívida líquida/EBITDA. No momento, tudo indica que a alavancagem realmente ficará abaixo desse patamar.

O BTG espera um dividend yield de 10% para a CPLE6 em 2021.

CPLE6



ISA CTEEP (TRPL4)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a ISA CTEEP (TRPL4) é a maior empresa privada de transmissão do setor elétrico no país. Ela é responsável por cerca de 33% de toda a energia elétrica transmitida pelo Sistema Interligado Nacional – SIN.

A empresa deve obter um substancial fluxo de caixa extra nos próximos anos, ligado ao recebimento de indenizações pelos investimentos em instalações da RBSE – Rede Básica Sistema Existente.

Graças ao aumento de +9,75% nas receitas de 2018 de um contrato, que foi aprovado pela ANEEL em Junho/2020, a empresa deve receber uma parcela adicional de R$ 892 milhões ao longo de um período de três anos, até 2023.

O BTG espera um dividend yield de 6,0% para a TRPL4 em 2021.

TRPL4

Taesa (TAEE11)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a Taesa (TAEE11) é um dos maiores grupos privados atuando em transmissão de energia elétrica no país. Tem presença nas cinco regiões, com mais de 12,7 mil km de linhas de transmissão.

Ela vem demonstrando ser capaz de manter sua receita líquida estável, enquanto eleva sua margem líquida, que nos últimos cinco anos passou de 48% para 81%. A empresa também alcançou o maior EBITDA do setor de transmissão, mantendo uma margem EBITDA estável em torno de 80%.

Assim, os destaques da empresa são a disciplina financeira, com rígido controle de custos, excelente nota de crédito e alta diligência no processo de alocação de capital. A Taesa também apresenta forte eficiência operacional, o que possibilita solidez na geração de caixa.

O banco espera um dividend yield de 15,4% para a TAEE11 em 2021.

TAEE11

Alupar (ALUP11)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a Alupar (ALUP11) é uma concessionária que, em 2017, tinha 687 MW de capacidade de geração.

Ela também atua na transmissão. Em 2017, sua receita anual permitida – RAP de transmissão foi de R$ 2,15 bilhões.

Ela ainda conta com ativos em construção. No entanto, a maior parte deles deve começar a operar entre este ano e o próximo.

Em razão dessas novas operações, um aumento nos dividendos é esperado. Além disso, a empresa se destaca em gestão e alocação de capital.

ALUP11

Vale (VALE3)

De acordo com a equipe de análise do BTG Pactual, a Vale (VALE3) deve permanecer uma empresa altamente alinhada com os interesses dos acionistas no futuro.

Após a tragédia de Brumadinho, a gestão tem buscado fazer mudanças na empresa, em busca de mais segurança nas operações e de uma agenda de Governança Corporativa, Social e Ambiental mais ampla. Essas são metas de longo prazo prioritárias.

Além disso, a demanda da China por minério de ferro continua elevada, e os preços da commodity chegaram próximos a US$ 200/t.

Os analistas destacam que as ações da empresa estão baratas. No entanto, explicam que a redução do risco associado a elas deve ocorrer gradualmente. Um dos fatores para essa redução é a melhora da percepção do mercado sobre a governança da organização.

O banco espera um dividend yield de 12,0% em 2021.

VALE3

Estes são os ativos da Carteira Recomendada de Dividendos do BTG Pactual para Agosto de 2021. Acompanhe os conteúdos da Renova Invest para ter acesso às carteiras recomendadas trimestrais para dividendos.

Disclaimer: As informações apresentadas neste artigo são provenientes de relatório preparado pelo Banco BTG Pactual S.A. Esse material tem caráter puramente informativo, e não configura recomendação ou sugestão de investimento.
..