Renova Invest Facebook

o que faz um assessor de investimentos

como trabalha um assessor de investimentos
como trabalha um assessor de investimentos

O mercado financeiro passou por diversas transformações nos últimos anos, impulsionado principalmente pela digitalização dos serviços financeiros e pela crescente consciência dos investidores sobre a importância de uma gestão financeira eficiente. Nesse contexto, o papel do assessor de investimentos tem se tornado cada vez mais relevante. Esse profissional autônomo é responsável por ajudar os investidores a tomarem decisões financeiras mais informadas, levando em consideração seus perfis de risco, objetivos e necessidades.

O que é e como trabalha um assessor de investimentos?

O assessor de investimentos é também chamado de Agente Autônomo de Investimentos (AAI). Trata-se de uma profissão regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Seu objetivo é orientar investidores.

Existem profissões diferentes no mercado financeiro. Por exemplo, o analista, o consultor e o gestor. Cada um deles realiza funções específicas. Logo, é importante saber diferenciar as atividades.

No caso do assessor, não cabe a ele sugerir ou indicar investimentos – analisando em qual você deve investir. A tarefa da assessoria é promover a independência do investidor. Então, o profissional lhe ajuda a entender as opções do mercado financeiro.

Os assessores ou agentes autônomos trabalham junto à equipe de corretoras de valores e bancos de investimentos. Eles podem se apresentar como pessoa física ou jurídica e devem ter conhecimento aprofundado sobre os diversos ativos disponíveis nas instituições financeiras.

Exigências para atuar como Agente Autônomo de Investimentos

  • Ter ensino médio completo;
  • Aprovação de, no mínimo, 70% no exame de certificação organizado pela Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias (ANCORD);
  • Não ter antecedentes criminais;
  • Estar em pleno exercício dos direitos civis.

O que faz um assessor de investimentos na prática?

Além de fornecer orientação financeira, o assessor de investimentos pode ajudar o investidor a montar uma carteira de investimentos diversificada e equilibrada, escolher os melhores produtos financeiros para seu perfil e monitorar o desempenho dos investimentos ao longo do tempo. No entanto, é importante destacar que o assessor de investimentos não toma decisões pelo investidor, mas sim o orienta para que ele possa tomar suas próprias decisões.

Certificações e autorizações necessárias

Para atuar como assessor de investimentos, é necessário ter uma série de certificações e autorizações da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Além disso, é importante estar sempre atualizado sobre as mudanças regulatórias e tecnológicas do mercado financeiro, a fim de oferecer um serviço de qualidade e atender às necessidades dos clientes de forma eficiente.

Adoção de tecnologias digitais

Atualmente, uma das tendências mais importantes no mercado financeiro é a adoção de tecnologias digitais para a prestação de serviços financeiros. Cada vez mais, os investidores estão buscando soluções online para gerenciar seus investimentos, seja por meio de plataformas de investimento automatizadas, aplicativos de gestão financeira pessoal ou robôs de investimento.

Nesse contexto, os assessores de investimentos têm um papel fundamental a desempenhar. Eles precisam estar preparados para trabalhar com as novas tecnologias e oferecer um serviço cada vez mais personalizado e eficiente, sem abrir mão da ética e da transparência na relação com seus clientes.

Abra uma CONTA OFFSHORE com especialistas e aproveite vantagens fiscais únicas.


Como ele pode ajudar o investidor?

Depois de saber quem é o assessor de investimentos, você pode se perguntar: afinal, como se dá o auxílio do profissional ao investidor?

Para entender a relevância do serviço, pense na sua experiência enquanto investidor e em quantas vezes se sentiu confuso ou perdido sobre o que fazer em relação ao seu portfólio.

No meio de tantas alternativas, é fácil ter dúvidas sobre quais seriam os ativos mais condizentes com você e seus objetivos. Em muitos casos, os investidores correm o risco de realizar escolhas inadequadas por não terem informações suficientes.

