Um novo ano costuma trazer dúvidas sobre as melhores opções de investimentos. Em vista disso, é preciso que o investidor tenha acesso a alguns conhecimentos importantes — que norteiem suas decisões. Com a ajuda de informações confiáveis, pode ser mais simples escolher onde investir em 2021.

Entretanto, não há um investimento ideal para todas as pessoas. Para compreender o assunto, é preciso atentar a três pontos. São eles: perfil de investidor, objetivos do investimento e reserva de emergência. Ao considerá-los, você poderá pensar onde investir.

Continue a leitura para se aprofundar no tema!

O que é preciso ter em mente antes de investir?

A vontade de colocar o dinheiro para trabalhar para você pode se tornar ainda maior com a chegada de 2021. Afinal, novos inícios tendem a impulsionar mudanças.

Mas alguns investidores, até mesmo os experientes, podem esquecer a tríade que sustenta o alinhamento entre os investimentos e suas metas. Para que você não corra esse risco, relembre-as a seguir!

Perfil de investidor

Para saber onde investir em 2021 é indispensável ponderar sobre o seu perfil de investidor. Ele tem relação com todas as suas escolhas, pois representa o grau de risco que você está disposto a correr. Assim, baseia decisões mais eficientes.

Os três principais são:

O primeiro prioriza a segurança e previsibilidade de seus investimentos. Ele tende a proteger seu patrimônio e prefere ter controle do dinheiro. Já o último, busca por maiores potenciais de rentabilidades. Assim, arrisca mais seu patrimônio. O investidor moderado é um equilíbrio entre ambos.

Caso você ainda não conheça seu perfil de investidor, basta fazer um teste na sua corretora de valores. Se já conhece, lembre-se de conferir, de tempos em tempos, se ele ainda está alinhado às suas necessidades.

Objetivos do investimento

Conforme apontado, é normal que as metas e os objetivos mudem com o tempo. Por isso, para saber onde investir em 2021, é imprescindível revisar os seus.

Aproveite a chance de contar com novos inícios para isso! Coloque as metas no papel e realinhe suas demandas para o novo ano.

Reserva de emergência

Caso você ainda não tenha sua reserva de emergência montada, ela deve ser sua principal preocupação antes de saber onde investir em 2021. Ter esse dinheiro é importante para proteger seu patrimônio e seus investimentos.

Se você não sabe do que ela se trata, a reserva emergencial é um montante destinado aos momentos de dificuldade. Ela impede que o investidor precise abrir mão de seus aportes (ou, até mesmo, de seu patrimônio) para se manter estável perante dificuldades imprevistas.

Se você já tem a sua reserva, certifique-se de que ela ainda é capaz de cobrir seu custo de vida em 2021. Além disso, lembre-se de deixar o dinheiro em uma aplicação segura e com alta liquidez.

Afinal, onde investir em 2021?

Com todos os importantes conceitos apresentados acima em mente, é hora de conferir algumas sugestões de onde investir em 2021. Elas abordarão tanto a renda fixa quanto a variável.

Ou seja, existem opções para todos os perfis de investidores. Veja mais a seguir!

Tesouro Selic

O Tesouro Selic pode ser uma alternativa para diversas pessoas. Por exemplo, quem deseja sair da poupança, busca segurança ao investir, quer montar sua reserva de emergência ou tem outros objetivos de curto prazo.

Ele é um dos títulos públicos do programa Tesouro Direto. Sua rentabilidade está atrelada à Taxa Selic, que é usada como referência na economia brasileira. Ela é definida pelo COPOM (Comitê de Política Monetária).

O investimento é simples e, em geral, acessível. Além disso, conta com liquidez diária. Desse modo, o investidor pode sacar o montante quando desejar — e não necessariamente no vencimento. Suas características fazem com que ela seja adequada às carteiras de investidores de qualquer perfil.

Debêntures

As Debêntures também são investimento em renda fixa, mas se diferenciam bastante do Tesouro Selic. São títulos privados e apresentam maiores riscos. Eles são interessantes para quem deseja buscar por rentabilidades maiores sem abrir mão da previsibilidade.

Apesar de ainda serem consideradas seguras, as Debêntures apresentam alguns riscos a mais quando comparadas com outras aplicações. Assim, também é comum que ofereçam rendimentos maiores.

Ações

Entrando no universo da renda variável, podemos falar das Ações. Elas são pequenas frações do capital social de empresas, negociadas na bolsa de valores. São populares entre aqueles que buscam por potencial de rentabilidade acima da renda fixa.

Por envolver maiores riscos, pode-se dizer que as Ações são mais adequadas para perfis arrojados e moderados. Ao comprar uma, o investidor torna-se um acionista do negócio. Dessa maneira, expõe-se aos riscos e participa de eventuais prejuízos ou lucros da organização.

FIIs

Os Fundos de Investimento Imobiliário também podem ser opções interessantes para quem busca saber onde investir em 2021. Os FIIs são tipos específicos de Fundos de Investimento e se voltam ao mercado imobiliário.

Em geral, consistem em uma modalidade coletiva em que diversos investidores adquirem a cota de um fundo. Os investimentos são geridos por um profissional. Assim, você não precisa se envolver na burocracia de escolha e administração dos bens, por exemplo.

Além disso, os Fundos Imobiliários são conhecidos por distribuírem dividendos frequentes. Os fundos do tipo tijolo são aqueles que mais geram proventos aos cotistas.

Fundos Multimercados

Mais um tipo de fundo é o Multimercado. Ele pode ser composto por diferentes tipos de ativos. Por exemplo, títulos públicos e privados, Ações etc. Assim, podem ser interessantes aos que buscam diversificar suas carteiras.

Os Fundos Multimercados podem atender a todos os perfis de investidor, em especial os moderados e arrojados. Afinal, são dinâmicos e contam com diversas estratégias e níveis de risco. Basta conhecer a estratégia do fundo e avaliá-la antes de investir.

Fundos de Ações

Por fim, estão os Fundos Ações. Eles mantêm seu foco, conforme o nome indica, no mercado de papéis da bolsa de valores. Além de ativos brasileiros, eles também podem estar ligados a ativos internacionais, segundo a estratégia adotada.

Como é possível perceber, quem busca saber onde investir em 2021 pode contar com diversas opções. Além das que apresentamos, há muitas outras adequadas para cada perfil de investidor.

Caso você queira conhecer todas as alternativas de investimento em profundidade, vale a pena contar com o serviço de assessoria de investimentos.

Quer conhecer os investimentos mais alinhados ao seu perfil de investidor e objetivos? Entre em contato com a Renova Invest! Estamos prontos para atender você!