Aliás, em alguns momentos existe até mesmo o perigo de se guiar por informações falsas ou equivocadas — sejam aquelas encontradas na internet, repassadas por um amigo, etc. Contar com conhecimento validado é a melhor estratégia para se proteger dessas situações.

Assim, ter um profissional especializado no assunto ao seu lado pode economizar muito tempo e esforço, pois você terá explicações simples e didáticas sobre os ativos que lhe interessam. O assessor também ajuda a refletir sobre seu perfil de investidor e seus objetivos.

Com isso, é possível pedir que ele apresente, por exemplo, os investimentos que oferecem características que se adequem à reserva de emergência, aposentadoria ou outras metas que existam na sua vida.

Por isso, o assessor de investimentos identifica o que o cliente deseja e explica os detalhes de diversos ativos que podem funcionar bem para cada situação.

Além disso, ele também está autorizado a receber, registrar e transmitir ordens de investimento — segundo a decisão do investidor e com autorização expressa do mesmo.

Na prática, o que faz um assessor de investimentos?

Os assessores de investimentos, ou agentes autônomos de investimento (AAI), têm uma função importante no mercado financeiro. Eles ajudam investidores a tomarem decisões de investimentos, prospectam clientes, apresentam e fornecem informações sobre as alternativas do mercado financeiro e esclarecem dúvidas.

Para exercer essa função, é necessário ter autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e ser vinculado a uma corretora de valores. No entanto, cabe ressaltar que o AAI não pode atuar com recomendação de investimentos ou indicar alternativas para o investidor alocar seus recursos. Sua função é apresentar e explicar o funcionamento das opções para que o investidor tome suas próprias decisões.


Além disso, todas as decisões devem ser tomadas pelo cliente, de acordo com suas necessidades. O assessor só está autorizado a encaminhar operações em nome do investidor se ele solicitar. Com autorização prévia, o profissional pode solicitar a execução da operação nas mesas de operações das corretoras de valores.

A renda do assessor de investimentos varia de acordo com as comissões sobre o patrimônio que compõe a carteira de investimentos de seu cliente. Dessa forma, quanto mais investidores contarem com seu suporte, maior será sua comissão.

É importante destacar que, com o avanço da tecnologia, o trabalho dos assessores de investimentos vem mudando. Muitos têm adotado ferramentas digitais para atender os investidores de forma mais eficiente e oferecer suporte remoto. Além disso, alguns têm se especializado em nichos específicos do mercado, como investimentos sustentáveis ou criptomoedas, para atender demandas específicas dos clientes.

Ainda assim, é importante destacar que o AAI não deve tomar decisões pelo investidor. Sua função é orientar e fornecer informações para que o investidor possa tomar suas próprias decisões de investimento.

Como se tornar um assessor de investimentos?

Se você tem interesse em seguir a carreira de assessor de investimentos, é fundamental obter as certificações necessárias e estar sempre atualizado sobre as tendências e mudanças do mercado. Além disso, é importante oferecer um serviço de qualidade e personalizado, sempre visando o melhor para os seus clientes.

Para se tornar um assessor de investimentos, é necessário passar pelo exame de certificação da ANCORD, que é elaborado e aplicado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e tem como objetivo confirmar a qualificação técnica dos candidatos. É preciso obter aprovação no exame, que aborda temas como a atividade do agente autônomo de investimento, código de conduta, economia, administração de risco, matemática financeira, mercados derivativos, entre outros.

Após ser aprovado no exame, é necessário aderir ao código de conduta dos agentes autônomos e se registrar na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para obter a autorização para atuar como assessor de investimentos.

Quais são as vantagens da assessoria?

Conhecendo mais sobre o trabalho do assessor de investimentos e vendo como ele ajuda a se orientar em seus planos de curto ou longo prazo, você consegue pensar em vantagens do serviço? Confira as principais:

Qualificação

Como mostramos, o serviço de assessoria é uma profissão regulamentada e certificada. Dessa forma, para se tornar um assessor de investimentos é necessário comprovar conhecimentos em uma prova feita pela ANCORD (Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias).

Logo, os investidores têm a segurança de estarem assessorados por alguém qualificado no assunto. Além de ter aprovação no exame para se tornar agente autônomo de investimentos, o profissional deve se credenciar à ANCORD e ter um registro na Comissão de Valores Mobiliários.

Para isso, ele adere ao código de conduta dos agentes autônomos — que especifica uma série de regras sobre as suas atividades e as questões éticas da profissão. Como você pode ver, há uma grande organização por trás do serviço de assessoria.

Os assessores também precisam estar sempre se atualizando. Afinal, novos produtos financeiros são lançados constantemente – e o mercado, como um todo, é bastante dinâmico. Então, o trabalho deles envolve continuar estudando e conhecendo novas possibilidades para informar aos investidores.

Organização das informações

Com certeza, um dos maiores diferenciais de contar com uma assessoria de investimentos é receber informação de qualidade e organizada para tomar suas decisões. Quem realizou pesquisas sobre o mercado financeiro sabe o quanto é difícil compreender determinados termos.

Ao mesmo tempo, realizar investimentos sem entender ao certo tudo que está implicado neles aumenta o risco da sua carteira. Não é adequado tomar decisões sem ponderar e conhecer os riscos e as possibilidades de cada produto ou ativo.

Boa parte do trabalho do assessor de investimentos consiste em explicar o funcionamento do mercado financeiro (por exemplo, da taxa Selic). Como ele realiza um acompanhamento personalizado, você pode tirar todas as suas dúvidas diretamente até garantir que entendeu tudo.

Desse modo, ter contato com o conhecimento e a experiência de um especialista faz muita diferença na hora de tomar decisões com mais segurança. É uma forma de ter mais tranquilidade ao escolher ativos de acordo com seu perfil e objetivos.

Não tem custo para o investidor

Se você está curioso para saber o preço cobrado pelo serviço de assessoria de investimentos ficará feliz em saber que, na verdade, a orientação é gratuita. A remuneração dos profissionais não vem diretamente dos investidores.

Eles trabalham ligados a uma instituição financeira – como um banco de investimentos. Então, são remunerados a partir dos investimentos realizados. Portanto, esta é uma cortesia que você recebe para ter ajuda ao investir e melhorar seus resultados na carteira.

No entanto, o fato de não ter custos para o investidor não significa que o assessor vivencie conflitos de interesse. Diferente do trabalho de gerentes de bancos comerciais, por exemplo, ele não recebe metas de indicar um investimento específico.

O foco da assessoria de investimentos está em apresentar as opções condizentes com o perfil e os interesses de cada investidor. Afinal, é um trabalho personalizado e que visa a sustentabilidade dos investimentos: quanto melhores resultados você tiver, mais será motivado a investir, certo?

Como funciona o serviço?

O serviço de assessoria é realizado tanto de forma presencial como por telefone ou online, com encontros entre o assessor e o investidor. O único requisito para ter acesso a ele é abrir sua conta em uma instituição que ofereça o serviço – como o BTG Pactual digital.

Depois, basta entrar em contato com o banco ou com a própria equipe de assessoria escolhida por você para solicitar o serviço. Logo depois, um assessor de investimentos estará à disposição para lhe ajudar a entender melhor o universo do mercado financeiro e a fazer bons investimentos.

Agora que você percebeu que contar com um assessor pode fazer uma grande diferença, abra a sua conta e entre em contato com nossa assessoria. Somos especializados e vinculados ao maior banco de investimentos da América Latina!

Fale conosco e descubra como a Renova Invest pode ajudar você a acumular patrimônio e alcançar sua independência financeira!

Veja também:

Inscreva-se
Notificar-me de
Esse campo só será visível pela administração do site
botão de concordância
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos os comentários

Utilizamos cookies que melhoram a sua experiência em nosso site. Todos seguem a nossa Politica de Privacidade. Clicando em "OK" você concorda com a nossa política.